HOMENAGEANDO O JACARÉ

Jales é mesmo uma cidade engraçada! Uma mera cavalgada, onde centenas de pessoas saem desfilando pelo centro da cidade, trepadas em cavalos, bois ou em charretes, é vendida como um dos maiores espetáculos da terra.

Agora vejam essa: o pessoal dos Jogos Regionais escolheu um jacaré como mascote das competições que serão realizadas em Jales. Trata-se de uma justa homenagem ao jacaré que habitou nossa famosa “Praça do Jacaré” durante décadas. O curioso, é que o jacaré está sendo homenageado justamente por uma administração que submeteu o pobre coitado a toda sorte de humilhações, obrigando-o a se mudar, de mala e cuia, prá Araçatuba.

Agora, reparem bem a foto lá de cima e me digam se não é muita cara de pau. O que estaria dizendo o nosso premiado estadista ao pobre jacaré? Estaria ele se desculpando por ter-lhe imposto um regime alimentar à base de repolho, que quase matou de fome o agora mascote dos Jogos? Ou estaria o prefeito exaltando as qualidades do nosso pacato jacaré que, durante vários anos, conviveu pacificamente com jabutis e tartarugas, sem nunca ter dito aos seus companheiros de confinamento frases do tipo “aqui quem manda sou eu”? E o que estaria dizendo o jacaré ao prefeito, com aquela tocha acesa na mão?

Falando em Jogos Regionais, parabéns aos organizadores que já colocaram no ar um bem cuidado site, onde se pode ler todas as notícias sobre os preparativos para as competições. Você poderá acessá-lo, clicando no link aí do lado direito.

SECRETÁRIO ANUNCIA INÍCIO DO RECAPEAMENTO

O secretário de Obras, Manoel Andreo de Aro, está anunciando para maio o início das obras de recapeamento nos bairros JACB I e II e no Arapuã, além de alguns trechos das avenidas do quadrilátero central da cidade. Valor das obras: algo em torno de R$ 1, 5 milhão, que corresponde a pouco mais de 20% dos R$ 7 milhões anunciados pelo prefeito Humberto Parini, no início do ano. Disse mais o secretário: que, em função da transição ocorrida no governo federal, não existe previsão quanto à liberação do restante desses recursos.

Como já foi dito por aqui, a Prefeitura inovou no final do ano passado realizando uma licitação – algo em torno de R$ 6 milhões – na modalidade Pregão, com Registro de Preços, vencida pela Demop Participações Ltda. Nessa modalidade, faz-se a licitação, assina-se uma ata, mas os contratos para execução dos serviços somente são assinados à medida em que os recursos vão sendo liberados. Como quase tudo que acontece na Prefeitura, a licitação foi feita às pressas e sem muito planejamento, apenas para atender às vontades do prefeito, mas, ao que parece, alguma coisa deu errada, uma vez que estão sendo realizadas outras licitações, dessa vez na modalidade Tomada de Preços.

O secretário Manoel Andreo de Aro não disse, mas, dos recapeamentos anunciados por ele, apenas a parte referente ao JACB/Arapuã, estimada em R$ 805 mil, já foi licitada, tendo a Demop Participações Ltda  – que surpresa! – como vencedora. Agora, está sendo licitada a outra parte – a das avenidas do quadrilátero central – estimada em R$ 750 mil. Alguém aí tem alguma dúvida sobre quem vai ser a vencedora?

APÓS BRIGA, MULHER DÁ UMA MORDIDA NOS “DOCUMENTOS” DO NAMORADO

A vida não está nada fácil para nós, homens. Vejam a notícia que está no site JusBrasil:

A norte-americana Lucinda Kinder, de 32 anos, se descontrolou no último sábado (23) e… deu uma dentada no órgão genital de seu namorado, com quem dividia um apartamento há cerca de um ano. As informações do saite Weekly Vice repercutiram nos dois últimos dias na imprensa dos EUA.

Investigadores policiais disseram que o casal teve uma discussão acalorada, e Kinder reagiu dando um soco no namorado, o arranhando no ombro e depois mordendo-o na região dos “países baixos”.

Segundo a Polícia de Coralville, Estado de Iowa, uma guarnição foi enviada para a residência de onde partiu um chamado de emergência para o fone 911. Quando os policiais chegaram, ouviram o relato de que “Kinder socou-me, arranhou meu ombro e, em seguida, mordeu furiosamente meu pênis, fazendo-o sangrar”.

Uma equipe médica foi chamada às pressas para os primeiros atendimentos. Kinder foi fichada e levada com mandado de prisão em flagrante à cadeia do condado de Johnson, sob a acusação de “violência doméstica / agressão, sem intenção de causar dano ou prejuízo”.

Sua fiança foi estabelecida por um juiz plantonista em US$ 2.500. Ele considerou que “numa avaliação preliminar, convenci-me de que a acusada não teria agido com dolo ou intenção de causar dano”. O valor foi pago só no dia seguinte, com a participação de familiares e ela está em liberdade vigiada. O homem se recupera num hospital.

A imprensa norte-americana se divertiu com os desdobramentos jornalísticos do caso. Um jornal lembrou que “os tubarões ficaram famosos nos cinemas e na televisão por sua mordida feroz – mas, na verdade, são os hipopótamos que têm a mordida mais forte do reino animal – sabia dessa?”

Outro jornal afirmou que “Lucinda Kinder por pouco não inaugurou uma nova lista de autores(as) de mordidas mortais”.

No Brasil, hoje (26) o site R7 foi espirituoso: “no clima da Páscoa, ela deixou a coelhinha de lado, confundiu os ovos e mordeu o que não devia”. A matéria veio ilustrada com a foto de uma bonita loira – que nada tem a ver com o caso original – mordendo uma linda cenoura.

FRASE

Algumas pessoas teimam em não reconhecer o talento do nosso prefeito. Então, a fim de que morram de inveja, vou lembrar mais uma vez: além de ser classificado como “grande estadista” pela deputada Analice Fernandes, por sinal uma grande piadista, o prefeito Humberto Parini já foi laureado com um prêmio do criterioso Instituto Brasileiro de Verificação de Gestão – IBVG. O resto é intriga da oposição. Por falar em intriga, vamos a uma frase do Mark Twain:

“É melhor merecer uma honra e não recebê-la, do que receber uma que não merecemos!”

(Mark Twain, pseudônimo do jornalista, escritor e humorista americano Samuel Longhorne Clemens, falecido em 1910)

SUTIS DIFERENÇAS

Duas notícias me chamaram a atenção no blog do companheiro Murilo Pohl, que acabo de visitar. A primeira delas diz respeito ao PT de Teresópolis, onde o diretório municipal do partido decidiu romper formalmente com o prefeito Jorge Mário Sedlacek(PT) e entregar todos os cargos comissionados ocupados por filiados na Prefeitura. O prefeito está sendo alvo de uma CPI na Câmara por suspeita de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito. O diretório petista, de seu lado, o acusa de infidelidade aos princípios do partido, quebra de confiança, falta de compromisso com o programa de campanha e graves danos à imagem do PT.

Aqui em Jales, eu mesmo encaminhei ao diretório municipal uma representação contra o prefeito Parini, por desrespeito ao Código de Ética do PT, em, no mínimo, dois casos. Um dos casos é público e notório: trata-se da campanha que o prefeito fez para a deputada Analice Fernandes, nas eleições de 2010, o que é vedado pelo PT. O outro caso é mais grave e ainda não se tornou público, mas, apesar de eu ter encaminhado a representação em novembro do ano passado, não tive nenhuma resposta. O partido, ou a Comissão de Ética do partido, poderia ao menos ter me questionado, para que eu apresentasse provas das acusações que fiz, mas preferiu o silêncio.

A segunda notícia diz respeito à primeira-dama de Campinas(SP), Rosely Nassim Jorge Santos. Um funcionário municipal está sendo chamado pelo Ministério Público para explicar por que ele mora em um imóvel pertencente a uma empresa da primeira-dama, que também ocupa um cargo de secretária na Prefeitura. Não sei o que há de errado nisso, mas, enfim, tudo que envolve primeiras-damas precisa ser visto com cuidado.

Aqui em Jales, duas empresas que foram abertas no mesmo dia e no mesmo endereço(foto ao lado), foram apanhadas no contra-pé, tentando fraudar licitações na nossa Prefeitura, na área da assistência social. Ambas as empresas estavam, ou estão ainda, em nome de pessoas que tinham ligações com a nossa primeira-dama, Rosângela Parini, e, antes de serem apanhadas, já tinham “vencido” duas licitações. Uma investigação bem feita poderia, entre outras coisas, esclarecer a relação entre as empresas e se os serviços foram realmente executados, mas, diferentemente de Campinas, nenhuma providência foi tomada até agora, apesar deste aprendiz de blogueiro já ter citado nomes, endereços e CNPJs, conforme se pode ver aqui.

As duas notícias do blog do Murilo, na íntegra, estão aqui e aqui.

MUNICÍPIOS ESTIMAM QUE VÃO PERDER R$ 27,8 BILHÕES A PARTIR DO DIA 30

Como é sabido, o prefeito Humberto Parini anunciou, no início do ano, convênios no valor de R$ 7 milhões para recapeamento asfáltico. Até agora, no entanto, não consta a liberação desse dinheiro pelo governo federal. E, pelo jeito, não vai ser fácil arrancar dinheiro de dona Dilma, em 2011. Vejam a notícia o EPTV:

Estimativas da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) apontam que o governo federal tem R$ 27,8 bilhões pendentes em transferências ainda não efetivadas às prefeituras, os chamados “restos a pagar”. A partir do dia 30, a transferência desses recursos fica suspensa devido à entrada em vigor do decreto 7.418, que suspende a quitação dessas dívidas, algumas referentes a obras iniciadas em 2007.

Desse valor, segundo a Confederação, pelo menos R$ 6,8 bilhões são de obras que já estão em andamento e podem ter a continuidade prejudicada pelo decreto. O Ministério do Planejamento informou que não há previsão de mudança da data de entrada em vigor do decreto, conforme reivindicam as prefeituras. 

“Os prefeitos estão ficando enlouquecidos. Há obras graves, que precisavam ser feitas, e que tiveram a garantia de pagamento federal. Agora, os prefeitos não estão recebendo e nem sabem se vão receber. A situação dos municípios é grave. Os prefeitos não têm para onde correr”, diz o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski.

“Temos casos de prefeituras que já estão sendo processadas pelas empresas por falta de pagamentos, outras que não sabem se seguem as obras que já começaram. Há uma insegurança total”, afirma Ziulkoski.

O restante dos pagamentos pendentes aos municípios – R$ 21 bilhões -, são referentes a empenhos de obras ainda não iniciadas, segundo a CMN. Nesses valores, estão incluídas emendas parlamentares (como é o caso dos R$ 7 milhões do Parini), que segundo o governo também devem ser atingidas pela contenção de despesas. Projetos já aprovados pelo governo para a liberação de recursos também devem ser atingidos.

“Os prefeitos não têm dinheiro para fechar as contas. Na próxima eleição, se esses cortes se mantiverem, teremos muitos deles criminalizados por conta desta medida”, diz o presidente da CNM.

Bem, é claro que o tal do Ziulkoski está dramatizando um pouco. Afinal, essa CNM fatura uma mensalidade das prefeituras (Jales paga R$ 700,00 por mês) e precisa justificar o que ganha. Mas que a presidenta Dilma não parece muito disposta a abrir o cofre, isso lá é verdade, para desespero das empreiteiras e de alguns prefeitos, que estão esperando essas verbas prá, digamos assim, “morder” um pouquinho.

NOIVOS AUSTRÍACOS SE CASAM PELADOS

Não sei se vocês já ouviram falar, mas dizem que a cantora Simone, quando grava seus discos de estúdio, costuma ficar nua na hora de colocar a voz nas músicas. Ela acha que, cantando pelada, a voz sai melhor. E, não bastasse a história da academia para peladões, conforme post anterior, agora nos chega a notícia sobre um casamento austríaco. Vamos à notícia, que é curtinha, mas interessante:  

“Enquanto o mundo aguarda o “casamento do ano”, de William e Kate, um casal resolveu realizar uma cerimônia bem inusitada: Rene Schachner, de 31 anos, e Melanie Schachner, de 26, casaram-se pelados!

A cerimônia ousada aconteceu em um cartório de Feldkirchen (Áustria). Melanie usou apenas véu, sapato alto e fio-dental da cor da pele. O noivo usou um chapéu.

Para a sessão de fotos, as partes mais íntimas foram cobertas. Convidados e padrinhos estavam todos vestidos.”

ACADEMIA NA ESPANHA RECEBE ALUNOS PELADÕES

A notícia está no Extra on Line:

A onda naturista chegou às academias. Na Espanha, os adeptos dessa prática já podem se exercitar à vontade na rede Easy Gym, que fica em Arrigorriaga.

A iniciativa partiu de Merche Laseca, que viu um bom negócio no ramo depois de fazer uma longa pesquisa. Ela achou que assim conseguiria lucrar e sair do buraco. Mas, na primeira aula, só quatro peladões apareceram. 

– Mas as pessoas que vieram, aproveitaram bem – disse ela ao site da BBC. 

Os frequentadores da Easy Gym recebem toalhas para evitar que o suor suje os aparelhos. A partir de maio, a academia vai abrir aos sábados à tarde e aos domingos só para clientes sem roupas. E a empresária também contratou um professor para oferecer aulas de yoga aos naturistas. Será que a moda vai pegar?

PMAT, MAIS UM FIASCO DO GOVERNO PARINI

Querem mais um exemplo da falta de planejamento do governo Parini? Em abril de 2005, a Câmara de Jales, com os votos contrários dos vereadores Gilbertão e Pêgolo, aprovou uma lei que autorizava o prefeito Humberto Parini a contrair um empréstimo junto ao BNDES, através do Banco do Brasil, para modernização do sistema de arrecadação tributária da Prefeitura.

O valor do empréstimo era de R$ 875.862,00, sendo que o projeto original previa a realização de treinamentos para os servidores da área, a aquisição de veículos, computadores, impressoras, etc., além da construção de um novo prédio para abrigar a secretaria municipal de Fazenda. Transcorridos seis anos da aprovação da lei, apenas os veículos e os computadores foram aquiridos. A construção do novo prédio é mais um episódio que nos dá uma idéia de como funciona o governo Parini.

Inicialmente, conforme vontade do prefeito, a construção do prédio estava prevista para o terreno ao lado do Paço Municipal, na Rua Cinco, onde ficam estacionados alguns veículos da Prefeitura. Depois de quase tudo pronto, inclusive o projeto arquitetônico, o prefeito cismou que não queria mais construir a nova secretaria ali naquele local. Determinou, então, que fosse feito um novo projeto, onde o prédio seria construído na Avenida Jânio Quadros, perto do Comboio, em um terreno que, tudo indica, pertence à Rede Ferroviária Federal.

Pois bem, a primeira etapa da obra – algo em torno de R$ 150 mil – foi licitada no meio do ano de 2008. E, três anos depois, o que temos? Temos isso que pode ser visto nas fotos que ilustram este post. Uma obra que, provavelmente, não será concluída durante o governo Parini. Essa é mais uma pequena demonstração de como, no governo Parini, as coisas são alteradas a bel-prazer do mandatário-mor. Não existe estudo, nem planejamento. Toda a pregação do PT sobre orçamento participativo, democratização das decisões e outras abobrinhas, foram ao lixo. Sobraram apenas as pseudo-vontades de um prefeito que se acha um grande planejador, mas que é incapaz de ter boas idéias.

OPOSIÇÃO DÁ O AR DA GRAÇA: FLÁ QUESTIONA SE UPA ESTÁ SENDO CONSTRUÍDA NO LOCAL IDEAL

A UPA de Votuporanga vai ser inaugurada no sábado

Eu já disse isso, mas não custa repetir. Enganam-se aqueles que contabilizam a instalação de uma UPA – Unidade de Pronto Atendimento, em Jales, como uma conquista do governo Parini. A construção de UPAs é um programa do Ministério da Saúde e todas as principais cidades da região – Votuporanga, Fernandópolis, Jales e Santa Fé do Sul – independentemente de cores partidárias,  receberam recursos para construir as suas. Portanto, ela sairia com qualquer prefeito. A vinda do SAMU, antes mesmo da construção da UPA, essa sim é uma conquista que pode ser creditada ao governo Parini.

Estou me lembrando disso, por três motivos. O primeiro: porque estou vendo que Votuporanga vai inaugurar a sua UPA/SAMU no próximo dia 30 de abril e, pela foto acima, vê-se que a UPA de lá foi construída, aparentemente, em lugar de boa visibilidade e fácil acesso. O segundo: porque vi, um dia desses, uma publicação onde a Prefeitura de Jales e a empresa responsável pela execução da obra, a Engerb Ltda, estão prorrogando o contrato para construção da nossa UPA, por mais três meses.

E o terceiro motivo: pela primeira vez, ouvi alguém questionando se o local escolhido para construir a nossa UPA é o lugar ideal. Foi o ex-vereador Flávio Prandi Franco que, em entrevista ao Jornal do Povo, da Rádio Assunção, criticou a falta de diálogo do prefeito Parini com a sociedade e citou a escolha do local para construção da UPA como exemplo disso. Para Flá, além de diálogo, falta planejamento ao governo Parini.

Construída ao lado da linha férrea, a UPA de Jales está escondida atrás desses dois vagões e o acesso a ela ficará restrito, praticamente, à Avenida Alfonso Rossafa Molina.   

1 1.355 1.356 1.357 1.358 1.359 1.426