BOECHAT CLASSIFICA IMPEACHMENT COMO ‘CONSPIRAÇÃO’ E DIZ QUE ‘NÃO HÁ O QUE COMEMORAR’

BOECHAT

A notícia é do Brasil 247:

Em seu comentário matinal para a BandNews, o jornalista Ricardo Boechat definiu esta quarta-feira, 31 de agosto, como “um dia triste”, horas antes de a presidente Dilma Rousseff ser afastada do cargo pelo Senado Federal. Segundo Boechat, “não há o que comemorar”.

“Qualquer país que tenha que apear do poder um presidente eleito, em uma eleição confusa e cheia de mentiras dos dois lados, mas democrática e direta, qualquer país que caminhe para isso em uma ruptura democrática não pode ser um país que comemore esse tipo de situação”, disse.

“O melhor é que as eleições decidam”, acrescentou Boechat, destacando que “a rigor não há o que comemorar quando a democracia caminha na anormalidade”. “É um dia que eu preferia que não existisse, porque é uma ruptura, um trauma”, afirmou.

Sobre o presidente interino, Michel Temer, Boechat declarou que ele “não terá mais tempo nem álibi para justificar, com a discussão do impeachment, nenhum ato que deixe de praticar dentro daqueles que o país espere que pratique”.

“Acabou o álibi para Temer e seus aliados. É hora dessa gente mostrar a que veio, mostrar que razões motivaram essa conspiração, essa luta política da qual hoje pode sair e sairá vitoriosa”, afirmou. “Temer, comece a mostrar serviço”, cobrou.

9 comentários

  • Choro é livre

    Na ultima eleição, o povo elegeu Dilma e Temer, com 54 milhões de votos, e por erros de Dilma, do Lula e do PT (não vamos discutir, quais?), o Congresso Nacional está tirando Dilma.
    A constituição manda que o vice (eleito pelo povo) assuma um mandato tampão. Não se discute que é o vice, pois ele, tambem, foi eleito em 2 eleições, junto com Dilma alem disso todos sabiam quem ele é!
    Chorar, agora, — que é golpe, culpa de Cunha, culpa dos deputados, traição de Temer, que é uma injustiça, e outros — é esquecer a roubalheira da Petrobras, o desemprego, a crise, juros altos que nós estamos pagando.
    Tenho certeza que se a economia tivesse indo bem, Dilma não sairia assim como Lula não saiu na roubalheira do mensalão.

  • Bozinho

    Que horas começa o Chaves???

  • O CENSURADO

    Senado aprova impeachment de Dilma
    CHORA CARDOSINHO
    O CHORO É LIIIIIIVREEEEEE

  • Ze do trevo

    Chora ALIENADOS
    Vão para VENEZUELA, CUBA ou pqp!

  • puxa mais que puxa

    Vai entender: dos 11 que votaram a favor do afastamento, não votaram a favor da cassação dos direitos políticos….vvvvviiiiiiiixxxxxxxiiiiii tem caroço neste angu

  • Eduardo Cunha... o malvado favorito

    Game over PT…

  • Cadeia para corruptos

    O pior de tudo é que, a cegueira cerebral continua, o povo ao invés de abrir os olhos da mente, alimentam o ódio e a estupidez. Nosso país encontra se devastado por tempestades de corrupções, ninguém é preso, o dinheiro roubado não é devolvido. Enquanto isto, milhares de pessoas adoecem, morrem, sofrem pelos atos de bandidos eleitos por um povo ignorante, e doente mentalmente alienado. Disputa politica não é disputa de uma partida de futebol, o resultado reflete no presente e futuro das pessoas, é desprezivel ver e ouvir, as pessoas defendendo partido politico corrupto.
    Se o Brasil fosse um país sério, Dilma, lula, Aécio, Renan Calheiros, Eduardo Cunha, Gleise Hoffmann, Cesar Maia, Eduardo Paes, e tantos outros, já estariam presos e os bilhões roubados recuperados, mas, estamos no Brasil, onde cargo politico, é quase sempre usado para roubar a população. Por isto e demais coisas, jamais iremos evoluir como nação e país.

  • PMJ

    PERDERAM QUATRO ELEICOES SEGUIDAS. VAO PERDER TODAS AS ELEICOES SEGUINTES.
    DESCOBRIRAM COMO GOVERNAR SEM GANHAR NAS URNAS. E O G O L P E DO DESESPERO.
    SEMPRE TERAO ESPERANCA. A CADA DERROTA NAS URNAS TRAMARÃO UM NOVO GOLPE. E A CADA GOLPE, SERA MAIS UMA DERROTA NAS URNAS. SEMPRE HAVERÁ ESPERANCA PARA OS DERROTADOS.

  • Choro é livre

    PMJ
    Voce elegeu Temer, esqueceu petista?
    Chora, chora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *