BOLSONARISTAS ATACAM JORNALISTA QUE NOTICIOU APOIO DE BOLSONARO A PROTESTO CONTRA CONGRESSO E STF

Destaque para o ataque covarde da deputada mineira, que fez uma insinuação indigna, bem ao estilo bolsonarista, e depois disse que não fez. Deu na Folha de S.Paulo:

A jornalista Vera Magalhães, colunista do jornal O Estado de S. Paulo e apresentadora do programa Roda Viva, da TV Cultura, virou alvo de insultos de bolsonaristas após publicar que o presidente Jair Bolsonaro havia compartilhado no WhatsApp um vídeo de apoio ao ato marcado para 15 de março a seu favor e contra o Congresso.

Em sua conta no Twitter, a deputada federal Alê Silva (PSL-MG) publicou, em resposta a Vera: “E aí, a senhora também está louca para dar… furo”.

Após a frase com insinuação sexual, a congressista negou ter tido essa intenção. “Eu falei de ‘furo jornalístico’. Talvez eu não tenha sido feliz em completar a frase”, disse.

Alê Silva ofendeu a jornalista usando o mesmo termo empregado por Bolsonaro para insultar a repórter da Folha Patrícia Campos Mello no último dia 18.

Procurada pela Folha, Vera afirma que as ofensas não prejudicarão seu trabalho de jornalismo profissional.

“Os ataques pessoais pelas redes sociais não são novidade para mim. Mas eles escalaram muito nas últimas horas, e sempre permeados de insinuações machistas, misóginas e sexistas, como é o padrão quando se trata de jornalista mulher”, diz.

“Não vou deixar de fazer meu trabalho por nenhuma tentativa de intimidação, por parte de nenhum grupo político. Já vivi isso por parte de outros grupos, mas a intensidade, a virulência e a participação de ministros, parlamentares e outras autoridades são inéditas”, completa a jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *