DESFAÇATEZ DE BOLSONARO ENTRARÁ PARA A HISTÓRIA, APONTA EDITORIAL DO ESTADÃO

Em editorial publicado nesta sexta-feira (20), o jornal O Estado de S.Paulo afirma que “foi um espetáculo constrangedor, protagonizado pelo presidente Jair Bolsonaro, a entrevista coletiva realizada na quarta-feira para detalhar as ações do governo no combate ao coronavírus”. 

“Ficará para a história a desfaçatez de um presidente que usa um momento tão delicado da vida nacional para se promover e para inventar inimigos, em especial a imprensa, com indisfarçáveis propósitos autoritários”, diz o texto. 

De acordo com o jornal, na coletiva de imprensa “em que deveria detalhar seus planos contra a pandemia, Bolsonaro gastou energia para tentar jogar a opinião pública contra jornalistas e mentiu mais de uma vez – ao dizer que estava preocupado com o coronavírus desde fevereiro; e ao negar que tenha convocado manifestações contra o Congresso mesmo diante da recomendação do Ministério da Saúde de que não houvesse aglomerações”. 

“De quebra, aproveitou o ensejo para convocar seus apoiadores a fazer um panelaço para se contrapor a mais um protesto contra seu governo, ocorrido anteontem”, diz. “A aflição aumenta ainda mais diante da confirmação de que não temos presidente de verdade, e o que temos tudo faz para atrapalhar o próprio governo e, por extensão, o País”. 

12 comentários

  • Sérgio

    Na História do Brasil vai, mas na dele não. Esse cara não tem História. É um demente eleito por outros dementes.

  • Evandro

    Com tantos problemas que estamos passando, com esse Covid 19, o Sr e a Rede Globo. Só pensa em criticar o governo. Tinha que repensar um pouco sua atitude.

    • Manifestante pró bozo

      Cara você que deveria repensar o seu posicionamento, para de espalhar Fake News, fica na sua casa é se possível dormindo sem mexer no celular, se for compartilhar alguma coisa olha no Google coloca Fato ou Fake pela amor de Deus, seja útil para alguma coisa já que pessoas como você são responsáveis por este desgoverno que não sabe nem usar uma máscara de proteção!

  • SÓ JUMENTO VOTOU EM BOZONARO.

    quem colocou esse BOZO la mesmo? quem esta arrependido ate o calo ne?

  • Bolsominion que ouvi Anta ligado

    Aos idiotas que defendem o Bozo fiquem em casa e façam um favor a sociedade seu bando de imbecis! Vão se fuder pra lá seus anencéfalos, #£¢€¥~√ππ, ×÷¶® e por favor parem de espalhar Fake News, vocês são uma vergonha maior para nossa sociedade!

  • Panelaço, pandemia e pandemoníacos

    Depois da fraca manifestação dos bolsominions contra o Congresso e STF. Agora, os movimentos Povo sem Medo e Frente Brasil Popular, alinhados à esquerda, organizam panelaço contra o Bolsonaro. Seria um troco às manifestações? Vejam a desculpa esfarrapada!
    Em imagem compartilhada em grupos de WhatsApp, as organizações afirmam que o ato ocorre “em defesa da saúde pública, do SUS e por um plano emergencial de assistência popular”. Não é hora para disso! Muito menos, o Bolso convocar seus apoiadores a fazer um panelaço para se contrapor a mais um protesto.
    Fazer politica do quanto pior melhor, neste momento, chega a ser desumano. Pelo menos, no meio da crise, essa esquerda brasileira descobriu um ocupação. Ficar batendo panelas em casa. Demonstra assim que não é tão inútil, pra bater panelas e fazer barulho.
    Está servindo.

  • Policarpo Quaresma

    os bolsominions que já são pequenininhos (inclusive e principalmente seus cérebros) agora estão desaparecendo…

  • Depois do coronavírus virá a crise econômica.

    O jornal queria que Bolsonaro falasse sobre as ações do governo contra o vírus. Ele não sabe nada sobre isso pois ele não é medico. Deixou para o ministro da saúde.
    Bolsonaro sabe que o confinamento da população e o fechamento do comércio, conjugados com o desemprego e a queda da renda, vêm prostrando o consumo e a procura de serviços, até mesmo os essenciais. Sabe depois desta crise do coronavírus virá a crise da falência, do desemprego, etc
    A paralisação de fábricas por falta de insumos e de peças, agravada também pelo confinamento, abate a oferta de mercadorias e serviços.
    Sabemos que as dificuldades aumentam porque o governo está dividido e o presidente segue negando a gravidade da situação (assim como a “amarolinha” do Lula, lembra?) Continua dizendo que a crise está sendo usada pelos inimigos para alijá-lo do poder. Nessas circunstâncias, fica difícil obter um mínimo de eficácia no contra-ataque.

  • Carta de um bolsominion

    Exigem do Jair Bolsonaro o comportamento de um Lord que ele nunca foi nem nunca será. Não foi eleito para portar-se como um Lord, ao contrário, foi eleito para “meter o pé na porta” e exercer a liderança bruta de lenhador, do tipo que escarra e cospe no chão.
    Atente: além de ser um cara comprovadamente honesto, foi o temperamento e a disposição de escancarar o falso jogo político brasileiro que o elegeu. Esta idealização do líder é um grosseiro erro de avaliação da situação política do país. Porque uma vez estando há décadas em meio a uma saraivada de rajadas de tiros interesseiros vindos da ONU, dos Globalistas, do Foro de São Paulo, e de uma gama de militantes ferozes que se locupletaram da coisa pública dentro do nosso próprio país, o cara não desistiu e se destacou como anti-herói nesse jogo. E por isso foi eleito.
    Não queremos outro Bolsonaro. Os eleitores do atual presidente não fazem cara de nojinho para as falas dele porque entendem que ele não é jarro de decoração, ele é o lenhador que meteu o machado na quadrilha do PT quando NINGUÉM nesta bosta de país teve coragem de fazê-lo. Talvez você acompanhe a atuação dele há dois ou três anos, mas eu miro o Bolsonaro desde que ele SOZINHO, E MUITO SOZINHO – lá atrás -, deu um golpe de mestre no PT do Lula que estava prestes a ter nas mãos o comando do SENADO e da CÂMARA juntos. Ou seja, iam ter ainda mais poder do que tiveram. Mas o “lenhador maluco” que cospe no chão foi lá e agiu. Naquele ano venceu o Severino Cavalcante e o PT ficou refém do PMDB. Ruim?
    Certamente que sim, mas, menos pior do que dar poder total àquela quadrilha maligna. Então quando vejo um bando de jornalistas bundões, que choram por dinheiro público a vida inteira, reclamando porque o Bolsonaro falou que o TERRORISTA FOI ASSASSINADO POR TERRORISTAS, logo vejo que fiz a escolha certa: elegi o presidente certo; apaguei toda essa mídia da vida de minha família. Quem faz coro a esta bobajada toda, ou está perdido, ou está mal intencionado. O Bolsonaro é sim um cara preparado, preparado para sofrer e aturar a política atual do Brasil e sobreviver a isso tudo. Nenhum outro aturaria, e a prova disso é que TODOS, LITERALMENTE TODOS POLÍTICOS DESTE PAÍS, compraram ou venderam apoio político antes dele. Mas graças ao nosso “lenhador mal educado” isso ACABOU no Brasil. E só por isso ele deveria ser tratado por todos os brasileiros como a lenda que ele de fato é. Despreparado está ainda uma parte do povo que não consegue enxergar o óbvio: Bolsonaro é o cara! Sim o cara que temos para hoje. Para amanhã talvez possamos ter em Brasília um político que mantenha o viés de política limpa que conquistamos com o atual governo, e que ao mesmo tempo consiga passear na rua sem ser cassado por um bando de alucinados violentos criados às custas de muita doutrinação, de costuras partidárias espúrias que envolveram desde multinacionais do tráfico de drogas a invasores da propriedade alheia. Espero que nossos netos vejam esse dia ser possível. Até lá defenderei o presidente que escolhi, que, em meio a tropeços e corridas, até agora honra o meu voto. Nunca imaginei que pudéssemos vencer, mas vencemos. Nunca esperei que o povo pudesse entender o fenômeno Bolsonaro, e não entende. Mas ainda assim o rabo que está na reta é o dele. ‘E eu dou-lhe muitos créditos pela sua história’. Abração! (autor desconhecido)

    • Rapizodia

      Com todo o respeito, discordo do tal autor e vou dizer porquê! O tal não tem como atestar a honestidade do Presidente se acompanhou sua vida pública. Político ludibriador, enganou sua classe por anos, rugindo no congresso como um gatinho. Pega um único projeto relevante que ele tenha se interessado, não existe! E são 30 anos de vida política. Empregou toda a família, amigos e milicianos usando verbas de gabinete e auxílios que diz não concordar mas se aproveitou. Seus filhos foram tratados como principezinhos com este dinheiro, brincando de fazer intercâmbio e recebendo salários pagos com verba de gabinete pagos por você, pelo tal e eu, sem prestar um único dia de trabalho. Agora vemos está quadrilha responsável pela condução do país fazendo tanta lambança que talvez levemos décadas para resolver. Ah! Não me lembro da atuação dele na eleição do verme do Severino Cavalcante, deve ter sido pífia, mas este foi caçado logo em seguida por exigir propina de restaurante instalado dentro do própria câmara, um espetáculo. Como você observou, enganam-se quem pensa que brasileiro tem memória curta. Eu tenho vergonha desse presidente, sua turba de filhos, mas principalmente daqueles que tentam enganar os demais brasileiros com relatos como esse do tal que infelizmente você compartilhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *