EM JALES, CASOS DE DUPLA FILIAÇÃO JÁ FORAM JULGADOS. MAURINHO PODERÁ FICAR FORA DAS ELEIÇÕES 2012

Aqui em Jales, como já foi informado, nós tivemos 31 casos de dupla filiação, incluindo o caso deste aprendiz de blogueiro, que, expulso do PT, filiou-se ao PPS e apareceu na relação de filiados dos dois partidos. Segundo o calendário, o juiz eleitoral da Comarca, Eduardo Henrique de Moraes Nogueira, teria até hoje para julgar os 31 casos de Jales e os outros 113 casos dos demais 09 municípios vinculados à Comarca, mas, ontem, os processos, devidamente sentenciados, já haviam sido devolvidos ao Cartório Eleitoral de Jales.

Na próxima edição de A Tribuna, os leitores do jornal ficarão sabendo que, no caso aqui de Jales, a imensa maioria dos 31 casos de dupla filiação  está sendo condenada pela Justiça Eleitoral. O pessoal do Cartório não divulgou nomes, mas, sabe-se que prováveis e potenciais candidatos ao cargo de vereador poderão ficar fora do pleito de 2012, caso não consigam reverter – através de recurso ao TRE – as sentenças da Justiça Eleitoral de Jales.

E a verdade é que dificilmente conseguirão reverter a situação, uma vez que muitos deles estariam argumentando – simplesmente – o deconhecimento da lei, alegação que, certamente, não será aceita pela Justiça Eleitoral. Como já mencionei, o pessoal do Cartório fechou-se em copas com relação a nomes, mas o bem informado vereador Macetão comentou, em uma roda de  amigos, que o ex-vereador Maurinho Enfermeiro,  recém filiado ao PT, é um dos que estariam no fio da navalha.

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *