ESCREVINHADOR: FOLHA INVENTA MAIS UM FACTÓIDE

Ontem, pela manhã, no Antena Ligada, da Antena 102 FM, o comentarista Alexandre Garcia manifestando-se sobre fato noticiado pela Folha de São Paulo, edição de domingo, reafirmou sua opinião de que a presidenta Dilma teria agido corretamente ao retirar do seu gabinete um crucifixo e uma bíblia ali, supostamente, deixados pelo ex-presidente Lula.

Na avaliação de Garcia, o Estado é laico, isto é, não tem religião e, portanto, não seria correto que Dilma – a presidenta, não a pessoa física – adornasse o gabinete presidencial com algum símbolo religioso, qualquer que seja ele. É uma opinião discutível. Particularmente, não concordo com ela, mas posso estar errado, já que a minha inteligência de peru novo não chega aos pés da capacidade de percepção e interpretação do Alexandre Garcia. 

 A questão, no entanto, nem é essa. O problema maior é que, segundo o Blog do Rodrigo Vianna (Escrevinhador), a notícia da Folha – já desmentida pela ministra Helena Chagas, via twitter – seria tão falsa quanto a falsa ficha da Dilma, também divulgada pelo jornal. Veja aqui o desmentido noticiado pelo Escrevinhador, e aqui a repercussão no yahoo.

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *