JUSTIÇA VAI OUVIR EM NOVEMBRO AS TESTEMUNHAS DE AÇÃO CONTRA ANDRÉ MACETÃO

jesus e macetãoO juiz da 2ª Vara Judicial de Jales, Marcos Takaoka, marcou para o dia 10 de novembro a audiência de instrução para ouvir as testemunhas da Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual contra o ex-vereador André Ricardo Viotto, o André Macetão.

Para quem não se lembra, em março deste ano o Ministério Público local ajuizou uma ação contra André Macetão, acusando-o de improbidade administrativa e quebra de decoro, por conta das inconfidências que o ex-vereador fez ao gravador de seu ex-amigo Aldo Nunes.

Além de acusar André de improbidade e quebra de decoro, o Ministério Público está pedindo a condenação do ex-vereador ao pagamento de uma indenização de R$ 394 mil, por danos morais coletivos.

Entre as testemunhas que serão ouvidas em novembro, estão o vereador Jesus Martins Batista, o conselheiro da OAB, Carlos Alberto Expedito Britto Neto, e o ex-supersecretário Aldo José Nunes de Sá.

8 comentários

  • TUDO FARINHA DO MESMO SACO.

  • Anônimo

    Rapaz trairá abra trairo contaminou todos desta augusta casa de leis, todos eram amigos do coitado do Macetão, que se fudeu por confiar no SuperAldo!

  • Cidadão

    É verdade que alguns vereadores ajuizaram ação de reparação de danos morais em face o Macetão???

  • Voto barganhado, político sem compromisso com o povo

    aí ano que vem esse pessoal se elege tudo de novo, dando gasolina, churrasco, pagando conta de luz eita jales pedacinho de ordem e progresso

  • Anônimo

    Cardosinho, você para mim e um sarcástico.

  • Santos

    01/09/2015 09h20 – Atualizado em 01/09/2015 09h26
    Câmara aprova redução salarial de vereadores em Pereira Barreto
    Após discussão na Câmara, projeto foi aprovado por sete votos a três.
    Redução representa uma economia de R$ 2,5 milhões aos cofres públicos.
    Do G1 Rio Preto e Araçatuba (TV TEM)
    FACEBOOK
    A Câmara de Vereadores de Pereira Barreto (SP) aprovou nesta segunda-feira (31) a votação do projeto que reduz o salário dos vereadores da cidade, de R$ 5.800 para R$ 1.500. A população compareceu e participou de forma intensa das votações por meio de vaias e aplausos. Depois de muita discussão o projeto foi aprovado por sete votos a três.

  • Mauro

    Deviam aproveitar e levantar a sua aprovação em concurso público em São Francisco, já tão debatida neste ‘blog’ bem como os atos e ligação de seu irmão com certas “Personas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *