OPERADOR DO PSDB É SUSPEITO DE RECEBER PROPINA DE R$ 173 MILHÕES

A notícia é da Folha de S.Paulo:

Mesmo para os números superlativos da Operação Lava Jato, em que propina de R$ 1 milhão parece dinheiro de troco, o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, pode alcançar um marco: ele é acusado de ter recolhido um suborno de R$ 173 milhões em obras da Prefeitura de São Paulo.

Como comparação, uma das maiores propinas da Lava Jato foi relatada pela Andrade Gutierrez na construção da usina de Belo Monte, de R$ 150 milhões. O dinheiro foi dividido entre o PT e PMDB, segundo a empreiteira.

Os valores do que seria o suborno a Paulo Preto foram levantados pela Folha a partir de depoimentos de delatores da Odebrecht, como Carlos Armando Paschoal e Roberto Cumplido, ex-diretores da empreiteira.

Paulo Preto, segundo eles, exigia uma propina de 5% sobre qualquer pagamento feito até 2015 para um pacote de obras chamado Sistema Viário Estratégico Metropolitano, que incluía a Nova Marginal Tietê e o Complexo Jacu-Pêssego.

Delatores ou candidatos a delator de outras empresas que participaram dessas obras, como a OAS e Carioca, estão dispostos a confirmar o pagamento de 5% de propina, segundo a Folha apurou.

Paulo Preto foi diretor de engenharia da Dersa no governo de José Serra (PSDB), entre 2007 e 2010. Ele foi preso pela Polícia Federal no dia 6 de abril, sob acusação de ter desviado R$ 7,7 milhões da obra do Rodoanel, o que nega.

O seu padrinho no PSDB, segundo os próprios tucanos, era Aloysio Nunes Ferreira, que chefiou a Casa Civil no governo Serra e é chanceler de Temer.

7 comentários

  • Políticos e partidos! Cada um, com seus laranjas

    Há muito tempo, todos estão procurando esse bandido chamado Paulo Preto acusado de receber essa grana toda, contratada entre 2008 e 2011, na administração do então prefeito, Gilberto Kassab (PSD), ministro de Ciência e Tecnologia do presidente Michel Temer.
    Muita gente querem prende-lo como os petistas porque tem vários desses (laranjas presos) no partido, como Vaccari, Palocci, Duque, o engenheiro Glaucos da Costamarques, Bumlai, etc que delataram Lula. O PMDB também tem o Rocha Loures, coronel aposentado Baptista Lima, José Yunes, etc que protegeram Temer.
    Os emedebistas ficam quietos porem os petistas querem por na cadeia, Paulo Preto, para ver se tira os seus laranjas

  • Kuka Belludo

    Bota culpa na Dilma e no Lula também. Cambada de coxinhas sem pátria.

  • Povo

    Vou dizer uma coisa os coxinhas vão dizer que é invenção do PT cai na mão da justiça e não virá nada tudo vai ser arquivado,vê se a globosta da algum destaque.

  • Antonio Carlos Pinto

    O MP Paulista vai tratar o caso como caixa dois de campanha e remete o inquérito para a Justiça Eleitoral. Mais do que justo eles tem o sangue azul. Se fosse o pessoal da esquerda já tinha apreendido o Tesoureiro do partido.

  • PSDB e PT INSTAUROU no Brasil a república federativa da ladroagem . Sugiro que os dois partidos se fundam num só. !!

  • A coisa tá preta para o Seu Paulo Preto que ganhou de propina uma grana preta.
    A cor preta sempre aparece com uma conotação negativa,a ”grana-preta” no caso deve ser a única exceção positiva.

  • TODO MENTIROSO OU QUE FALTA COM A VERDADE É UM PINÓQUIO NA VIDA—SE NÃO VEJAMOS:::::—-

    DEM, PMDB e PSDB são os partidos mais corruptos do Brasil, segundo pesquisa.
    Com base em dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral divulgou um balanço com os partidos com maior número de parlamentares cassados por corrupção desde 2000.
    O DEM, com 69 cassações, tem o equivalente a 9,02% de todos os políticos cassados no período de apuração, sendo o campeão. Veja a tabela na página 7 do dossiê.
    Os dados foram computados em 2007 e publicados em 2009.
    MCCE
    O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) — organização da sociedade civil — é integrado por 50 entidades nacionais de diversos segmentos, formando uma rede com movimentos, organizações sociais, organizações religiosas e entidades da sociedade civil.
    Foi responsável pela mobilização da sociedade brasileira em favor da aprovação das duas únicas leis de iniciativa popular anticorrupção no Brasil: a Lei 9.840/99 “Lei da Compra de Votos”, que permite a cassação de registros e diplomas eleitorais pela prática da compra de votos ou do uso eleitoral da máquina administrativa.
    Foi responsável também pela campanha da qual decorreu a aprovação da Lei Complementar 135/10, popularmente conhecida como “Lei da Ficha Limpa”.
    O MCCE Também coordenou a campanha “Corrupção Eleitoral e Saúde Voto não tem preço. Saúde é seu direito!”.
    Atualmente, o Movimento trabalha com o projeto para a Reforma do Sistema Político Brasileiro — mais uma iniciativa popular.

    https://www.contraponto.blog.br/wp-content/uploads/2018/03/DEM-PMDB-PSDB.png

    Inclusive a cúpula da Grande Máfia ( PMDB ) —TEMER, RENAN, CUNHA, JUCÁ, SERGIO CABRAL, JADER BARBALHO. .
    Entendeu Pinóquio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *