PRÁ ESTRAGAR O FINAL DE SEMANA DOS CAMARADAS

 Revirando meus arquivos, à procura de uma foto do velho Canuto, encontrei a foto aí de cima. Se não me falha a memória, ela foi registrada em 2004, no dia em que a Câmara se reuniu – extraordinariamente – para votar o parecer jurídico do então procurador do Legislativo, Lair Seixas Vieira, que impugnou a candidatura de José Devanir Rodrigues, o Garça, ao cargo de prefeito-tampão. Por sinal, o Garça aparece de pé, na entrada da Câmara, conversando com o Doacir Castelli, o famoso Garnizé.

Garça contava com cinco votos – Rivelino, Viola, Tatinha, Gilbertão e Cartucheira – para derrubar o parecer do doutor Lair. Bastaria que seus companheiros de partido – Jediel e Wilson Flumenal – também votassem contra o parecer e Garça seria candidato contra Hilário Pupim, com amplas chances de vitória. Mas ele foi traído pelos seus companheiros de PMDB, que tinham preferência por Hilário.

Mas isso não interessa muito! O que eu queria mesmo é que vocês reparassem no trio que está sentado na primeira fila. Não reconheceram? Então confiram abaixo, mais de perto:

Eles mesmos: os camaradas Murilo Pohl e Martini fazendo companhia ao então candidato a candidato a estadista. O aprendiz de blogueiro também aparece na foto, logo atrás da Ana Maria Saura Rodrigues.

10 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *