JUSTIÇA FEDERAL DE JALES CONDENA ASSALTANTES DE AGÊNCIA DOS CORREIOS DE PARANAPUÃ

A notícia é da assessoria de Comunicação do MPF:

A Justiça Federal em Jales (SP) condenou a 10 anos e cinco meses de prisão um dos envolvidos no assalto a uma agência dos Correios em Paranapuã (SP), ocorrido em novembro do ano passado. Ele e um comparsa foram denunciados pelo Ministério Público Federal por roubo qualificado, com uso de arma de fogo. Os dois foram presos em flagrante após o crime, enquanto dividiam o dinheiro roubado – cerca de R$ 5 mil. O outro assaltante foi sentenciado a sete anos e cinco meses de reclusão. Ambos deverão cumprir a pena em regime inicial fechado.

Os dois condenados foram reconhecidos por uma das vítimas do roubo. Após o crime, eles fugiram em uma moto e foram localizados por policiais militares em uma propriedade na zona rural do município. O bando incluía ainda um adolescente, bem como outros suspeitos não identificados que conseguiram escapar durante a aproximação dos agentes. Além do dinheiro retirado do cofre da agência, os policiais também encontraram com os criminosos a bolsa de uma cliente.

Ambos foram condenados pelo crime de roubo, previsto no art. 157 do Código Penal, agravado pelo uso de arma de fogo e pela participação de duas ou mais pessoas. Em sua sentença, a 1ª Vara Federal de Jales considerou a reincidência de um dos envolvidos – já condenado por tráfico de drogas – para aplicar pena mais elevada. Os réus ainda podem recorrer da decisão, mas não em liberdade, visto que a Justiça também determinou a manutenção da prisão preventiva dos dois.

1 comentário

  • Paranapuense

    Belo exemplo. Parabéns para a Justiça Federal, puniu com rapidez os meliantes.

    Agora se dependermos da polícia civil local aqui estamos perdidos. Poucos funcionários, delegados e outras cidades (já abarrotados de serviço) que são designados para passar por aqui duas vezes na semana, por meio período cada dia.

    Assim, não dá. Lentidão na apuração de crimes, isso dá moral para os criminosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *