VEREADOR ESTÁ ENTRE OS PRESOS DE OPERAÇÃO POLICIAL EM TANABI

A pacata e bucólica Tanabi – onde o nosso historiador Genésio Mendes Seixas foi morar, a lado de sua amada Marina – de vez em quando é sacudida por alguns fatos incomuns. Em 2011, por exemplo, duas mulheres – mãe e filha – foram assassinadas pelos companheiros, que eram pai e filho.

Desta vez, o caso envolve um vereador, preso por suposto envolvimento com tráfico de drogas. Vejam a notícia do G1:

Seis pessoas foram presas – entre elas, um vereador de Tanabi (SP) – durante uma operação contra o tráfico de drogas, furto e receptação de equipamentos agrícolas nesta terça-feira (9). As investigações começaram há um ano. A polícia descobriu que o vereador Gésio Reis da Costa Viveiros e o irmão dele comandavam o esquema. O vereador negou as acusações.

Segundo informações da polícia, eles são investigados por comprar o entorpecente e fazer o pagamento com máquinas agrícolas furtadas na região.

No sítio do vereador, cães farejadores da Polícia Militar fizeram uma varredura em busca de drogas. Um compartimento enterrado, onde seria armazenado o entorpecente, foi encontrado, mas estava vazio.

Em Mirassol (SP) foi preso outro suspeito de integrar a quadrilha. Segundo as investigações, um contador falsificava a documentação para que os equipamentos agrícolas fossem transportados para Mato Groso. Na casa dele foram recolhidos carimbos e talões de notas fiscais.

Em Bady Bassitt (SP) um fazendeiro foi preso. De acordo com a polícia o homem, que também tem propriedades rurais no Mato Grosso, faz parte do esquema. Na casa dele foi apreendido um revólver calibre 38 e munições. Em Pacaembu (SP), região de Presidente Prudente (SP), outras duas pessoas foram presas suspeitas de serem os ladrões das máquinas agrícolas.

A operação é realizada pela Polícia Civil de São José do Rio Preto (SP) e ganhou o nome de “Aves De Rapina”, uma referência às equipes da DIG e Dise, que trabalham no caso. No total, nove pessoas foram presas, seis nesta terça-feira (9) e outras três durante as investigações. Os presos devem ser transferidos para o CDP de São José do Rio Preto (SP).

Mais detalhes sobre o caso podem ser conferidos no Diário da Região.

2 comentários

  • Prenderam as aves de rapina

    Parece que a policia civil esta’ trabalhando igual a policia federal inclusive colocando nome na operaçao
    Depois de 1 ano de investigaçao, certamente deu para reunir muitas provas.
    Vai ser dificil para esses criminosos se defenderem

  • boa tarde amigo,
    mais uma da nossa região kkkkk
    a prefeita de potirenda-sp disse que vai cortar um pouquinho da educação e da saúde para fazer festa
    tem vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *