ELOGIO DÁ MAIS PRAZER QUE SEXO

Pelo menos nos Estados Unidos é assim. Pesquisas feitas com 282 estudantes universitários americanos mostraram que, para eles, é muito mais importante um afago na autoestima (como receber um elogio ou uma avaliação positiva) do que dedicar-se a outras atividades prazerosas, tais  como, fazer um sexozinho básico, saborear a bebida predileta, degustar a comida preferida, encontrar o melhor amigo para um bate-papo e/ou outras coisas frugais.

Se a pesquisa fosse feita aqui no Brasil, entre os políticos, o resultado seria o mesmo. Reparando bem, aqui em Jales, por exemplo, tem político que adora elogios e, de outro lado, não sabe conviver com as críticas.

A notícia sobre a pesquisa está no site EthosOnLine.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *