TOMAR SOL NO PERÍNEO VIROU FEBRE

A posição realmente não é das mais cômodas. E de hoje em diante, quando você for mandar alguém tomar “naquele lugar que não toma sol”, é melhor se certificar de que a pessoa não anda praticando o tal bronzeamento do períneo.

A notícia é do UOL:

Não deve ser à toa que o períneo fica no lugar mais escondido no corpo humano, onde é preciso fazer muita ginástica e perfomance para deixar que o sol o atinja. Bem, algumas pessoas estão sendo digitalmente influenciadas a fazerem o tal esforço.

E, em uma posição que não parece exatamente confortável, elas têm posado para fotos enquanto tomam sol no períneo e na região anal. Pois é.

Tudo começou com um post da influencer Meagan, que tem 24 mil seguidores no Instagram. A influencer postou uma foto em que, com as pernas para cima e nua, “bronzeava” a região anal. Em sua descrição na rede social, Meagan se diz professora e praticante do tantra.

“Tomar sol no períneo é uma prática ancestral taoísta. Nessa crença, ele é chamado de portão da vida e da morte. É um portal por onde a energia entra e sai do corpo”, diz Meagan, explicando que aprendeu isso em estudos do Tantra e Taoísmo. Segundo ela, tomar sol na região dá força, energia e longevidade ao corpo físico, além de aumentar a criatividade e magnetismo e balancear a vida sexual.

Ela conta que começou a praticar há alguns meses e com cinco minutos de sol no períneo por dia, se sente energizada por horas. “Não acredito em café, pego energias do sol.” Ainda diz que tem dormido melhor. O principal conselho é que a prática seja feita de 30 segundos a no máximo 5 minutos por dia. A ideia, ela frisa, não é bronzear o ânus.

2 comentários

  • Thiago

    Deve ser por isso que o sol anda escondido esses dias, coitado

  • Krish

    Não sei quais livros de Tantra, taoismo, kundalini etc ela lei, poderia citar as referências, pois em minhas leituras dos mesmos nunca vi nada que se referi-se a isso. Para energizar o corpo prefiro a prática do Sun gazing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *