A NOVA SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA, MAIS UMA “OBRA” DO ESTADISTA

Já escrevi sobre esse assunto, mas aproveito o feriado, quando não se tem grandes novidades, para voltar a ele. O lançamento da pedra fundamental – uma especialidade do secretário Shimomura – aconteceu em abril de 2009, mas a novela que envolve a construção do prédio da foto começou em abril de 2005, quando o prefeito Humberto Parini conseguiu a aprovação da Câmara – com votos contrários do Pêgolo e do Gilbertão – para buscar um empréstimo junto ao BNDES, visando à modernização do setor de tributação da Prefeitura. Coisa de R$ 875 mil.

Do total acima, cerca de R$ 150 mil foram investidos na construção da nova sede da Secretaria Municipal de Fazenda, uma idéia genial do nosso premiado estadista, que permanece inacabada. Em princípio, o estadista havia determinado a construção da nova Secretaria bem ao lado do prédio do Paço Municipal, no espaço que serve de estacionamento para os carros da Prefeitura. Depois de pronto o projeto, o nosso pequeno gênio resolveu mudar tudo, após perceber que os carros, inclusive o dele, ficariam sem lugar para estacionar.

Escolheu-se, então, um novo local e determinou-se que fosse feito um novo projeto, mais de acordo com o terreno escolhido pelo prefeito, entre o comboio e a estação ferroviária. Agora, vejam vocês: enquanto algumas pessoas defendem a idéia da centralização, por exemplo, dos órgãos da Justiça em um único local – a chamada Cidade Judiciária – o nosso estadista, na contramão, faz exatamente o contrário.

E o que é pior: passados mais de seis anos do início da novela e mais de dois anos do lançamento da pedra fundamental, a nova Secretaria Municipal de Fazenda continua sendo apenas um esqueleto, como se pode ver pelas fotos que ilustram este post. Seguramente que o estadista vai deixar para o seu sucessor a incumbência de concluir o monstrengo que ele, sem consultar ninguém, inventou. Resta saber se os próximos prefeitos vão querer dar sequência a essa “idéia de jerico”. 

9 comentários

  • Anônimo

    Seria tão simples fazer isso ao lado da Prefeitura, era só fazer um ”sobrado” em baixo seria uma garagem coberta e em cima a Secetária,tipo um Prédio com sua garagem,mas….. fazer o que né é Jales rs

  • chico

    Quanto a obra parada acho que está errado, mas em relação ao local nada contra, melhor um predio público em terreno público que sem tetos em terreno público.

  • Patrícia

    Pois é, concordo com o primeiro comentário. Por que não fazem um prédio logo, com garagens não só no subsolo e no térreo, com cada andar uma repartição publica. É tão difícil projetar algo parecido?

  • Eduardo

    E eu que imaginava que era a construção da nova Secretaria de agricultura… Um projeto mais adquado e o que mais avança pelo ponto de vista,sendo o mais correto é o da cidade Universitaria. Um visionário já deve ter percebido que os tempos são outros, se a cidade Judiaciaria Sair do Papel, naturalmente que se tera que construir a cidade Administrativa e Universitaria, os 3 principais polos de desenvolvimento. Fernandópolis e Votuponranga já possui as Cidades Universitárias, mas no caso de Jales, Teria que construir suas Cidades em Espaços Estratégicos devido a faculdade particular e a Estadual e a Federal, na questão de diminuição de custos e ter maior capacidade de eficiencia e eficacia, assim como a cidade Administrativa. A construção destes espaços se identificam uma vez que seria imposivel continuar administrando um municipio sem grandes investimentos com o mesmo aporte do tamanho de bairros….O planejamento de um municipio como Jales ainda pode orquestrar desenvolvimento e progresso basta ter visão de desenvolvimento e não politicagem pra fazer as coisas pela metadade, sendo preciso atualizar a maneira de administrar entre obras, serviços, pessoas, parte financeira e de produção, dentre as melhores formas de Administrar….

  • Eduardo

    Cidade JUdiciaria acima

  • Eduardo

    Todos Sejamos primeiro a Favor da construção dda Cidade Universitaria, onde pelo menos alguem soube dar valor a uma ideia de um projeto consistente e inovador, e pela animação de algumas pessoas em querer fazer sair do papel…. Parabéns aos Idealista….

  • chico

    Neste mandato, se construissem uma Cidade Universitária Pública, teria coragem de votar até no Shimnomura.
    Como isto não acontecerá, estou livre deste crime

  • Anônimo

    Onde teremos cidade universitária?

    Jales já perdeu o bonde político!

    Fernandópolis e Votuparanga já sairam na frente!

  • Anônimo

    Essa obra vai estar toda degradada antes de acabar. Que desperdicio de dinheiro público. É ai que estão nossos impostos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *