ABRIGO PARA MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA PODE FECHAR POR FALTA DE APOIO DA PREFEITURA

Somente agora, em julho, o prefeito Humberto Parini mandou para a Câmara Municipal os projetos-de-lei que autorizam a Prefeitura a conceder ajuda financeira a algumas entidades locais. É o caso, por exemplo, do projeto-de-lei 093/2011, que visa conceder subvenção social de R$ 2 mil mensais e ceder recursos humanos à Associação Comunitária Moriah de Jales.

Pode ser, no entanto, que a benevolência do prefeito tenha chegado tarde. Segundo informações seguras, a Casa Abrigo para Mulheres Vítimas de Violência Doméstica, mantida pela Associação Moriah, está prestes a ser fechada. Um dos motivos, é exatamente a falta de apoio do nosso  premiado estadista. No ano passado, a Câmara aprovou um projeto parecido, mas, segundo consta, somente em março deste ano a Prefeitura resolveu repassar alguns caraminguás para a Moriah.

E o que é pior: além de não repassar o dinheiro prometido, a Prefeitura  teria exigido que a Moriah prestasse contas de um dinheiro que ainda não havia recebido. Uma situação absurda, mas como me foi relatada por pessoas confiáveis, não vou duvidar.

As outras entidades agraciadas com a benevolência do prefeito “Balança-Mas-Não-Cai” são as seguintes: AVCC (07 parcelas de R$ 2.857,00);  APAFUJ (12 parcelas de R$ 1.000,00);  AACAJ (24 parcelas de R$ 1.292,00);  Lar dos Velhinhos (12 parcelas de R$ 1.915,00);  Lar Transitório (12 parcelas de R$ 458,00);  Associação Anti-Alcoólica (12 parcelas de R$ 800,00); e SACRA (24 parcelas de R$ 2.500,00).

Um único problema deve estar preocupando essas entidades: existe uma distância muito grande entre a Câmara aprovar a ajuda e a Prefeitura realizar o repasse da grana.    

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *