AGENTES DE ENDEMIAS DESISTEM DO EMPREGO E JALES CONTINUA SEM EQUIPE DE COMBATE À DENGUE

Vejam vocês o resultado da incompetência. O vice-prefeito Clóvis Viola está, nesse momento, sendo entrevistado pelo Jornal do Povo, da Rádio Assunção. O tema, mais uma vez, é a dengue e a leishmaniose. E ele fez uma revelação interessante.

Como já se sabe, apenas 32 pessoas se inscreveram para o processo seletivo realizado pela Prefeitura para contratação de Agentes de Endemias. Eram 20 vagas, mas somente 12 candidatos foram aprovados. Agora, a novidade dita por Clóvis: entre os 12 aprovados e convocados, pelo menos a metade já desistiu do emprego.

E sabem por quê? Porque a Prefeitura de Jales paga um dos salários mais baixo da região para os Agentes de Endemias e os Agentes de Saúde: cerca de R$ 535,00 por mês, o que está abaixo do salário mínimo. Uma vergonha! O prefeito, evidentemente, não está nem um pouquinho preocupado com o salário dos agentes. Enquanto isso, Jales continua sem equipe de combate à dengue.

E o vice-prefeito disse outra novidade que o preocupa : neste final de ano, em função da contenção de gastos determinada pelo prefeito Parini, não será possível roçar o mato de terrenos baldios, o que poderá colaborar para a proliferação do Aedes.

5 comentários

  • Fer

    O que me preocupa é essa Leishmaniose. As pessoas ainda não tem noção do quão perigoso é essa doença, infelizmente. Morro de medo de um surto, minha parte eu faço, mas isso não é suficiente, já que meu vizinho não colabora. Muito complicada a situação, ainda mais sem os agentes de endemias.

  • Anônimo

    ISSO É PORQUE NOS TEMOS UMA CAMBADA DE VEREADORES QUE NÃO SERVE PRA NADA,Põe ELES PRA TRABALHAR O DIA INTEIRO NO SOL POR 535,00 REAIS ,OU O NOBRE PREFEITO…….

  • Anônimo

    INFELIZMENTE OS AGENTES DE SAUDE E CONTROLE DE EDEMIAS NÃO TEM NINGUEM QUE LUTE POR ELES.

  • saúde do povo

    Tem PSF que está para fechar por falta de equipe de atendimento. Alguns estão sem enfermeira, outros sem agentes e assim a coisa vai ficando horrível para nós cidadãos. Será que ninguém pensou em contratar primeiro os aprovados no concurso para depois demitir aqueles que trabalhavam nos PSF´s? O Parini e sua equipe dão exemplos de imaturidade a cada dia.

  • Alexandre Ribeiro (Carioca)

    então te faço uma pergunta, Valdir: por que a Aderj conseguia manter os seus apaniguados, se era a Prefeitura que repassava a verba das esferas superiores?É suspeito imaginar que nesse mato tem mosquito (ou cachorro, sei lá)?

Deixe uma resposta para Fer Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *