CÂMARA DEVOLVE R$ 200 MIL À PREFEITURA PARA AQUISIÇÃO DE ÔNIBUS

(por Roberto Timpurim)

A Câmara de Jales, através de seus vereadores, fez a entrega de um cheque no valor de R$ 200 mil ao prefeito municipal Humberto Parini referente à devolução de recursos. O superávit de recursos é fruto de um trabalho de economia realizado pelo Legislativo Municipal.

O cheque foi entregue em um ato no gabinete do prefeito, nesta sexta-feira, 02, às 9h, com a presença do presidente da Câmara, Claudir Aranda (PDT), e dos vereadores Rivelino Rodrigues (PPS), Luiz Henrique Viotto (sem partido) e Osmar Pereira Rezende (PMDB).

Segundo o presidente da Câmara, o valor do cheque é parte do compromisso que foi feito com a administração para adquirir um ônibus. Claudir reafirmou o compromisso social do Legislativo para com o setor da saúde e que a aquisição vai melhorar as condições dos pacientes que viajam para Barretos em busca de tratamento médico.

Claudir destacou que a economia se deu através de um trabalho conjunto, desenvolvido pelo Poder Legislativo e que os Nobres Edis e funcionários usaram apenas o que foi estritamente necessário para o bom andamento dos trabalhos. “Só foi possível fazer esse repasse graças à compreensão dos vereadores e nossos colaboradores, que entenderam nossa proposta e se prontificaram a reduzir gastos, o que viabilizou a devolução dos recursos”.

11 comentários

  • H. Romeu Pinto

    Esperamos que o Sr. Estadista compre logo o tão sonhado Ônibus decente para a saúde, porque aquela jardineira velha e enferrujada que hoje faz o itinerário deveria servir pra levar os cantores Bosta e Ronny aos seus horríveis shows.

  • Neguéba

    Só que eu lembro, foram no mínimo quatro ou cinco ônibus que seriam comprados com dinheiro devolvido pela câmara. Ou seja, ou estão nos enganando ou onde estão enfiando tantos ônibus? Até ônibus da Jauense já pagaram para transportar os pacientes.

  • chico

    Que comprem um ONIBUS e não um caminhão de transportar bois.
    Se andarmos pelo estacionameno do Hospital de Barretos veremos que o pior ônibus é o de Jales.

  • Anônimo

    Espero que compre um ônibus que o motor esteja bom. A prefeitura costuma comprar veículos de 2a mão que chega em péssimo estado.

  • APONTADOR

    Vai ser pra frazer acerto novamente do primeiro escalão?

  • TRIPÉ

    Executivo + Legislativo = uma mistura perigosa …

  • TRIPÉ

    Tá cheirando pólvora

  • Anônimo

    Não é nada bom ver essa “devolução” ao executivo. Ao invés de economia, podemos chamar isso de INCOMPETÊNCIA. Porque se o Poder Legislativo realmente estivesse com vontade de trabalhar para o povo de Jales, que é a verdadeira, porém utópica, função que tem, saberia utilizar esse dinheiro que estão “devolvendo” para um trabalho de verdade.
    Cardosinho, crie um post para debater este assunto, se achar que seja importante.

  • Anônimo

    Esse foto me deixa triste… cadê a independência dos poderes!

  • Anônimo

    Tem sido MITO muitas coisas nessa vossa cidade, que um dia já gostei de estar para trabalhar. conheci muita gente boa nesse (ex)maravilhoso recanto. Uma administração sem compromisso com seu POVO. Uma contradição quando se diz que é administrada pelo Partido dos Trabalhadores. Cadê os movimentos populares de verdade? Cadê o POVO dessa cidade? Até quando vão aguentar, aturar esse tipo de desmandos? Já passou da hora do POVO agir, de verdade e não ficar só com reclamaçõezinhas aqui e ali. É hora de ir às ruas, e tomar os espaços públicos e mostrar para esses pseudopoderosos de quem realmente é a cidade. Povo de Jales, procurem os articuladores populares da cidade e façam realemente uma revolução aí e não fiquem apenas na retórica, na reclamação. Não parem de se manifestar nos espaços democráticos como esse blog, mas precisam movimentar outros músculos além dos que usam para digitar algumas palavras. Se houver algum movimento legítimo, tenho certeza que outros movimentos, inclusive de outras cidades se juntarão à vocês. Estamos à disposição se for o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *