CÂMARA RECEBE ABAIXO-ASSINADO DE PROFESSORES DO MUNICÍPIO

(por Roberto Timpurim)

Um grupo formado por aproximadamente cem professores estiveram no Plenário da Câmara de Jales para reivindicar a aprovação do Projeto de Lei nº 05, que institui o Estatuto, Plano de Carreira e a Remuneração dos Profissionais do Magistério Púbico da Educação Básica do Município. 

Após a sessão, os vereadores atenderam o grupo de professores que, na oportunidade, entregou um abaixo assinado com mais de 120 assinaturas, onde os profissionais da educação solicitam a aprovação do referido projeto e que estão de acordo com a adequação proposta pela administração. 

O projeto encontra-se na CCJ – Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Legislação Participativa, que é composta pelos vereadores: Presidente Aracy de Oliveira Murari Cardozo(sem partido), vice-presidente Rivelino Rodrigues(PPS) e relator Sérgio Yoshimi Nishimoto(PTB). Segundo os membros da comissão o projeto é complexo e exige tempo para análise e possíveis emendas. 

O presidente da Câmara de Jales, Claudir Aranda, afirmou que o referido projeto terá sua inclusão na ordem do dia da próxima sessão ordinária. “Os prazos previstos no regimento da Casa para a análise e parecer pela CCJ já estão esgotados, portanto, pretendo cumprir o regimento e incluí-lo na pauta para deliberação em plenário”, ressaltou Claudir.

6 comentários

  • Anônimo

    em quanto isso nós da saúde não temos nada!!!
    eo sindicato será que fechou? kd o zé luis q não esta fazendo nada a favor dos funcionários….

  • Pardal

    “Um grupo (…) estiveram”?? Típico do Roberto Timpurim. E olha que é professor eim.

  • Flor

    A luta dos professores pelos seus direitos é longa e antiga. Jamais os professores criticaram outro setor por receber benefícios, ao contrários, a categoria se uniu e foi em busca dos seus direitos.
    Está na hora do restante do funcionalismo da prefeitura arregaçar as mangas e lutar pela formulação do seu estatuto e não sentar no rabo e ficar falando mal de uma categoria que sempre se uniu e lutou pra conquistar o que tem.
    o que os professores estão pedindo no Estatudo não é nada mais do que o mínimo que os mesmos precisam para trabalharem com segurança e dignidade.
    Se o pessoal da saúde ta achando ruim, que se unam e formule o seu próprio estatuto e não tente derrubar os projetos dos professores…
    ë pra acaba mesmo isso… só numa cidade como Jales pra ter gente com pensamento tão pequeno…

  • Anônimo

    eu acho q prefeitura tem q ser direitos iguais.
    educação tem bônus no fim de ano,tem abono salarial de mais de 200,00 reais mensais,e agora mais esse projeto de lei.
    flor vcs tem direto com certeza,oq eu to falando são os demais funcionários q não tem nem um beneficio.
    sindicato tem q correr atras dos direitos de todos os setores e não apenas EDUCAÇÃO.
    tem muitos funcionários q recebe menos de 500,00 reais mensais vcs acha certo isso?
    enquanto isso educação recebe esse valor só de beneficio por mes!!!

  • Anônimo

    Concordo!!!

    A saúde tem que lutar!

    Acho que a primeira luta é pra limpar a prefeitura de tantos cargos de confiança, depois é pra abrir a caixa preta e ver onde estão gastando, ai lutar pra melhorar o salario!

  • Timpa

    Pardal, obrigado pela observação! Já fiz a correção. Porém, olha como você escreveu “eim”. Quem escreve assume o risco de errar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *