EMPRESA CONVIDADA POR PARINI JÁ “PARTICIPOU” DE LICITAÇÃO FRAUDULENTA EM JALES

A empresa S.Point Consultoria S/C Ltda, da cidade de Campinas, uma das consultorias “convidadas” pelo prefeito Humberto Parini para uma licitação promovida em 2008 pela Prefeitura de Jales, já participou de um outro certame licitatório realizado em fevereiro de 2004, quando Hilário Pupim era o prefeito.

A licitação – vencida pela empresa Paulo de Tarso Carosio-ME, de Bebedouro – foi alvo de investigação do Ministério Público e resultou na condenação, já em segunda instância, da empresa vencedora e dos três servidores municipais  que integravam a Comissão de Licitação. Curiosamente, o Tribunal de Justiça-SP inocentou, por falta de provas, o então todo-poderoso secretário de Finanças, Ézio Assunção de Lima. O então prefeito Hilário Pupim também foi inocentado, pois, quando ele assumiu o cargo, em substituição ao falecido José Antonio Caparroz, a licitação já estava em andamento.

A empresa S.Point Consultoria S/C Ltda também foi inocentada. Um de seus sócios alegou que nem conhecia Jales, negando qualquer participação no certame licitatório e afirmando que a assinatura atribuída a ele na proposta apresentada à Prefeitura de Jales era falsa. O crime perfeito não existe, mas, nesse caso, o que motivou a investigação do Ministério Público foi uma falha elementar: o fraudador constou, nas três propostas, a cidade de Bebedouro como endereço, mas apenas a ganhadora – Paulo de Tarso Carosio-ME – era daquela cidade. A S.Point Ltda, como já dito, é de Campinas, enquanto a terceira empresa era de São José do Rio Preto.

15 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *