ESPECIATO NÃO GOSTOU DO ADIAMENTO DA VOTAÇÃO DE PROJETOS PARA VENDA DE IMÓVEIS

Na sessão da Câmara, desta segunda-feira, o vereador Luís Especiato manifestou algum descontentamento com o adiamento da votação dos projetos em que o prefeito Humberto Parini solicita autorização para vender oito terrenos da Prefeitura. Segundo o vereador, o pedido de adiamento feito pelo tucano José Roberto Fávaro é legítimo, mas eventuais novos adiamentos poderiam significar mera “frescura”.

Especiato justificou seu ponto de vista, alegando que o dinheiro arrecadado com a venda dos terrenos será investido na melhoria dos Distritos Industriais, conforme promessa feita pelo prefeito Parini na mensagem que acompanha os projetos. Caso todos os oito imóveis sejam vendidos, os cofres da Prefeitura serão reforçados em cerca de R$ 500 mil.

Não sei quais motivos teriam levado Jota Erre a pedir o adiamento, mas pode ser que o vereador tucano não tenha acreditado na promessa de Parini. E, caso tenha sido esse o motivo, ele fez muito bem. Afinal, apesar de prometer aplicar o dinheiro nos Distritos Industriais, Parini não incluiu nos projetos-de-lei nenhum artigo que garanta o cumprimento da promessa. E, conhecendo bem o prefeito, seria um pouco arriscado acreditar que o dinheiro vá ser mesmo investido nos Distritos Industriais.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *