JALES NÃO CONSEGUIU GERAR EMPREGOS EM OUTUBRO

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, anunciou nesta sexta-feira (desconfio que pela última vez!) os números do emprego no Brasil, relativos a outubro. Mas, para nós, o que interessa mesmo são os números de Jales e da região. Então, vamos a eles!

Em outubro, Jales não conseguiu gerar novos empregos formais, muito pelo contrário, o saldo do mês foi negativo. O número de contratações (271) foi menor que a quantidade de demissões (276), o que resultou em 05 empregos fechados. Apenas à guisa de comparação, todas as nossas vizinhas tiveram resultado positivo. Fernandópolis (saldo positivo de 87 novos empregos), Votuporanga (64), Santa Fé do Sul (37) e até Palmeira D’Oeste (02) tiveram melhor desempenho que Jales.

Mas esse não foi o pior outubro da era Parini. Em outubro de 2007, foram fechados nada menos que 41 empregos. Em 2005, fecharam-se 99 postos de trabalho, mas, nesse caso, devemos dar um desconto, pois era o primeiro ano do estadista. Em 2008, o resultado de outubro também foi negativo. Positivo mesmo, somente em 2006 e 2009.

É sempre bom mostrar isso, pois um dos principais motes das campanhas eleitorais do prefeito Humberto Parini foi justamente a geração de empregos. O candidato Parini prometeu incentivar a criação de empregos, principalmente para os nossos jovens, que, depois de se formarem em alguma profissão, são obrigados a deixar a cidade por falta de oportunidades. Como se pode ver, era só mais uma promessa eleitoral.

1 comentário

  • comerciante

    Bom se não teve emprego ja procuraram saber qto ao DESEMPREGO? Então todos funcionários do comécio jalesence oram para não perderem seus empregos, pois o comércio esta mais parado que mosca na sopa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *