JORNAL DE JALES: PAC 2 DE DILMA IGNORA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DO PT

No Jornal de Jales desse domingo, a coluna Contexto, escrita pelo jornalista Deonel Rosa Júnior, faz uma oportuna reflexão sobre o fato de Jales, administrada pelo PT, estar “esquecida” pelo governo petista da presidenta Dilma. Vamos a alguns trechos do que foi escrito pelo analista:

Como se sabe, a presidente esteve em São José do Rio Preto para entregar 1.993 casas do programa “Minha casa, minha vida” e liberar R$ 122 milhões em obras para municípios da região.

Curiosamente, entre os municípios beneficiados com obras do PAC 2 estão Rio Preto (R$ 62 milhões e 500 mil), Barretos (R$ 15 milhões e 500 mil), Catanduva (R$ 25 milhões e 400 mil), Olímpia (R$ 13 milhões e 500 mil) e Tanabi (R$ 5 milhões e 900 mil).

Mais estranho ainda é que Rio Preto é governada pelo PSB, Barretos pelo PTB, catanduva pelo PSDB e Olímpia pelo DEM. O prefeito de Tanabi está sem partido, mas também era do DEM.

Ou seja, Jales, o único município governado pelo PT em uma distância de 300 quilômetros, de Araraquara até Rubinéia, ficou fora da distribuição do pacote presidencial de bondades, o que é absolutamente incompatível com o histórico partidário do prefeito e importância do partido em nível regional.

E por aí vai…

Para o respeitável jornalista, o problema está no governo petista da presidenta Dilma, que não se sensibiliza, entre outras coisas, com a trajetória política do atual prefeito. Com todo o respeito à opinião do Deonel e com o conhecimento de quem viu a administração por dentro, vou me permitir um reparo à brilhante análise do jornalista: o problema, em verdade, não está no governo Dilma, mas na incompetência e na falta de vontade política do prefeito.

O ex-presidente Lula cansou de dizer que o governo federal tem dinheiro sobrando, mas, para ganhar uma fatia do bolo, as prefeituras precisam apresentar bons projetos. E vocês sabem quem planeja, pensa, ou faz projetos na Prefeitura de Jales? Ninguém! Então, como esperar que a presidenta Dilma libere dinheiro para nossa cidade?

O único projeto que o prefeito conseguiu “pensar” (a idéia original é do Marçal), nesses anos todos, foi o dos viadutos, mas falta-lhe a vontade política para correr atrás. E, pelo jeito, falta-lhe também tempo, já que o prefeito, nos últimos anos, vem se dedicando praticamente em tempo integral à salvação de sua própria pele.     

4 comentários

  • Professor

    Verdadeiramente tem hora que não queria ser católico, esse nosso Bispo Demétrio deixa a desejar, puxa saco do Parini e Petista!!! Dê uma olhada neste video…
    http://youtu.be/TQf5LpIu7Qw

  • Anonimo

    E na mesma edicao há os seguintes dizeres: “O PREFEITO
    Humberto Parini, pelo que já trabalhou pela criação e crescimento do PT, merece melhor tratamento de Brasília. Ele foi um dos fundadores do partido, sempre deu a cara a tapa defendendo suas idéias, disputou (e perdeu) as eleições de l982, 88 e 2000 só para manter o PT vivo, elegeu-se em 2004 e reelegeu-se em 2008”.

    Detalhe:
    1) ser o fundador do partido – OK!
    2) defendendo “suas ideias” – só se for as da primiara – dama e suas em particular, pois o que temos visto há pouco nada tem a ver com o PT.
    3) “manter o PT vivo”? Sem comantários …

    Quem deveria ter sido expulso do Partido é o “estadista” aí …

  • Anônimo

    Que dá de nós jalesenses!

  • Anônimo

    Que pena que a Dona Dilma se esqueceu da gente. Realmente estamos vivendo a “Era do Gelo”… Fernandópolis está crescendo e desenvolvendo, Votuporanga nem se fala. Em breve Santa Fé do Sul pode se desenvolver… mas nós estamos na “geladeira”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *