JOTA ERRE SERÁ O PRESIDENTE DA CEI DA MERENDA ESCOLAR

O tucano José Roberto Fávaro, o Jota Erre, foi escolhido para presidir a CEI da Merenda Escolar, que vai investigar os indícios de superfaturamento na quantidade de refeições fornecidas nas escolas de Jales e as supostas irregularidades no cardápio da alimentação escolar. O cargo mais importante da CEI, o de relator, foi entregue ao petista Luís Especiato, o principal defensor do prefeito Humberto Parini na Câmara. Já o pepessista Rivelino Rodrigues foi escolhido para a vice-presidência, mas poderá ser substituído, caso seja levantada a hipótese de suspeição do vereador. Uma irmã de Rivelino  ocupou o cargo de chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Educação – setor responsável pela fiscalização da merenda escolar – até agosto de 2009. 

A CEI deverá investigar o fornecimento da merenda, desde o início da terceirização, em abril de 2006, até o final de 2010. O contrato com a empresa Gente Nutrição Ltda previa o fornecimento de 5.300 refeições diárias, mas, no segundo semestre de 2008 e no primeiro semestre de 2009, a média diária ficou acima de 8.500 refeições. Em setembro e novembro de 2008, os alunos das escolas municipais “consumiram” mais de 9.000 refeições diárias. Provavelmente, a “fome” aumentou por conta das eleições municipais daquele ano.

Curiosamente, um ano depois, nos mesmos meses de setembro e novembro, só que de 2010, a média caiu para cerca de 6.100 refeições diárias, ou seja, por volta de 2.900 refeições a menos, POR DIA. Sabem quanto significa isso no final do mês, a preços de hoje? Significa a bagatela de R$ 100 mil. Querem mais um indício de que houve superfaturamento? A própria Prefeitura, ao abrir uma nova licitação, em 2010, calculou o consumo diário em 6.450 refeições. Foi em cima desse número (6.450 refeições diárias) que a nova contratada – a Starbene Refeições Ltda – apresentou sua proposta.

Como se vê, o relator Luís Especiato – o principal defensor do prefeito, sempre é bom repetir – vai ter que fazer muita mágica, se quiser nos chamar de idiotas.

Em tempo: Na foto lá de cima, Jota Erre aparece ao lado do assessor da Secretaria Estadual dos Transportes, Leandro Mendes, quando reiterava o pedido de uma verba de R$ 75 mil para obras de guias, sarjetas e asfaltamento da Rua Formosa, na Cohab Roque Viola. O pedido foi reiterado por Jota Erre, na segunda-feira, em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *