MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA PREFEITURA DE JALES COM PUBLICIDADE

O Ministério Público de Jales abriu um inquérito civil (116/11) e, por conta disso, está solicitando à Prefeitura cópia completa do processo licitatório, realizado em 2008, que resultou na contratação da Agência de Publicidade “Raízes Produções, Pesquisas e Marketing Ltda”, do jornalista Deonel Rosa Júnior.

Estive ontem, à tardinha, no Forum para obter mais informações sobre o inquérito, mas o promotor que cuida do caso não se encontrava. Não creio, no entanto, que seja o caso de o nosso prefeito ir à imprensa dizer que se trata de mais uma perseguição. Tudo indica que, dessa vez, o Ministério Público esteja apenas cumprindo alguma recomendação do Tribunal de Contas do Estado.

Segundo consta, a auditoria feita pelos técnicos do Tribunal, nas contas de 2008, teria apontado irregularidades nos gastos com publicidade. A Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece que, em anos eleitorais, os entes públicos não podem investir, em publicidade, mais do que a média de gastos verificada nos três anos anteriores. O espírito da regra é impedir que o administrador se utilize da publicidade oficial para reeleger-se ou eleger seu sucessor. E, pelo que o Tribunal teria apurado, Parini gastou mais que a tal média, em 2008, ano em que reelegeu-se.

Muito a contragosto, sou obrigado a dizer aos prezados visitantes deste blog que, desta vez, é bastante provável que o prefeito Parini não tenha muita culpa em Cartório. Prá que vocês tenham uma idéia, o contrato assinado com a Raizes Ltda, em 30/05/2008, tinha o valor de R$ 150 mil. Parini gastou, naquele ano, apenas R$ 41.515,57. E, ainda por cima, boa parte desse valor foi gasto depois das eleições, o que, evidentemente, não contraria o espírito da lei. 

Particularmente, acho que o Tribunal de Contas deveria ocupar o tempo do Ministério Público com assuntos mais importantes.

7 comentários

  • Martini

    Gostei, sempre leve a verdade ao seus leitores,

    nunca comete injustiça.

    HAY QUE ENDURECER, MAS SEM PERDER A TERNURA JAMAIS. ,

    Isto é gesto mais bonito do ser humano, sempre diga

    verdade, seja honesto, assim sera escolhido para

    NOVA ORDEM ECONÔMICA

  • ze da zona

    Cardoso, por um contrato de 150 mil vc deixaria de falar mal do Parini?? Colocaria a foto dele e sua doce esposa na capa com direito a entrevista exclusiva pra falar que ele é um injustiçado?

  • Eduardo

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkK

  • zÉ DAS cOVES

    Tem ex-bancário diretor de rádio que não vai gostar disso. Ele fala bem do prefeito, as rádios dele não ganham nada e o deusonel é que tá ganhando facinho. Jornal do povo deveria se chamar jornal do parini. Isso é que é perder prestígio: defender o prefeito de graça e o outro é que ganha.

  • Espião Politico

    Jornal de Jales ou Jornal do Amaury Jr? É isso mesmo o Amaury Jr, aquele que só fica nas festas….só com as celebridades…..
    Isso sem contar que ele é puxa saco de mão cheia do Prefeito Parini. No Jornal dele não sai meia linha falando as verdades sobre o referido Prefeito.

  • Betto Mariano

    JORNALECO DE JALES, MELHOR DIZENDO, ME DÁ NOJO LER! SIMPLES ASSIM!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *