NOS ÚLTIMOS TRÊS ANOS, PARINI PAGOU ‘APENAS’ R$ 1,4 MILHÃO À FAMÍLIA JALLES

Desde janeiro de 2010, quando o prefeito Humberto Parini decidiu romper o acordo com a família Jalles e aderir à chamada Emenda do Calote,  a Prefeitura de Jales já depositou cerca de R$ 2,9 milhões em uma conta especial para pagamento de precatórios.

Desse total, a metade – R$ 1,4 milhão – foi destinada ao pagamento da dívida com os Jalles. Ou seja, considerando que os advogados de dona Minerva estimam a dívida em R$ 7 milhões, a Prefeitura de Jales pagou, nos últimos três anos, apenas 20% de uma conta que já poderia estar liquidada.

Boa parte da outra metade foi utilizada para pagamento de precatórios menores, a maioria deles referente a dívidas com servidores municipais. Somente um servidor recebeu quase R$ 90 mil.

Um naco dos R$ 2,9 milhões foi utilizado para pagar, também, uma parcela do precatório de R$ 700 mil devido ao ECAD. Deve-se essa dívida ao  estadista Humberto Parini, que, como vice de Rato e presidente da Facip 1998, deixou de recolher, à época, pouco mais de R$ 30 mil referentes aos direitos autorais devidos ao ECAD.       

4 comentários

  • Bolo de Aniversário

    Esses dias passei por perto do sobrado do Estadista e eu o vi de longe, tranquilo e as coisas pegando fogo na mão da Prefeita dos Profetas. Calma eu avisei vem mais coisas por ai aguarden. Acorda Jales. kikikik

  • Pit Bull

    O povo merece o que escolhe . Vivemos no país do P.Trambiqueiros, protegidos pela redoma da impunidade e da pOlítica populista de distribuição de dinheiro fácil, comprando licitamnte aos olhos da justiça, não meu, votos para garantir o poder. NA PRÓXIMA LÁ ESTARÃO NOVAMENTE E O POVO VOTA POR CONTA DO SORRISO,TAPAS NAS COSTAS E ESTA POLÍTICA DE FAVORES.

  • Anonimo

    Cardosinho, gostaria que vc informasse se a atual prefeita vai pagar a conta ou vai usar a emenda do calote?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *