NOVIDADES NA MERENDA ESCOLAR

O Diário Oficial do Estado, desta quinta-feira(03), trouxe duas novidades com relação à licitação da merenda escolar e o contrato com a empresa Gente-Gerenciamento em Nutrição Ltda.

A primeira está no Caderno Executivo I: depois de quase um mês da abertura dos envelopes contendo as propostas das três empresas concorrentes – Gente Ltda, Vivo Sabor Ltda e Starbene Refeições – quando se verificou que a Gente Ltda se propôs a fornecer a merenda escolar por R$ 1,39, por refeição, proposta que foi aceita pela Comissão de Licitação, tivemos uma reviravolta. A mesma Comissão de Licitação “resolveu” voltar atrás e considerar a proposta da empresa Gente Ltda inexequível. Significa dizer que, na opinião dos membros da Comissão, a empresa não vai conseguir fornecer a merenda pelo preço que está se propondo, isto é, R$ 1,39.

Seguramente que a Comissão de Licitação deve ter chegado a essa “conclusão“, depois de muita conversa, principalmente com o prefeito Parini, que estava numa saia-justa. Além de a Gente Ltda vir apresentando vários problemas no fornecimento da merenda, o novo preço proposto por ela estaria induzindo as pessoas a concluir que o valor atualmente cobrado – R$ 1,64 – poderia estar superfaturado. O problema é saber agora se a empresa vai se conformar com a decisão ou se vai apelar à Justiça. De qualquer maneira, a Comissão decidiu passar a bola para a segunda colocada – a Starbene Refeições Ltda – que propôs o preço de R$ 1,52 por refeição.

A outra novidade está no Caderno Legislativo, do DOE, e não é nada boa para o prefeito Humberto Parini: o Tribunal de Contas do Estado, depois de 04 anos de idas e vindas, julgou irregulares a concorrência e o contrato firmado com a empresa Gente Ltda, em 2006. Com isso, todos os atos determinativos das despesas com merenda escolar foram considerados ilegais. Participaram do julgamento os conselheiros Cláudio Ferraz de Alvarenga, Antonio Roque Citadini e Eduardo Bittencourt Carvalho que, além do que já foi dito acima, aplicaram ao prefeito Parini uma multa de 500 Ufesps. Algo em torno de R$ 8.200,00.

2 comentários

  • edmea

    Não sei ai na sua cidade,mais aqui em Guaratinguetá onde trabalho, a merenda oferecida pela equipe Gente é de péssima qualidade.Nas escolas eles só mandam molho com frango,molho com carne moída(muito ensebada)um dia com pão um dia com arroz,agora imagine o estomago dessas crianças daqui algum tempo,teve intoxicação alimentar em varias escolas nada foi feito.Os hot boxs fedem,na creche não é muito diferente,ele mandam linguiça calabresa,salsicha,frango só tem essas opções.Comida saudável e de qualidade está muito longe.
    Não é a toa q eles cobram barato,de graça já está caro!!

    • Edmea, tudo o que você está narrando aconteceu também aqui em Jales. Felizmente, a Gente não é mais a responsável pelo fornecimento da merenda em Jales. E, se você aceita um conselho, peça para o pessoal daí de Guaratinguetá ficar atento à contagem das refeições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *