O DESRESPEITO COM OS DOENTES

Em menos de quinze dias, recebi três ligações sobre as péssimas condições do ônibus da Saúde que transporta pacientes para São José do Rio Preto e Barretos. Uma amiga, que estava acompanhando a mãe numa viagem ao Hospital de Câncer de Barretos, me disse que, na volta, o ônibus em que elas estavam – esse da foto ao lado – quebrou perto de Votuporanga. A chegada em Jales, que estava prevista para as 16:00 hs, somente se deu por volta das 20:00 hs.

Outra amiga ligou para dizer que, na semana passada, ela foi a Barretos e, mais uma vez, na volta, o ônibus apresentou problemas. Os cerca de 25 pacientes que viajavam nele só conseguiram chegar em Jales com duas horas de atraso. E isso, graças à gentileza do motorista do ônibus de Santa Albertina, que deu uma carona a eles.

Finalmente, uma terceira pessoa entrou em contato para dizer que, há alguns dias, a mãe dela tinha uma cirurgia marcada para as 07:00 horas em um hospital de São José do Rio Preto. O ônibus chegou naquela cidade com uma hora de atraso e, por muito pouco, a paciente não perdeu a vez.

Vez em quando, a gente ouve pessoas propagandeando os progressos da Saúde, sob o governo Parini. Pelo menos no que tange ao transporte de pacientes para outras cidades, a Saúde de Jales é uma vergonha. Recentemente, comprou-se um ônibus com o dinheiro economizado pela Câmara, mas, ao que parece, o problema continua.

Apesar de ter comprado um ônibus mais novo, a Prefeitura continua usando, também,  um ônibus velho, adquirido em 2005,  igualmente com sobras do dinheiro  economizado pela Câmara, então sob a presidência do Gilbertão. Nosso prefeito, até onde eu sei, não teve a capacidade de comprar – com recursos da Prefeitura – um único ônibus para a Saúde, apesar de estar há quase oito anos no governo.

Enquanto ele alardeia que transformou a Saúde de Jales, os cidadãos que necessitam do transporte da Prefeitura para ir a Rio Preto ou Barretos, além de terem que lutar contra doenças terríveis e fazer tratamentos que os debilitam fisicamente, ainda são obrigados a passar pelo incômodo de ficar à beira da estrada esperando o ônibus ser consertado ou tentando conseguir uma carona que os tragam de volta para casa.      

2 comentários

  • Moradora

    Ja viajei com esse onibus, é um descaso com o doente, sabe porque tudo isso Cardosinho? Não tem parentes dessa corjea ai da Prefeitura como usuário, se tivesse pode apostar estava com transporte nota 10, é uma vergonha, se vc ver outros municipios suas viaturas para o transporte de doentes é de dar inveja e de dar vergonha de falar que moramos em Jales e que nosso Prefeito é do lado da Presidenta Dilma, promessa de um onibus novo temos a mtos anos, mas sai Pedro e entra Paulo e é a mesma m…., é de dar dó os pacientes nesse tão famoso rasga roupas(onibus).

  • anonimo

    terça-fera o onibos que nos fomos estava inundando parecia que estava num barco .o motorista avisou que goterava um pouco mas não avisou que inundava as bolsas que esta no assoalhos molharam todas ,minha blusa de frio não tive condição de usar.Meu Deus a gente ja vai pra longe buscando um atendimento que teria de ter aqui e nem um minimo de conforto não nos propõe.até quando nos perguntamos. MEU DEUS TENHA DÓ PORQUE ESSES POLITICOS NÃO TEM O QUE IMPORTA É SÓ NOSSOS VOTOS ACORDO JALES PELO AMOR DE DEUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *