OS PROBLEMAS DE UM FERIADÃO

DSC02319

Um amigo ligou para dizer que o semáforo da foto, localizado na esquina das Ruas Dez e Onze, está danificado desde o sábado pela manhã. Durante todo o feriado prolongado, o semáforo permaneceu com apenas a luz amarela funcionando.

Em uma cidade minimamente organizada, isso não deveria acontecer. Nada contra as folgas que são dadas aos servidores públicos toda vez que temos um feriado na terça ou na quinta-feira, embora a maioria dos pagadores de impostos não tenham o mesmo direito a descansos prolongados.

Em algumas prefeituras, como deve ser o caso de Jales, essas folgas visam, em tese, economizar despesas com energia elétrica, telefone, cafezinho, etc. Em nome dessa suposta economia, a administração interrompe, por exemplo, o combate à dengue, com a cidade vivendo uma epidemia da doença.

O amigo que me ligou apresentou, cheio de razão, alguns questionamentos. Não seria o caso de, nos feriados prolongados, manter pelo menos uma equipe de plantão para que problemas como o do semáforo sejam rapidamente resolvidos? Ou para que o combate ao mosquito Aedes não seja totalmente interrompido?

Em tempo: o próximo feriado prolongado acontecerá no início de junho, por conta do Corpus Christi. Será provavelmente, a última “ponte” do ano, já que todos os demais feriados cairão numa segunda-feira ou numa sexta.

5 comentários

  • anônimo

    Cardosinho você sabe se amanhã os vereadores vão finalmente cassar o Macetao? E diante de tanta harmonia que está tendo entre executivo e legislativo porque será que os nobres edis vereadores não curtiram a Facip no camarote do prefeito? Será que a lua de mel está acabando?

  • Anônimo

    Que nada eles sempre dão um geito pra não trabalhar se tiver feriado na segunda e sexta pra eles não tem problema imenda a terça ou quinta

  • É bailão, é rodeio, festa de peão também tô no meio!!

    Parece que semáforos não é o forte desse atual adm.
    Não critico adm de Dr. Pedro, que ao contrário, admiro muito, mas quando o assunto é semáforos…

  • Lopes Cansado

    Um município do porte de Jales deveria ter equipes de plantão nessas ocasiões.
    Final de FACIP, cidade com centenas de visitantes e olhem a imagem que deixamos a quem nos visita: Uma cidade que não conserta um semáforo.
    É isso mesmo, uma terra que é desprovida de uma equipe de manutenção para consertar um simples semáforo num feriadão, pode se esperar o que?
    Não dá para designar uma equipe para ficar de plantão para casos como reparo em um semáforo, conserto em uma galeria, troca de uma lâmpada, etc?
    Acho que dá sim e o que precisamos é somente de atitude de quem gerencia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *