PASTOR ELIAS: TRIBUNAL PEDE EXPLICAÇÕES OU DEVOLUÇÃO DE DINHEIRO REPASSADO À MORIAH

O Tribunal de Contas do Estado deve ter apurado alguma irregularidade na prestação de contas do dinheiro repassado pela Prefeitura de Jales à Associação Comunitária Moriah, durante o ano de 2010. O Diário Oficial, de hoje, está notificando o pastor Elias Fernandes de Matos, presidente da Moriah, a fim de que ele esclareça as dúvidas levantadas pelos técnicos do TC ou proceda a devolução dos R$ 18 mil repassados pelo município.

Se eu não estiver enganado, os R$ 18 mil foram repassados à Associação presidida pelo pastor Elias por conta de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Jales e a Rádio Moriah para realização da festa comemorativa ao Dia das Crianças, que acontece todos os anos na Praça “João Mariano de Freitas”, a Praça do Jacaré. 

27 comentários

  • Sebastião da Silva

    Mais uma duplicata com vencimento futuro.

  • Pé no chão

    Dinheiro Público, cuidado

  • Pica pau paraguaio

    é se meteu a filiar no PSDB.. agora virou vidraça.. e olha que vai ter gente pra atirar pedra.. Como fizeram com o Dr Pedro, ao divulgarem que a sentença que condenou Jales na divida com a minerva saiu da caneta dele

  • Espolio

    É mais um Monte Sião na praça.

    Olha não faça nada de errado, Jesus pune.

    Ai vai la juntinho do Boi Zebu

  • sempre fez a igreja de palanque.E claro a favor da direita.$ $ $ .Só Jesus salva.

  • Camarada Martini

    Hoje no centro da cidade ou talvez nos bairros

    também, o assunto”PASTOR ELIAS”.
    Pelo que senti, ele esta bem na mídia, como se
    diz na Radio Peão(radio do povão).
    Caso PSDB lançar ele para vereador, sim, tem uma
    vaga garantida.
    Creio que vai balançar as candidaturas de Salatiel,
    Jediel, Jesus e outros evangélicos;
    Seu prestigio é forte nesta área, então isto vai
    trazer muita ciumeira

  • Macarrão

    Pelo jeito Camarada Martini, vai estourar,
    ainda tendo de cabo eleitoral Milton Santana
    Orlando do veneno e Henrique.
    Você foi forte Camarada, vai de leve.

  • Mister M

    O novo tucano nem bem chegou ao ninho e já está levando pedrada… E a campanha nem eleitoral municipal nem começou ainda. Vai ver o que é bom pra tosse. Comprovadamente a política é coisa do diabo! Trocar o púlpito pelo palanque é fria! Misturar os dois pior ainda! Bem vindo ao inferno!

    Assinado
    Mister M
    (mágico/conselheiro/profeta)

  • Anônimo

    DEVOLVE ESSE DINHEIRO EM NOME DE JESUS IRMÃO!

  • Anonima

    Só uma correção: Praça “João Mariano de Freitas”, a Praça da Primeira-Dama.
    Não temos mais o simbolo identitário daquele local. O casal Parini prefere a lembrança do personalismo da Administração, mas o que vai ficar mesmo é a lembraça dos buraacos nas ruas.

    Quanto ao pastor: “O tucano quando procura o ninho é pq já identificou a espécie”

  • JURANDIR

    E O PASTOR SÓ SE FILIOU. IMAGINA QUANDO ELE SE DECLARAR CANDIDATO A ALGUMA COISA. VÃO ARRUMAR ATÉ AMIGADA PRÁ ELE! KAKAKAKAKAKAKAKA

  • Roberto Injustus

    Quer dizer que a Moriá também mama nas tetas da viúva? Assim fica fácil fazer festa. E isso explica porque o “açis duarte” defende tanto o prefeito.

  • ANTI-POLITICO

    É FACIL SER PEDRA, O DURO É SER VIDRAÇA, DETESTO POLITICOS, MAS ACHO QUE QUEM VIVE CRITICANDO DEVERIA DAR SUA PARCELA DE CONTRIBUIÇÃO, EM VEZ DE CRITICAR CANDIDATE-SE E MUDE A HISTÓRIA DE JALES.

  • Daniel

    espero que tenha uma boa explicação reverendo!!!

  • ze da zona

    Jesus perdoa, o MP e o Tribunal de Contas nem sempre.

  • Estamos apurando o que levou o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo a pedir explicação do convênio. Vale ressaltar que na publicação do Diário Oficial do Estado de São Paulo, o mesmo desembargador DEFERIU o pedido da advogada do senhor Humberto Parini, Prefeito do Município
    de Jales, a Dra. CRISTIANE CALDARELLI, para apresentar justificativa de um processo que envolve a ASSOCIAÇÃO DOS DEFICIENTES FÍSICOS DA REGIÃO DE JALES – RESPONSÁVEL: ANISIO MARTINS FERREIRA FILHO – PRESIDENTE, no valor de R$ 1.174.153,49. Segue na íntegra, a publicação, tanto da ADERJ e da ACM.:

    Publique-se.
    PROCESSO: TC-000259-011-11
    ÓRGÃO CONCESSOR: PREFEITURA MUNICIPAL DE JALES
    PREFEITO: HUMBERTO PARINI
    ORG.SOC.CIVIL: ASSOCIAÇÃO DOS DEFICIENTES FISÍCOS
    DA REGIÃO DE JALES
    RESPONSÁVEL: ANISIO MARTINS FERREIRA FILHO – PRESIDENTE
    ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS TERMO DE PARCERIA
    VALOR: R$ 1.174.153,49
    EXERCÍCIO: 2010
    INSTRUÇÃO: UR-11
    ADVOGADA: CRISTIANE CALDARELLI – OAB/SP. N] 169.275
    VISTOS.
    A fls. 108, o senhor Humberto Parini, Prefeito do Município de Jales, representado por sua advogada legalmente constituída,requer o prazo de 05(CINCO) dias para apresentar suas justificativas.
    DEFIRO.
    Transcorrido o prazo, encaminhem-se os autos à SDG.
    Publique-se.

    PROCESSO: TC-000285-011-11
    ÓRGÃO CONCESSOR: PREFEITURA MUNICIPAL DE JALES
    PREFEITO: HUMBERTO PARINI
    ORG.SOC.CIVIL: ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA MORIAH
    RESPONSÁVEL: ELIAS FERNANDES DE MATOS- PRESIDENTE
    ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS TERMO DE PARCERIA
    VALOR: R$ 18.000,00
    EXERCÍCIO: 2010
    INSTRUÇÃO: UR-11
    Notifique-se o Senhor Elias Fernandes de Matos, presidente da Associação Comunitária Moriah, nos termos do artigo 30, inciso II, da Lei n. º 709/93, para que, no prazo de 30(trinta)dias, esclareça as impugnações efetuadas pelos Órgãos de Instrução deste Tribunal, a fls.55/57 ou promova a restituição da importância recebida, devidamente atualizada.
    Assino à Prefeitura Municipal de Jales, o mesmo prazo,
    para que informe este Tribunal sobre as providências adotadas, objetivando a regularização da matéria, sob pena de aplicação de multa, nos termos do artigo 104, do mesmo diploma legal. Ficam, desde já, autorizadas vista e extração de cópias dos autos aos interessados, em Cartório, observadas as cautelas de estilo.

  • Anônimo

    Até que seja provado qualquer coisa, tudo que se diga sobre o assunto, nada mais é que um simples comentário.
    Os que possuem tempo para comentários desnecessários deveriam utilizar o mesmo para fazer algo de útil para a comunidade.
    Vale sempre a história do pequeno beija flor diante do incêndio na floresta. Sozinho não apaga o mesmo, mas não deixa de fazer a sua parte.

  • Davi de Mattos Barroso

    O TCE está apenas apurando, vamos devagar com o andor da procissão!

  • maria

    VALE ESCLARECER AINDA QUE ANUALMENTE É FEITA PRESTAÇÃO DE CONTAS ANTE O TCE. A PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2010 FOI AVALIZADA PELA PREFEITURA. TODAVIA, COINCIDENTEMENTE, NO DIA 08/07/2011, UM DIA APÓS A FILIAÇÃO DO PASTOR ELIAS AO PSDB, O MINISTRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DECIDE NOTIFICAR A MORIAH EM NOME DO PASTOR ELIAS.
    COINCIDÊNCIA DEMAIS, NÃO?

    CABE RESSALTAR AINDA, QUE O CONVÊNIO FIRMADO ENTRE PREFEITURA E ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA MORIAH É A FIM DE PROVER SUBSÍDIOS PARA MANUTENÇÃO DO PROJETO CASA ABRIGO PARA MULHERES. A PREFEITURA NÃO FAZ O REPASSE DO VALOR MENSAL DE R$ 2.000,00 PARA A MANUTENÇÃO DA CASA HÁ 5 MESES. A FIM DE QUE AS MULHERES QUE SOFREM VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NÃO FIQUEM DESAMPARADAS, O PR. ELIAS E SUA ESPOSA CUSTEIAM O PROJETO, JÁ QUE A PREFEITURA NÃO CUMPRE SUA PARTE.
    ENGRAÇADO, TAL VALOR DE R$2.000,00 JÁ CONSTA DO ORÇAMENTO ANUAL DO MUNICÍPIO, E SE NÃO FOI REPASSADO, PAROU EM ALGUM LUGAR. ISSO SE CHAMA DESVIO DE FINALIDADE.

  • Reginaldo Viota

    Concordo com o comentário do Davi, o TCE está apenas em processo de apuração. O muito falar é dispensável.
    A única coisa que julgo importante salientar é que a festa realizada no dia das crianças em Jales, não foi realizada no ano de 2010, com grande tristeza, devido o falecimento de seu idealizador, saudoso Mineiro e, por falta de recursos, pois para os que não tem conhecimento, a realização sempre se deu pela colaboração voluntária da comunidade, empresas parceiras e por colaboração da Prefeitura, mas, em momento algum, segundo meu conhecimento, no valor motivo da apuração.
    É importante ainda que saibam todos que as doações por parte da Prefeitura sempre se deu em produtos a serem consumidos no evento pelos participantes e jamais em dinheiro.
    Estou certo que em breve tudo será esclarecido.

    • Preclaro Reginaldo, a visitante Maria já esclareceu: a verba é destinada à manutenção da Casa Abrigo para mulheres vítimas de violência doméstica. Com efeito, há algum tempo atrás, fiquei sabendo que a Prefeitura, além de não repassar o dinheiro, estava exigindo a prestação de contas. Esse assunto precisa ser melhor esclarecido.

  • Martini

    MARIA,

    Pelo que estou notando você é bem informada.

    Olha, parabéns pela sua explicação, e pelo que

    estou notando é mais uma duplicata

  • maria

    PARA MAIS ALGUNS ESCLARECIMENTOS:

    A PREFEITURA MUNICIPAL DE JALES EFETUOU OS REPASSES DOS MESES DE JULHO/DEZEMBRO DE 2010 SOMENTE EM MEADOS DE MARÇO DE 2011, O QUE INVIABILIZA A PRESTAÇÃO DE CONSTAS DESTE PERÍODO.NO PERÍODO A CASA FOI CUSTEADA POR DOAÇÕES E CAMPANHAS FEITAS PELO PR. ELIAS E PELA AMÉLIA.

  • Pica pau paraguaio

    cardosinho, parece que a sentença será prolatada na próxima semana! Fontes me informaram que não saiu semana passada por questão de bom senso da juiza, por conta dos jogos regionais e o que isso provocaria..

    Mas de semana que vem não escapa!!

    Quem viver verá!!!

  • Bom Bril

    SERÁÁÁÁÁ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *