PREFEITURA DE JALES RESCINDE MAIS DOIS CONTRATOS

Na administração Parini, tudo é muito complicado. Para a construção do famigerado Portal de Entrada, por exemplo, foram necessários cerca de três anos de vai-não-vai, além de cinco ou seis licitações, um recorde para uma obra tão simples. Sobre o caso da “revitalização” do centro, nem é preciso falar. E agora, a Prefeitura está rescindindo mais dois contratos referentes a obras.

No Diário Oficial do Estado, de sexta-feira(18), a municipalidade publicou duas intimações, onde está convocando a empresa W.S.Mattos e Construções Ltda, de Guzolândia, para, no prazo de dois dias úteis, comparecer até a Prefeitura de Jales para assinar o termo de ciência da extinção dos contratos e efetuar o pagamento da multa contratual, de aproximadamente R$ 65 mil.

Um dos contratos, no valor de R$ 175.471,46, foi firmado em 15 de junho de 2010 e tinha como objetivo a construção de dois campos de futebol, com estruturas de vestiários e banheiros, um deles no bairro Big Plaza e o outro no Jardim Aeroporto, ao lado do Recinto de Exposições “Juvenal Giraldelli”. Mas a empresa, antes mesmo de iniciar as obras, preferiu, literalmente, tirar o time de campo. 

O outro contrato, no valor de R$ 150.288,94, foi firmado em 14 de abril de 2010, para execução do projeto de urbanização do Bosque Municipal “Aristophano Brasileiro de Souza”. Nesse caso, a empresa W.S.Mattos Ltda ainda chegou a iniciar os serviços e, segundo informações, teria executado cerca de 50% da obra. Depois, por algum motivo que ninguém explica (será que não estava recebendo?), a empresa abandonou a repaginação do nosso bosque e caiu fora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *