PREFEITURA DE JALES VAI DAR NOVA ANISTIA AOS DEVEDORES DE IMPOSTOS

Pelo jeito, a ordem na Prefeitura é arrecadar. Afinal, pode ser que o Chaparim e o Ronaldo ainda tenham algumas verbas rescisórias ou férias para receber. E já que é urgente que se arrecade um dinheirinho a mais, nada melhor, então, do que cancelar juros moratórios e conceder uma anistia de multas aos devedores de impostos municipais.

Nesta sexta-feira, a Câmara Municipal estará reunida em sessão extraordinária, a partir das 09:00 horas, para aprovar, em regime de urgência, o projeto de lei n. 0083/2011, que concede anistia de multas e cancela juros moratórios dos débitos tributários e não tributários inscritos em dívida ativa. E, para que os contribuintes em atrasos se sintam mais tentados a pagar suas dívidas, nosso benevolente prefeito está propondo que se dê um desconto de 100% àqueles que pagarem seus débitos à vista.

Já aqueles que optarem por pagar suas dívidas em suaves parcelas, poderão ser beneficiados com um desconto de 70% no valor das multas e dos juros devidos. Não será a primeira vez que Parini apela prá esse tipo de expediente, na tentativa de obter um reforço para os combalidos cofres da viúva. Em junho de 2009, a Câmara aprovou uma Lei idêntica, mas a arrecadação, naquela oportunidade, ficou abaixo dos valores esperados pelo czar das finanças municipais, Rubens Chaparim.

Um dos contribuintes que se benefeciou com a lei de 2009, foi a Instituição Soler. No inquérito que investigou a emissão de uma certidão de débitos em favor da Instituição, o prefeito Parini disse ao delegado que cuidou do caso, que a Prefeitura e a empresa fizeram uma “compensação de créditos”, mas, de verdade, a empresa aproveitou-se da anistia e pagou a dívida em parcelas.

1 comentário

  • Velho Barreiro II

    Que beleza,incentivo a quem paga direitinho, a vista ou no prazo(parcelado em déis vezes) mais paga…agora esses nó cego ficam um bom tempo sem pagar, depois sao priveligiados pela ANISTIA. Me ajuda companheiro MARTINE…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *