A PEDIDO DA JUSTIÇA, TCE VEIO A JALES APURAR GASTOS SUPÉRFLUOS DO GOVERNO NICE

Informações vindas do Paço dão conta de que auditores do Tribunal de Contas do Estado(TCE) fizeram, nesta segunda-feira, uma visita à nossa Prefeitura. Segundo consta, eles vieram fazer uma auditoria especial em alguns gastos da administração Nice.

DSC00406 (2)-edDeve-se a visita dos auditores a um pedido da Justiça de Jales. Na mesma decisão em que determinou que a Prefeitura retome, em 72 horas, a construção da EMEI “Antônio Di Bernardo Peres” (foto), no Jardim Maria Silveira, o juiz Fernando Antônio de Lima requisitou a presença do TCE para identificar eventuais gastos supérfluos na Prefeitura.

E sabem por quê? Porque o Ministério Público constatou, através de pesquisa no Portal da Transparência, que a administração municipal teria gasto R$ 156,5 mil com viagens em 2013 e, neste ano, até abril, já tinha empenhado, somente para as viagens da prefeita, mais R$ 39 mil.

O MP constatou, também, que a nossa Prefeitura empenhou, ao longo de 2013, R$ 159 mil para gastos com contas telefônicas. E mais: constatou-se, igualmente, que, em 2013, o orçamento municipal (que foi elaborado no governo Parini) previa R$ 937,8 mil para cobrir os gastos com o gabinete da prefeita.

No orçamento de 2014 – que foi elaborado em 2013, já sob dona Nice – a prefeita tratou de ser generosa com seu gabinete, elevando a previsão de gastos para quase R$ 1,4 milhão. Ou seja, um aumento de “apenas” 46%.

O Ministério Público e a Justiça entendem que parte desse dinheiro poderia ser aplicada, por exemplo, na construção de creches, a fim de que crianças não tenham que ficar fora da escola, como está acontecendo em Jales. Afinal, a Educação é um dever do Estado.

Mas, a decisão da Justiça não ficou somente nos dois quesitos já citados. Ela determina, também, que, enquanto a Prefeitura não constrói creches, a prefeita dê seus pulos e arrume vaga para as 290 crianças que estão na fila de espera, sob pena de, em caso contrário, ter de pagar multas diárias.

A falta de vagas nas creches do município foi alvo de matéria do jornal A Tribuna, há duas semanas, depois que uma mãe teve que recorrer à Justiça para conseguir matricular o filho. O MP relata que, semanalmente, recebe reclamações de pais, pedindo providências. Em sua ação, o MP cita relatos de conselheiros tutelares. Eis um deles:

“o quadro que deparamos é muito triste porque as mães saem chorando pois precisam trabalhar e não tem onde deixar seus filhos; esta semana atendemos uma mãe que passou em um concurso e para arrumar os documentos necessários para assumir o cargo precisou levar a filha de um ano e 10 meses na casa de parentes na cidade de São Francisco”.

Como se vê, alguém tinha que fazer alguma coisa. O Ministério Público e a Justiça de Jales estão fazendo. O que se espera é que, nas instâncias superiores, o entendimento seja o mesmo, a fim de que os políticos comecem a aprender que os direitos dos cidadãos – principalmente as crianças – precisam ser respeitados.

19 comentários

  • DETONADOR

    Essa mulher é a vergonha mais expressiva da classe política, é a Prefeita que está conseguindo colocar Jales nas rodas de gozação, onde se vá somos gozados e nos perguntam você é de Jales? E aquela louca da sua prefeita lá?? Ela se tornou regionalmente conhecida como a débil, louca, desequilibrada e assim a fora vai seus adjetivos.Não há dupla mais baixa e desqualificados que o seu Secretário BURRALDO e a própira UNGIDA !!!

    • Anônimo

      Falou tudo, Detonador, a Nice virou piada na cidade e na região. Os atos e palavras dela causam espanto, por isso a denominação pejorativa tão comum.

      Ainda essa semana escutei: “Como voces de Jales conseguiram arrumar uma prefeita tão doi…. ?”
      E o outro : “Porque voces não tiram ela?”

  • Betto Mariano

    Aqui está motivo maior para cassação da Prefeita de Jales, a chance indispensável !!!!! Malversação de recursos públicos, a hora é agora Câmara Municipal !!!

  • Jalesense

    E quem disse q não poderia ficar pior???? Cada vez que abro o blog me decepciono ainda mais com essa administração… aonde vamos parar Meu Deus????São crianças… são mães que precisam trabalhar… é uma vergonha!!!!

  • Anônimo

    Só a Justiça mesmo para fazer valer o direito das nossas crianças… a que ponto nós chegamos heim… trágico! Só espero que os eleitores lembrem disso daqui dois anos… o mal das pessoas é que parece q elas não tem memória… mas acho q dessa vez ta todo mundo esperto!!!

  • Eduardo

    votou agora aguenta!!!!!!
    elegeu agora aguenta!!!!!
    ela nao foi eleita pelo poder de deus, deus sabe o que faz????
    ela tambem sabe o que faz, compra casa nova, cavalos de raca para filho, carro novo para nora e ai vai……

  • francisco

    q vergonha ter uma louca dessas como nossa prefeita!!!

  • Debi&loide

    Num lado as crianças sem creche, na outra ponta os idosos sem a creche que ela prometeu, e de quebra de buracos, falta de moradia, falta emprego, atendimento da saúde a desejar, os funcionários da Prefeitura sem aumento, sem férias e sem portaria.
    ”ABANDONA,FECHA A PORTA, APAGA A LUZ”

  • EU E ELE

    Graças ao Bom DEUS o Ministério Público, o Tribunal de Contas do Estado, a Justiça de Jales através do Dr. Fernando Antonio de Lima, tomou providência para acabar com o rombo que esta sendo feito na Administração Municipal, onde já se viu gastar 156 mil com viagens em 2013 e consequentemente aumentar em 46% o orçamento para 2014. Depois vem com desculpa que não tem dinheiro para construir creches nem escolas para nossos filhos. Sabe para onde vai esse dinheiro. Vai para: celulares, bolsa, viagens com sua trupe, tentar comprar carro, café com a Ungida, Tubos nas cidades, rotatórias, calças compridas de domadora de circo, jogos regionais,festa de peão em setembro passado dando um rombo na Casa das Crianças,corte de arvores para embelezar a cidade, enfeite de natal de má qualidade,pagamento de salários altos para os Secretários(a) sem competência etc…
    Jales não tem Gastos Supérfluos e sim um Poder Executivo Supérfluo, incompetente e incapaz .

  • Lelito

    E a Câmara Municipal, nada faz ?!
    Os vereadores não foram eleitos também para fiscalizar o Executivo ?!

  • Anônimo

    E AINDA QUEREM CONSTRUIR AEROPORTO REGIONAL, NÉ DR.PEDRO., ZELA O QUE TEM, CMO DISSE O CAMARADA MARTINI.

  • Conforme o ditado popular: “plantou vento, colhe tempestade!”
    Chegou a hora da ungida começar a pagar pelos seus mandos e desmandos, que sem a aprovação da população, achou-se superior a tudo e a todos.
    Parabéns ungida! Você conseguiu o que queria!!! Agora segura as bombas que estão por vir……justiça antes tarde do que nunca!

  • Cuiabano

    Jales não pode esquecer quem são os responsáveis por ter essa mulher na prefeitura:

    ANALICE FERNANDES
    PEDRO CALLADO
    TIAGO ABRA
    IRMÃOS MACETÃO
    CLAUDIR ARANDA

    Mas a grande responsável com certeza é a DEPUTADA ANALICE FERNANDES! Ela mandou o Callado se juntar a prefeita.

    Por isso voto Carlão!

  • DETONADOR

    VOCÊ SE ESQUECEU CUIABANO QUE O SEU PATRÃO CARLÃO PIGNATARI ANDOU DE CARA LIMPA COM ELA NA CARREATA EM JALES???? E PELO COMÉRCIO???

  • Nao tem dinheiro para creches mas para viajar, tem

    Acho que essa historia da justiça querer se meter nas despesas pessoais da prefeita nao vai virar nada se nao tiver alguma nota fiscal falsa.
    Esta’ na hora dos vereadores aprovar uma lei para fixar e individualizar os valores das despesas de viagem
    A ideia seria para qualquer funcionario que deslocasse para SP ou Brasilia, ja’ teriam os preços fixados de almoço, hotel, taxi, diaria de hotel
    Sera’ que os vereadores que tanto viajam, vao gostar disso?

    • Os adiantamentos para viagens são individuais, inclusive os da prefeita, que são feitos em nome do chefe de gabinete Roberto Timpurim. Todo mundo que viaja com dinheiro da Prefeitura é obrigado a prestar contas.

  • COBRA

    ONDE ESTÃO NOSSOS ILUSTRES VEREADORES QUE DEVERIA FISCALIZAR,VIGIAR,OS GASTOS PUBLICOS,SABEM PORQUE NÃO TIRAM ESSA SENHORA PORQUE EXISTE UM MONTE DE CONIVENCIAS,POR TRAS DA SUJEIRA POLITICA,SABEM ONDE ESTA A NEGA QUE TRABALHAVA NO LIXO,DISCUTIU COM A PREFEITA FOI PARAR NO CEMITERIO,QDO SAIU A INVESTIGAÇÃO DO LIXO A PREFEITA CHAMOU A NEGA E FEZ UM ACORDINHO MANDOU ELA PRO UPA COM MEDO QUE A NEGA FALARIA,AGORA FICOU DE RABO PRESO,DÁ NOJO DA POLITICA EM JALES,M.P,VAI PARA CIMA QUE TEM MUITO MAIS PODRE.

  • Nao tem dinheiro para creches mas para viajar, tem

    Os gastos excessivos na prefeitura de Jales, mostram que nao existem normas para diminuir as despesas de viagem em todas as prefeituras
    Nao adianta o poder judiciario dizer que estao gastando muito se nao tem normas internas para coibir isso.
    Nao adianta nominar as despesas se cada um gasta o que quizer.
    Parece que a camara de vereadores nunca teve vontade politica pois ela tambem e’ beneficiada com essa festa de gasto publico.
    Como a imprensa esta’ de olho, os vereadores precisam sair de preguiça publica

  • AINDA BEM QUE NAO VOTEI NELA. SAI MUIE SAI MUIE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *