A TRIBUNA: 38.520 ELEITORES JALESENSES ESTÃO APTOS A VOTAR NESSE DOMINGO

No jornal A Tribuna deste final de semana, o principal destaque é a eleição municipal marcada para esse domingo, 15. Em Jales, 38.520 eleitores estão habilitados a ir às urnas no domingo para escolher prefeito, vice-prefeito e os dez vereadores de Jales para o período de janeiro de 2021 a dezembro de 2024. Os números do Tribunal Regional Eleitora(TRE) mostram que, em anos, o crescimento do eleitorado de Jales foi de apenas 9,5%, uma vez que, em 2004, o município tinha 35.185 eleitores. Tal crescimento é considerado modesto, na comparação com as principais cidades da região. Nas eleições desse domingo, os eleitores jalesenses votarão em 115 seções espalhadas distribuídas por 14 locais de votação.

O jornal está destacando, também, que a pandemia do coronavírus e a descrença da população na classe política poderá causar um grande percentual de abstenção nas eleições deste ano em Jales. Segundo a matéria, nada menos que 24,15% dos eleitores jalesenses deixaram de comparecer às urnas em 2016, percentual que pode ter sido influenciado pelo fato de a eleição daquele ano ter apenas um candidato a prefeito em Jales. Em 2018, nas eleições gerais (presidente, senador, deputado federal, governador e deputado estadual), o percentual de abstenção em Jales foi exatamente o mesmo das eleições municipais de 2016, ou seja, de 24,15%. 

As duas pesquisas da empresa J.AD.Publicidade e Pesquisas Ltda, que apontam as intenções de votos em Jales e Aspásia; a disputa pelas 10 cadeiras de vereador na Câmara de Jales, que terá 107 concorrentes, dos quais 35 mulheres e 72 homens; a 36ª Romaria Diocesana, programada para o próximo domingo, com um formato diferente por conta da pandemia de coronavírus; o que é permitido e o que é proibido no dia da votação para prefeito e vereador; e os resultados do pleito desse domingo em Jales e região, que começarão a ser divulgados pelas emissoras de rádio Antena 102 e Assunção/Regional a partir das 17 horas, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informações sobre a apreensão, em algumas cidades da região, do jornal “O Extrato”, que está divulgando pesquisas feitas pela empresa Publi.QC, com suspeitas de irregularidades. Informações, também, sobre o repúdio causado pela fala do candidato Luís Henrique Moreira(PSDB), que, sob pretexto de criticar o adversário Luís Especiato(PT), afirmou que a EE “Carlos de Arnaldo Silva”, da qual o petista é diretor, é a pior escola de Jales no IDEB. Na página de opinião, os artigos do blogueiro Hélio Consolaro e da advogada Miriam Fernandes Brites, e a crônica da Taísa Selis.

2 comentários

  • ZÉ pequenu

    Agora devido as eleições o eleitor só pode ser preso se for em flagrante.
    ”NÃO CONFUNDA CARREGAR SANTINHO COM PÓZINHO ”’
    Segunda feira depois da eleições começa a Pandemia, Isolamento, Lockdown etc etc etc

  • O Cara

    AGORA LEVAR E TRAZER POZINHO FICOU SOFISTICADO OU VAI DE TAXI OU CARRO DE APLICATIVO, A POLICIA TEM QUE FICAR DE OLHO.
    TEM TAMBEM NEGUINHO LEVANDO POZINHO DISFARÇADOS DE ENTREGADORES DE PIZZA,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *