A TRIBUNA: BISPO DOM REGINALDO PROMOVE TRANSFERÊNCIAS DE PADRES E MUDANÇAS EM CARGOS DA DIOCESE

No jornal A Tribuna deste final de semana, destaque para as suspeitas de que o aterro sanitário municipal estaria operando sem balança. As suspeitas foram levantadas pelos vereadores Macetão e Tupete, que encaminharam um requerimento ao prefeito, onde querem saber se são procedentes as denúncias de que a balança do aterro estaria com problemas e, caso sejam, como é que estão sendo pesados os caminhões que despejam material sólido no local. Segundo os vereadores, a balança é de suma importância para pesar os resíduos coletados pela empresa Macchione Ltda, na medida em que os valores pagos pela coleta do lixo são baseados no peso dos resíduos despejados no aterro.

Destaque, igualmente, para o comunicado emitido na quinta-feira, 20, pelo bispo diocesano de Jales, dom Reginaldo Andrietta, informando algumas mudanças na distribuição de cargos nas paróquias da Diocese, com a transferência de alguns padres. Segundo o bispo, as transferências são normais após vários anos de ministério de um padre em uma determinada paróquia. “Elas ocorrem para atender necessidades pastorais e, em alguns casos, a pedido do próprio padre”, disse o bispo ao jornal. O padre Valdair Rodrigues, por exemplo, será transferido para Fernandópolis.

A permanência de Jales na fase laranja do Plano SP de flexibilização das atividades interrompidas pelo coronavírus; a informação da ACIJ, dando conta de que, mesmo com a pandemia, teriam sido abertas 414 novas empresas em Jales, desde o início do ano; a licitação aberta pela Prefeitura para instalação da decoração natalina deste ano; o evento raro que derrubou a temperatura na região a menos de dez graus; o sorteio do programa Nota Fiscal Paulista, que premiou um morador do centro de Jales com R$ 500 mil; e a reabertura do Poupatempo de Jales, que deverá ocorrer somente no dia 23 de setembro, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, escrita por este aprendiz de blogueiro, a informação de que a entrevista do engenheiro Antonio Marcos Miranda ao site A Voz das Cidades, do intrépido Betto Mariano – na qual Miranda cita até a emissão de notas “frias” – foi apenas uma pequena amostra do que ele poderá dizer em uma eventual delação premiada. Fontes da coluna dizem, à boca pequena, que Miranda já estaria entabulando negociações para fechar um acordo de colaboração premiada com o Ministério Público. Ou seja, algo que poderia ter sido resolvido com alguns reparos simples nas casas do conjunto “Honório Amadeu” poderá se transformar em um novo escândalo.  

2 comentários

  • Vamos passar Jales a limpo

    “…poderá se transformar em um novo escândalo”, você esta sendo modesto Cardosinho. Além dos novos nomes citados, alguns nomes que já estiveram nas colunas policiais dos Jornais e Tvs, voltaram a figurar nestes videos. Isso mostra que infelizmente a corrupção pode estar estabelecida no município de Jales, com pessoas que foram colocadas estrategicamente em setores primordiais, outras que foram demitidas de manha e contratadas a tarde, etc, etc, etc.

  • Prof: Zico

    Um rei sempre acaba sendo morto pelos seus cortesoes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *