A TRIBUNA: EM DIREITO DE RESPOSTA, PREFEITURA CONTESTA MATÉRIA SOBRE GASTOS COM PUBLICIDADE

O jornal A Tribuna deste final de semana está destacando as últimas novidades envolvendo a Universidade Brasil. A matéria explica que a Justiça Federal de Jales determinou, em medida liminar, que o Ministério da Educação nomeie novos administradores para a Unibrasil, de Fernandópolis, no prazo de cinco dias. O pedido de intervenção foi feito pelo MPF no âmbito da ação que visa apurar as suspeitas de fraudes na obtenção de financiamentos do FIES, cometidas por organização criminosa supostamente chefiada pelos donos da Universidade. Segundo a decisão judicial, o atual reitor – Adib Abdouni – estaria fazendo uso indevido da função, para atender interesses particulares de pessoas já denunciadas pelo MPF. Além disso, ele estaria ameaçando testemunhas.

O jornal destaca, também, que a Prefeitura está reabrindo a licitação para instalação de semáforos, que foi aberta em setembro do ano passado e, logo em seguida, suspensa. O certame será realizado na modalidade pregão eletrônico e as propostas serão conhecidas no dia 03 de março. Os novos semáforos, orçados em R$ 530 mil, serão instalados nos cruzamentos da avenida “João Amadeu” com as ruas Três e Quinze e no cruzamento da Rua das Palmeiras com a avenida “Maria Jalles”. Além disso, o projeto prevê a troca dos semáforos do cruzamento das avenidas “Francisco Jalles” e “João Amadeu”.

As obras de recapeamento que transformaram o visual do bairro São Judas Tadeu; a contestação apresentada pela empresa Noromix na ação do vereador Macetão que pede a paralisação das obras no Jardim do Bosque, Parque das Flores e distritos industriais I e III; a decisão da Justiça de Jales que obriga a Universidade Brasil a devolver dinheiro aos irmãos Macetão; o direito de resposta da Prefeitura a respeito da matéria “Em ano eleitoral, gastos com propaganda sobem 405%” e as explicações do repórter Alexandre Ribeiro, o Carioca, sobre a mesma matéria, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, a informação dando conta de que a chefe do Cartório Eleitoral de Jales, Liliane Lemes dos Santos, está solicitando à Justiça Eleitoral o cancelamento de 5.070 títulos de eleitores que não providenciaram o recadastramento biométrico. Com isso, o eleitorado de Jales poderá diminuir para 33.700 eleitores. Na página de opinião, o blogueiro Hélio Consolaro escreve sobre as enchentes que inundaram São Paulo durante a semana, enquanto o bispo emérito dom Demétrio Valentini fala do que viu em seus 80 anos de vida. No caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio e para o casamento dos jovens Tamires Miguelão Mancusi e Jean Ferreira.   

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *