A TRIBUNA: EMPRESA QUE FORNECEU LEITE PARA IDOSOS ESTÁ COBRANDO PREFEITURA DE JALES NA JUSTIÇA

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca o desempenho do Ensino Médio da região no Idesp, que colocou a Diretoria de Ensino de Jales entre as  três melhores diretorias do Estado. O índice tem como base o Saresp 2018, que foi aplicado em novembro do ano passado. Segundo a dirigente regional de ensino, Marlene Medaglia Cavalheiro Jacomassi, as 33 escolas distribuídas nos 25 municípios da Diretoria de Ensino de Jales bateram todas as metas no Ensino Fundamental e Médio e caminha para bater as metas estipuladas para 2030. “A Diretoria de Ensino de Jales mais uma vez desponta no cenário educacional na região noroeste. Estamos bem posicionados em nível estadual”, afirmou a dirigente.

Destaque para mais uma ação de cobrança levada à Justiça contra a Prefeitura de Jales. Desta vez, é a empresa Nivaldo Martins, de Castilho, que forneceu leite pasteurizado para a Secretaria Municipal de Assistência Social durante o ano de 2017, quem está recorrendo ao Judiciário para cobrar uma dívida de R$ 44,3 mil. Os procuradores jurídicos da Prefeitura já entraram com dois recursos – um na Justiça local e outro no TJ-SP –  argumentando não haver comprovação da entrega dos produtos, mas perdeu nas duas instâncias. A empresa apresentou, como prova, um ofício assinado por uma servidora municipal, onde ela atesta o recebimento de 12.060 litros de leite.

O acordo homologado pela Justiça Federal de Jales, que põe fim a 185 ações civis públicas ajuizadas pelo MPF contra edificações e ocupações irregulares no entorno da hidrelétrica de Água Vermelha; a decisão do Colégio Recursal de Jales, que negou ao ex-vereador Luís Rosalino o direito de receber férias e décimo-terceiro; as medidas preventivas da Secretaria Municipal para combater o mosquito da dengue; o acervo da Biblioteca Municipal, que já conta com mais de 30.000 livros; e as conclusões do presidente do Sindicato dos Peritos Criminais do Estado sobre as instalações do Instituto de Criminalística de Jales, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, escrita por este aprendiz de blogueiro, destaque para as reclamações de algumas entidades locais sobre novos atrasos no repasse da ajuda financeira da Prefeitura. No ano passado, também houve atraso, que só foi regularizado depois de protestos das entidades. Na página de opinião, o doutor Valmor Bolan escreve sobre o aumento da violência no interior de São Paulo. No caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio e para a inauguração do Espaço Vip, um local especializado em bronzeamento natural.  

2 comentários

  • Eu

    Os maus pagadores querem ganhar da Justiça.
    Vergonha!!!!

  • EITA…..JALAO….CIDADE QUE JAH FOI CENTRO DE REGIAO…HOJE SOH SE OUVE COISAS RUINS DESSA CIDADE….ROUBO NO HOSPITAL, ROUBO NA PREFEITURA E AGORA ROUBO NOS SEGUROS DA FROTA….A CIDADE AONDE LIBERAM LOTEAMENTOS SEM INFRA ESTRUTURAS(GUIAS/SARJETAS E ASFALTO), E LIBERAM PARQUE INDUSTRIAL, AONDE QUANDO CHOVE NEM TRATOR DE ESTEIRAS ACORRENTADOS CONSEGUEM SAIR, AONDE O PREFEITO EH POSTIÇO E AGORA APARECE DIVIDAS ATEH COM O COITADO DO LEITEIRO !!!!! E QUE AQUELE MOVIMENTO NAS RUAS; SAO OS CREDORES CORRENDO ATRAS DOS DEVEDORES E DEVEDORES CORRENDO DOS CREDORES.,..,P.S..ISSO PARA MIM, INFELIZMENTE CHEIRA CIDADE FALIDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *