A TRIBUNA: FLÁ GARANTE QUE NÃO VAI AUMENTAR IMPOSTOS MUNICIPAIS

capa-tribuna-25-09-16A principal manchete do jornal A Tribuna deste final de semana destaca a investigação da Polícia Federal no Hospital de Câncer de Jales. Segundo o jornal, as investigações sobre possíveis fraudes em contratos de prestação de serviços começaram há cerca de 60 dias e foram motivadas por uma denúncia levada à PF. O nome do denunciante está sendo mantido em sigilo, mas as informações prestadas por ele foram confirmadas  durante a fase de diligências preliminares.

O jornal está trazendo, também, uma entrevista exclusiva com o candidato único Flávio Prandi(DEM). Nela, Flá garante, entre outras coisas, que não pretende aumentar os impostos municipais para aumentar a arrecadação da Prefeitura que, como se sabe, vem caindo mês a mês. O candidato garantiu, igualmente, que os boatos dando conta de que ele já teria assumido compromissos com pessoas ou com partidos não correspondem à verdade. Ele disse, ainda, que poderá nem preencher todos os cargos de confiança.

A dívida de aproximadamente R$ 10 milhões que a administração Callado deverá deixar para o próximo prefeito; a redução dos casos de dengue em Jales, que já chega a 40%; a decisão da Justiça de Jales que rejeitou as contestações dos envolvidos no caso Exposhow, acusados de causar a insolvência da Casa da Criança; e a greve dos bancários, que fechou 100% das agências de Jales, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, a viagem que o prefeito Pedro Callado e o futuro prefeito Flávio Prandi fizeram a São Paulo para tentar resolver o impasse que resultou na paralisação das obras de construção das 99 casas populares do conjunto “Honório Amadeu”. Na página de opinião, os artigos do incansável Marco Antônio Poletto e do santista Victor Pereira. E no caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio com as últimas novidades do nosso Jet-set

7 comentários

  • Legal

    Só espero que o Flá não se esqueça daqueles que estiveram com ele nesses últimos 4 anos. Tem companheiro com ele desde 2004!

    Vai ter muito oportunista QUE SEMPRE FOI CONTRA, aparecendo de paraquedas agora se dizendo “companheiro”. ABRE O OLHO FLÁ!

  • Flá e a falência da prefeitura com os votos brancos

    Depois de fazer acordos com todos os partidos e se tornar candidato único, certamente, Flá não imaginava que teria um “concorrente” dos votos nulos e brancos. Por isso, “corre as ruas” para pedir votos!
    Se tiver uma baixíssima votação e “perder” para os votos brancos, ele terá sua imagem abalada e vai ser noticia dos jornais paulistas portanto ele não pode dizer que vai aumentar os impostos (IPTU) que estão defasados.
    A prefeitura com uma dívida de R$ 12 milhões e com a arrecadação de impostos, em queda (diante da crise), Flá deverá fazer o caminho (pronto pelo atual prefeito) de vender a rodoviária, estádio e/ou aeroporto.
    Neste caso, com esse dinheiro, ele deverá colocar as finanças em dia (ou perto?) mas não terá dinheiro para resolver os problemas cruciais da cidade (começa pelo asfalto).
    Eu acho que seria melhor, ele tomar atitudes negativas, agora, porque teria 4 ou 2(?) anos para fazer um bom governo e tentar ser deputado.

  • ze mane

    Então ontem o fla participou de um comissio em
    Dirce reis e foi muito vaiado pelos adversários. Foi falar q vai asfaltar a vicinal Vitorio prandi. Eu duvido

  • Legal

    Cardosinho quem desses presidentes de partido deve participar da administração municipal? quem deve ser secretário ou alguma coisa importante?

    PHS – Gibão
    PP – Luis Henrique
    PT – Especiato
    PRB – Japonês
    PSB – Junior Rodrigues
    PPS – Juliano Matos
    PDT – Aranda
    PSDB – Cardosão
    PMDB – Missoni
    PSD – Tiquinho
    PEN – Demetrio

    • Você esqueceu a Nice, que é a presidente do PTB. Ela ocupará um cargo na fazenda. Na fazenda de Aparecida do Taboado, da qual ela é uma das herdeiras. Esqueceu também do presidente do PV, o Bexiga. Mas, vamos lá:
      Gibão é parente. Não pode ocupar cargo na Prefeitura.
      Luiz Henrique tá mais preocupado com o mercado da borracha.
      Especiato não vai deixar de ser diretor de escola.
      Japonês poderá assumir o cargo que era do Renato Preto, na Secretaria de Saúde.
      Júnior Rodrigues, se não for eleito, vai continuar trabalhando na empresa da família.
      Juliano Matos vai ser assessor da mãe dele, caso ela seja eleita.
      Claudir Aranda foi transferido para a chefia do Correio de Indaiatuba e deve continuar lá.
      Cardosão é um mistério, mas pode pintar em alguma embaixada.
      João Missoni será o nosso adido cultural em Palmeira D’Oeste.
      Tiquinho, se não for eleito, irá cuidar de fabricar portões.
      Demétrio irá continuar onde já está, em um cargo do Consirj.

  • joao

    Até outro dia o que se ouvia nas entrevistas dos assessores do Prefeito é que estavam pagando todas as conta, colocando a casa em ordem , que o proximo Prefeito iria pegar a Prefeitua melhor do que eles pegaram, etc. etc. blablabla….e agora vem com esta de 10.000.000,00 de dividas pora o proximo Prefeito.

  • Pika Tchu

    O Flá e o Garça terão menos votos do que em 2012 e fim de conversa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *