A TRIBUNA: FLÁ VAI PEDIR AUTORIZAÇÃO AOS VEREADORES PARA VENDER ESTÁDIO MUNICIPAL

No jornal A Tribuna deste final de semana, o principal destaque são os estragos causados pela chuva que caiu em Jales na terça-feira, 20. A matéria diz que a estação meteorológica da Embrapa mediu 31,5mm de chuva, um volume que não é considerado tão grande, mas que foi suficiente para trazer novos e antigos problemas para a população, com registros de danos em praticamente toda a cidade. A Prefeitura disse que houve rompimento de galerias de águas pluviais e danos ao asfalto em vários pontos da cidade, especialmente nas obras que ainda estão sendo realizadas nos Distritos Industriais I e III, no Jardim do Bosque e no Parque das Flores. No bairro São Judas Tadeu, a chuva causou estragos na Rua Amazonas.

O jornal está destacando, também, que o prefeito Flá Prandi deverá enviar para a Câmara Municipal, nos próximos dias, um projeto de lei pedindo autorização dos vereadores para vender o Estádio Municipal “Roberto Vale Rollemberg”, com o objetivo de pagar dívidas junto ao Instituto Municipal de Previdência. A proposta foi apresentada a alguns vereadores na tarde de sexta-feira e, segundo o jornal, os poucos edis que compareceram à reunião com o prefeito deixaram claro que a aprovação do projeto não será fácil. Cálculos indicam que a Prefeitura deve R$ 12,5 milhões ao Instituto, que precisariam ser pagos ainda em 2020.

O decreto do prefeito Flá Prandi, que estabelece um corte radical nas despesas da Prefeitura, a partir de 31 de outubro; a eleição da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, que, para evitar aglomerações, será realizada durante três dias – 10, 11 e 12 de novembro; a promoção de fim de ano da ACIJ, que vai distribuir R$ 20 mil em vale-compras; a renovação, por mais cinco anos, do Curso de Tecnologia em Sistemas para Internet, da Fatec Jales; e a terceira fase da operação Farra no Tesouro, da Polícia Federal, que prendeu seis pessoas suspeitas de desviar dinheiro da construção de casas populares, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, detalhes sobre a licitação para a construção das 99 casas do conjunto habitacional “Honório Amadeu”, que, segundo a Polícia Federal, teria sido fraudada. A licitação foi julgada irregular pelo Tribunal de Contas porque, na opinião de um conselheiro, a Prefeitura, além de publicar a abertura da mesma em dois diários oficiais e dois jornais, deveria ter publicado também em um jornal com tiragem de 20 mil exemplares diários. Segundo a coluna, os quatro aditivos que elevaram o valor da obra de R$ 6,6 milhões para quase R$ 10 milhões, tiveram a concordância da CDHU e não foram contestados pelo TCE. Por outro lado, o TCE aprovou os pagamentos feitos pela Prefeitura à empresa entre 2014 e 2016. 

10 comentários

  • Autorização para o próximo prefeito!

    Flá demorou muito para resolver a venda do estadio. Acho que não iria vender. Deveria vender também a rodoviária e o aeroporto. Nem isso, não teve interesse. Preferiu endividar a prefeitura.
    Deverá vender a área inteira para um empresario construir quem sabe um shopping center. Talvez! Ou dividir em lotes? Ambos os casos, ficaria para o próximo prefeito vender.
    Fico pensando porque quer fazer o que deveria ter feito a muito tempo. Certamente estaria com medo de diminuir a sua popularidade à reeleição. Agora mudou pois desistiu de sua candidatura.
    Com o pretexto de pagar R$ 12,5 mi a previdência, Os vereadores deverão aprovar. Com certeza? Mas alguns vereadores são candidatos. Vamos esperar.

  • CADEIRA DE DESCANSO.

    ENGENHEIRO MIRANDA JA ESTA NA SUA CADEIRA DE DESCANSO ALI NA RUA DOIS, TANTO BARULHO PARA POUCA AÇÃO, ESSA É A NOSSA JUSTIÇA.

    • Amigo, o caso ainda não chegou à Justiça. Por enquanto, está na PF. Depois vai para o MP e, se este oferecer denúncia, aí sim vai pra Justiça decidir se aceita ou não a denúncia.

      • CADEIRA DE DESCANSO.

        MÁS, O CITADO CIDADÃO JA ESTA NO CONFORTO DO SEU LAR, OK ?.

        • E onde ele deveria estar? De acordo com as nossas leis, ninguém é culpado antes de ser julgado. E mais: você acha que se o Miranda tivesse desviado alguma coisa estaria na situação financeira em que está? O Miranda foi vítima da incompetência da Prefeitura, que escolheu um péssimo terreno para construir as casas, e da falta de planejamento da CDHU, que atrasou repasses, fazendo com que um obra prevista para durar dois anos só fosse concluída depois de sete anos. Em tempo: foi vítima também dos agiotas.

          • Bomdozinho

            Ele só esqueceu de fazer uma denúncia às autoridades… preferiu ficar na chuva,.. “vai que me dou bem!” . Só
            Tenho dó de quem merece esse sentimento.. To de saco cheio de pessoas que minimizam a culpa de quem ganhou mais ou menos com dinheiro público. Dinheiro público meu amigo, deveria ser pena perpétua ou pena de morte, que nossa Constituição não prevê. Mas, enfim, melhor 5 dias do que nada, como sempre acontece.

  • Eu

    Não pode vender nada ele que de seus pulos.

  • BOM PRA SE PENSAR.

    EM PALESTRA DO MEMORÁVEL “DR. LUIS CARLOS BARROS COSTA “, ELE COMO SEMPRE, EM SUAS SÁBIAS PALAVRAS DISSE, NÃO IMPORTA SE VOCÊ FICOU PRESO, UM MINUTO, UMA HORA, UM DIA, UMA SEMANA, UM MÊS, UM ANO, OU TALVEZ UM SÉCULO, LÁ NO SEU SEXTO SENTIDO ESTARÁ REGISTRADO, “VOCÊ FOI UM PRESO”, O QUE EXPLICAR PARA OS FILHOS ?, O QUE EXPLICAR PARA OS PAIS ?, O QUE EXPLICAR PARA O PAPAI DO CÉU ?.
    PORQUE UM DIA TODOS NÓS TEREMOS ESSE ENCONTRO, SERÁ QUE OS PAIS DESSAS PESSOAS, MESMO QUE NO MUNDO ESPIRITUAL ESTÃO FELIZES ?.
    AQUI ESTAMOS DE PASSAGEM, QDO VOCÊ MORRE, LEVA DÓLARES NA CUECA ?, LEVA CARRO NOVO ?, LEVA CHÁCARA COMPRADA COM O DINHEIRO PÚBLICO ?.
    PENSE NISSO SENHORES LARÁPIOS DA MUNICIPALIDADE……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *