A TRIBUNA: JUSTIÇA DE JALES DECIDE QUE SERVIDORES NÃO PODEM TER DOIS TIPOS DE PROMOÇÃO

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca que a reforma da Catedral poderá ser harmonizada com a repaginação da Praça “Euphly Jalles”. O assunto foi discutido em reunião realizada na Prefeitura, com a presença, entre outros, do bispo diocesano dom Reginaldo Andrietta e do secretário de Planejamento, Niltinho Suetugo. A ideia, segundo a matéria, é coordenar, pelo menos no formato arquitetônico, as duas reformas, mantendo o que seria a proposta de um conjunto de praças e não apenas de espaços independentes. A reforma da praça depende, porém, de recursos federais.

Destaque, também, para decisão da Justiça local que impede promoções horizontais de alguns servidores municipais. A 3ª Turma do Colégio Recursal acatou recurso interposto pela Procuradoria Geral da Prefeitura, sepultando as pretensões de servidores que pleiteavam o direito a mais uma promoção horizontal a cada cinco anos, além da promoção por merecimento a cada três anos. A decisão unânime da 3ª Turma teve como base o voto da relatora Maria Paula Branquinho Pini, para quem o acúmulo de promoções  seria ilegal.

O arquivamento, pelo Ministério Público, da representação do vereador Tiago Abra(PP) contra a lei que reajustou o IPTU em 22,07%; as explicações de alguns jalesenses que trabalharam normalmente na sexta-feira, durante o jogo do Brasil; o rompimento de contrato que vai impedir as lotéricas de continuar recebendo contas de energia elétrica; a geração de empregos em Jales e região, durante o mês de maio; a posição do delegado Sebastião Biazi, que defendeu a flexibilização do Estatuto do Desarmamento durante palestra a estudantes; e o Simpósio de Combate à Corrupção, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informações sobre a visita que o pré-candidato Delegado Sakashita(PHS) fez ao governador Márcio França(PSB). Na página de opinião, Marco Poletto escreve sobre os medos do pré-candidato Jair Bolsonaro, que alardeia valentia mas foge de debates por saber da mediocridade de suas ideias. No caderno social, o destaque ficou por conta do coquetel de inauguração das novas instalações da loja Fazendo Arte. E na coluna do Douglas Zílio, alguns flashes da festa junina da Unijales.   

7 comentários

  • Alex

    Boa noite cardosinho, ta sabendo da PORTARIA RFB Nº 898, DE 21 DE JUNHO DE 2018. Que suspendeu as atisvidade da agência da RFB em Jales?

      • Alex

        PORTARIA RFB Nº 898, DE 21 DE JUNHO DE 2018.
        Suspender as atividades de Agências da Receita
        Federal do Brasil (ARF).
        O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, SUBSTITUTO, no uso das atribuições
        que lhe confere o inciso III do art. 327 do Regimento Interno da Secretaria da Receita Federal do Brasil,
        aprovado pela Portaria MF nº 430, de 9 de outubro de 2017,
        RESOLVE:
        Art. 1º Suspender as atividades de Agências da Receita Federal do Brasil (ARF) com vistas
        a garantir o cumprimento da sua missão institucional, considerando o cancelamento de dotações
        orçamentárias desta Secretaria.
        Art. 2º Ficam suspensas a partir do dia 6 de julho de 2018 as atividades das ARF
        relacionadas no Anexo Único desta Portaria.
        § 1º Caberá à Coordenação-Geral de Atendimento (Cogea) a adoção das medidas
        necessárias para o cumprimento do que trata o caput, bem como a avaliação de alternativas de
        atendimento.
        § 2º Os Superintendentes da Receita Federal do Brasil das respectivas Regiões Fiscais
        deverão adotar as providências necessárias para redistribuir as atividades realizadas nas unidades de
        que trata o caput, bem como autorizar, excepcionalmente, as remoções ex-officio dos servidores
        localizados nas unidades relacionadas no Anexo Único.
        § 3º Os atos que determinarem as remoções deverão ser publicados no Boletim de
        Serviços da RFB até 4 de julho de 2018.
        § 4º As Regiões Fiscais deverão informar, até 2 de julho de 2018, à Coordenação-Geral de
        Gestão de Pessoas (Cogep) a relação dos servidores a serem removidos, bem como a existência e os
        respectivos valores dos impactos orçamentários a eles associados, e à Coordenação-Geral de
        Programação e Logística (Copol), os valores das despesas e os respectivos referenciais orçamentários
        impactados vinculados às Agências relacionadas no Anexo Único.
        Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União.
        Assinatura digital
        PAULO RICARDO DE SOUZA CARD
        LISTA DE AGÊNCIAS DA RFB QUE TERÃO SUAS ATIVIDADES SUSPENSAS A PARTIR DE 06/07/2018
        Região
        Fiscal Unidade Sigla UF
        1 1ª ARF – Jardim ARF/JAD MS
        2 1ª ARF – São Luiz dos Montes Belos ARF/SLM GO
        3 2ª ARF – Manacapuru ARF/MPU AM
        4 2ª ARF – São Gabriel da Cachoeira ARF/SGC AM
        5 2ª ARF – Sena Madureira ARF/SMA AC
        6 3ª ARF – São Raimundo Nonato ARF/SRN PI
        7 3ª ARF – Camocim ARF/CMC CE
        8 4ª ARF – Penedo ARF/PNO AL
        9 4ª ARF – Pau dos Ferros ARF/PFS RN
        10 5ª ARF – Ibotirama ARF/IBO BA
        11 5ª ARF – Itamaraju ARF/ITM BA
        12 6ª ARF – Ponte Nova ARF/PNV MG
        13 6ª ARF – Itaúna ARF/IUN MG
        14 6ª ARF – Oliveira ARF/OVA MG
        15 6ª ARF – Cataguazes ARF/CGS MG
        16 7ª ARF – São Mateus ARF/SMS ES
        17 8ª ARF – Piraju ARF/PJU SP
        18 8ª ARF – Jales ARF/JAL SP
        19 9ª ARF – Videira ARF/VID SC
        20 9ª ARF – Loanda ARF/LOA PR
        21 9ª ARF – Laranjeiras do Sul ARF/LSL PR
        22 9ª ARF – Iporã ARF/IPO PR
        23 10ª ARF – Veranópolis ARF/VER RS
        24 10ª ARF – Guaíba ARF/GBA RS
        25 10ª ARF – São Leopoldo ARF/SLO

  • FUNCIONARIO

    O FUNCIONARIOS MUNICIPAL VAI AI UMA REFLEXÃO

    NADA QUE ESTA TÃO RUIM QUE NÃO POSSA PIORAR

  • FUNCIONARIO

    SERVIDOR É PARA REFLEXÃO

    NADA QUE ESTA TÃO RUIM QUE NÃO POSSA PIORAR

  • A valentia de Bolsonaro consiste em uma arma de fogo na mão e nenhuma ideia que presta na cabeça.

    • Povo

      Este é um louco que ainda tem uns louquinhos que é a favor dele só por causa da liberação de arma. Se você precisar e tiver todos os requisitos legais você poderá ir e comprar sua arma em qualquer lugar que vende idiotas não precisa bolsomerda liberar não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *