A TRIBUNA: MAIORIA DOS VEREADORES CONCORDA COM AUMENTO DO IPTU, MAS ACHAM QUE 22% É MUITO

DSC03260No jornal A Tribuna deste final de semana, a manchete principal destaca a iniciativa do prefeito Flávio Prandi(DEM), que remeteu à Câmara o Projeto de Lei Complementar 24/2017 propondo um reajuste linear de 22,07% na Planta Genérica de Valores do município. Na prática, a mexida na Planta Genérica significa aumento do IPTU cobrado aos contribuintes jalesenses. Nos bastidores, diz-se que a maioria dos vereadores concorda com o reajuste, mas alguns deles acham que o percentual deveria ser menor. Segundo a matéria do jornal, o vereador Tiago Abra(PP) já se manifestou contra o projeto. Ele diz que “o povo não tem que pagar pela falta de planejamen,to da administração municipal”.

Destaque, também, para a decisão do TJ-SP que aumentou a pena de um dos homens acusados de roubar e assassinar o caminhoneiro Marcos Adriano Longo, o “Curió”, em janeiro de 2015. Na Justiça de Jales, o acusado tinha sido condenado a pouco mais de 11 anos de reclusão, por roubo, ocultação de cadáver e corrupção de menor, mas o TJ aceitou os argumentos do Ministério Público e o condenou também por latrocínio, aumentando a pena para mais de 24 anos, a mesma pena do outro acusado.

A Moção de Repúdio aprovada pela Câmara de Jales contra o mau atendimento da Elektro aos consumidores jalesenses; a aprovação dos produtores e do público ao novo formato da Festa da Uva; os esforços do prefeito Flá Prandi para concluir, em até dois meses, as duas novas  creches que estão sendo construídas; o acidente envolvendo três veículos, que fez mais uma vítima fatal na rodovia “Jarbas de Moraes”; e o TAC assinado pelo prefeito Flá, junto ao Ministério Público de Jales, onde ele se compromete em regularizar as políticas de proteção aos animais, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, as explicações do deputado federal Ezequiel Fonseca(PP-MT), ex-morador de Jales, que apareceu no Jornal Nacional recebendo uma caixa com o dinheiro de uma suposta propina. Na página de opinião, o artigo do ex-prefeito Pedro Callado garante que a Justiça do Trabalho não é paternalista, enquanto a crônica do Hélio Consolaro trata dos sacrifícios que o uso do espartilho impõe às mulheres. No caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio e para os 10 anos da loja Pintando 7, onde, por sinal, fui muito bem atendido na semana passada, quando  estive por lá comprando um brinquedo para minha neta Alice.      

9 comentários

  • TRABALHO QUE TRÁS FALSAS NOTÍCIAS

    TIAGO ABRA É O MELHOR VEREADOR DESSA CÂMARA!
    TAMBÉM, ESPERAR O QUE DE UM BANDO DE SEMI ANALFABETOS?
    FIM DE PAPO, MOÇADA!!!!!!

    • PSDB

      KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk imagina o pior então KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk KKKkkkkkkk

  • GILMAR DO ARFAPUÃ

    O Vereador Abra, acertou uma, depois de várias cagadas. O Povo de Jales não tem a obrigação de pagar o mal Planejamento e a má administração do poder executivo.
    Caro Prefeito e Vice, onde estão os deputados ( as ) estaduais e federais, que se comprometeram em arrumar dinheiro para o município? Sumiram todos ? Já vi que suas viagens para São Paulo são todas para passeio, pois grana que é bom nada. A Nice ia para mostrar suas Bolsas e Você vai mostrar o que? Sua incompetência e gastar o dinheiro público.

  • Observador

    Não pode ser maior que a inflação do ano.E só.

  • FAZ ME RIR

    É FLÁ, VAI FAZENDO JUS AO APELIDO DE “PROMESSINHA”

    PROMETEU EM CAMPANHA QUE NÃO AUMENTARIA NENHUM IMPOSTO. TÁ AÍ POVO DA UNIÃO POR JALES, SE FERRARAM!

    SEM FALAR QUE 80% DOS CARGOS EM COMISSÃO SÃO DE APRADRINHADOS PELO CALLADO.

  • GILMAR DO ARFAPUÃ

    Quero ver quanto vai ser o aumento dos funcionários públicos de Jales? Será na mesma proporção do aumento do IPTU? Fala Flá.

  • Alkaeda

    A verdade é que o Prefeito esta apenas buscando corrigir imperfeições na cobrança do IPTU.
    Existem imóveis que foram aumentados ou seja os proprietários ampliaram, construiram novas áreas no imóvel, porém o mesmo esta lançado no cadastro imobiliário com a área construída antiga, sendo assim é cobrado um valor menor do que o real!
    O que o Prefeito propõe é uma cobrança justa com alterações “não na alíquota”, mas sim no valor venal de cada imóvel. Um imóvel com valor real de venda de R$ 500.000,00 esta lançado com valor de aproximadamente R$ 200.000,00, com esta atualização ou melhor, correção o valor irá para aproximadamente R$ 250.000,00 ainda permanecendo abaixo do valor real, mas refletirá em um valor de IPTU maior e mais justo!
    O que esta acontecendo e repercurtindo em nossa cidade são falsas informações para jogar a opinião publica e a população contra o Prefeito e sua administração!
    Pessoas sem escrúpulos e mal caráter, tentam atingir o Prefeito a todo custo, e nos bastidores longe da internet e dos holofotes é sabido que a intenção desta ou destas pessoas são apenas conseguir vantagens, sejam em dinheiro ou em cargos e contratos com a Prefeitura!
    Prefeito Fla, siga firme no seu propósito de melhorar e desenvolver nossa Jales dia a dia, e saiba que os que hoje jogam pedras amanhã terão que se calar e aplaudir!
    Vereadores tenham juízo e consciência!
    Entendam que ajudar a população é buscar constantemente a “justica social”, mesmo que está em vistas turvas possa parecer injustiça pessoal.
    Bom domingo a todos.

    • Elias

      Opa, quer dizer que o meu não vai aumentar então? A casa tá do jeitinho que foi construída, então to tranquilo né?

      IPTU em Jales é pura sacanagem, sabemos que os que se acham donos da cidade, se julgam os riquinhos, não pagam esse imposto, ai depois lá na frente a prefeitura faz acordinho e dá até desconto pros bunito pagar, enquanto os coitados assalariados se matam o ano todo para guardar um pouco e poder pagar em dia.

  • GILMAR DO ARFAPUÃ

    GILMAR DO ARFAPUÃ
    Your comment is awaiting moderation.

    ALKAEDA, como pode um prefeito com boas intenções administrativas, querer aumentar de uma só vez o valor do IPTU em mais de 20%? Quantos % o referido deu de aumento, para os funcionários municipais em 2017?O governador deu de aumento para os funcionários públicos estaduais? e os federais? Essas sua palavras são balela de um puxa saco. Por que não aumentar o ISS de 3% para 5% então? Por que não apreender aplicar o pouco dinheiro que a prefeitura tem, não pagando por exemplo para um porteiro de cemitério mais ou menos 5 mil reais por mês e quando um enterro passa da 5 hs. o mesmo quer cobrar horas extra. Diminuir o salário do referido prefeito? do vice? dos secretários? dos vereadores? E realmente pagar bem para aqueles que realmente trabalham e ganham uma miséria.
    Que tal viajar menos e trabalhar mais, fiscalizando as obras que estão sendo feitas na cidade, a passo de tartaruga.
    O que esta acontecendo e repercutindo em Jales ( sou nascido nesta cidade ) são as falsas balelas ou informações como estas que o senhor, esta tentando passar para opinião publicada. Por isso posso dizer você sim não tem escrúpulo e é um mal caráter, pois esta faltando com a verdade.
    Administrar com os cofre cheio de dinheiro público, vindo através de impostos é fácil, qualquer um produz. Eu pergunto onde estão os deputados estaduais e federais, que se comprometeram a trabalhar por Jales?
    Escrupuloso já foste usar o UPA ? Já foste usar o Núcleo de Saúde ? Já foste usar os Postinhos? Já foste usar os sanitários públicos ? Já precisou ser atendido dentro do prédio da prefeitura? Onde estão o repaginamento das duas praças municipais ? Já visitou alguma creche ? As 90 casas populares ainda na época da época do prefeito estar trabalhando para o Garcia, estão pronta?
    Pare de puxar o saco. Mas eu acho que você é pago para defender a administração no Blog.
    E para terminar meu caro nunca precisei e nunca vou precisar conseguir vantagens de uma prefeitura mal administrada. E Justiça social a justiça parte do princípio de que todos os indivíduos de uma sociedade têm direitos e deveres iguais em todos os aspectos da vida social. Isso quer dizer que todos os direitos básicos, como a saúde, educação, justiça, trabalho e manifestação cultural, devem ser garantidos a todos.
    Essa ideia parte do princípio de que não é possível falar em desenvolvimento de uma sociedade considerando apenas o crescimento econômico. Nesse sentido, a noção de justiça social está atrelada à construção do que é chamado de Estado de Bem-Estar Social, isto é, um tipo de organização política que prevê que o Estado de uma nação deve prover meios de garantir seguridade social a todos os indivíduos sob a sua tutela, o que significa que o acesso a direitos básicos e as ações de seguridade social devem ser estendidos a todos.
    Entendeu escrupuloso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *