A TRIBUNA: MINISTÉRIO PÚBLICO DÁ 20 DIAS PARA PREFEITURA E CONSIRJ INICIAREM REFORMA DE PRÉDIO DA UPA

No jornal A Tribuna deste final de semana, o principal destaque é para o relatório do auditor-fiscal do Ministério do Trabalho, Fernando Gallego Dias, que realizou uma vistoria na UPA de Jales na quarta-feira, 11, e constatou o risco de desabamento do prédio inaugurado em 2012. O auditor relatou, também, que a situação da sala de Raio-X pode causar danos à saúde de trabalhadores e usuários. Em vista da gravidade do caso, o Ministério Público expediu já no dia seguinte à vistoria, uma recomendação na qual concede o prazo de 20 dias para que a Prefeitura e o Consirj tomem as devidas providências.

Destaque, também, para a incursão que os prefeitos de Jales, Flávio Prandi(DEM) e de Dirce Reis, Euclides Begnini(DEM), fizeram a São Paulo na sexta-feira, 06, onde assinaram convênios com o governo estadual  visando a recuperação asfáltica da vicinal “Vitório Prandi”, que liga as duas cidades. O convênio assinado por Flá prevê o repasse de R$ 2 milhões para o recape dos 11 quilômetros da vicinal que pertencem ao município de Jales. Já o convênio assinado pelo prefeito Cridão prevê a transferência de recursos para o recape dos outros 09 quilômetros da vicinal, no município de Dirce Reis.

Por falar em “Vitório Prandi”, o jornal está informando que a Prefeitura de Jales e o DER foram condenados a pagar uma indenização de R$ 25 mil a um casal que sofreu um acidente por conta dos buracos da vicinal. As informações sobre o segundo homicídio ocorrido em Jales, em menos de dois meses; a condenação dos estelionatários que aplicavam golpes em políticos e foram presos pela PF de Jales em 2014; e o caso de um morador do Jardim Primavera que, por uma falha da Prefeitura, ficou preso 17 dias e agora está exigindo uma indenização de R$ 85 mil, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informações sobre a polêmica envolvendo o valor da repaginação dos banheiros do Comboio, que vai custar R$ 149 mil. Na página de opinião, o artigo do ex-prefeito Pedro Callado diz que a Justiça é a última trincheira para socorrer os fracos diante dos poderosos, enquanto o vereador Tiago Abra defende que é preciso investir em esporte para salvar nossa sociedade. Na mesma página, o médico e seminarista da Diocese de Jales, Washington Henrique da Conceição, escreve sobre a ação do PSOL que pretende despenalizar o aborto. No caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio.    

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *