A TRIBUNA: MINISTÉRIO PÚBLICO VAI INVESTIGAR GASTOS DO PREFEITO DE PONTALINDA COM VIAGENS

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca que o Ministério Público Federal de Jales está pedindo aos cidadãos que denunciem atrasos em perícias médicas do INSS. O problema da demora no atendimento – que vem prejudicando os segurados do INSS – foi denunciado pela imprensa, que constatou a falta de peritos em algumas agências da região. De acordo com o procurador Rubens Plates, que instaurou um inquérito para apurar os atrasos, “tais irregularidades vêm ocasionando  prestação de serviço deficiente pela autarquia previdenciária”.

Destaque, igualmente, para o inquérito civil instaurado pelo Ministério Público de Jales para apurar possíveis atos de improbidade administrativa cometidos pelo prefeito de Pontalinda, Elvis Carlos de Souza(PTB). O inquérito é consequência da fiscalização do Tribunal de Contas que apontou irregularidades nas contas do prefeito, relativas a 2016. O MP vai investigar, também, os gastos do prefeito Elvis com viagens nos primeiros nove meses de 2017, bem como possível prática de nepotismo cruzado na nomeação da nora de um vereador. Segundo o jornal apurou, o prefeito de Pontalinda já gastou cerca de R$ 62 mil com viagens.

Os concursos e os processos seletivos da Prefeitura que levarão cerca de 2.000 candidatos à Unijales nesse domingo. Outros 3.000 candidatos farão as provas no dia 03 de dezembro; a nota da Câmara Municipal, que anuncia o contentamento com a cassação da liminar que impedia o reajuste do IPTU; a prisão de um homem que tentou matar um desafeto em plena avenida João Amadeu; a iniciativa de uma empresa de Araçatuba, que foi à Justiça cobrar dívida de R$ 96,5 mil da Prefeitura de Jales; e o desempenho da ACIJ, que é finalista do prêmio de mérito em gestão, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, notícias sobre o processo em que a Fazenda Estadual desiste de receber uma dívida da ex-prefeita Nice Mistilides. Na página de opinião, o doutor Pedro Callado escreve sobre um assunto que vai interessar a duas amigas deste aprendiz de blogueiro: casamento e união estável entre pessoas do mesmo sexo. E a Taísa Selis diz no título de sua crônica que “foi olhando no espelho que descobri”. Para descobrir o que ela descobriu, o amigo terá que ler a crônica. No caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio.

Em Tempo: na edição deste final de semana, o jornal A Tribuna traz um pôster do heptacampeão brasileiro, o Corinthians, e também um pôster do Jalesense Atlético Clube – categoria sub 12 – campeão da Taça Paulista. 

6 comentários

  • PARABENS PELO DIA

    Jales não aderiu ou não comemora o ”’DIA DA CONSCIENCIA NEGRA”’ isso é uma falta de respeito para não dizer outra coisa senhores vereadores segunda feira vocês deveriam fazer um repudio pela falta de respeito daqueles que merecem ser homenageado e uma monção de aplauso para esse dia de CONSCIENCIA

    • Negao da Picona

      Jales aderiu sim!
      Apenas não declarou o dia como feriado!
      Vai se inteirar do assunto.
      Salvo engano o vereador que PROPÔS o projeto de lei foi o Prof. JEDIEL ZACARIAS!

  • Feriado

    Não querendo me envolver na conversa dos amigos acima, mas no site oficial consta somente a cidade de Santa Albertina na nossa região, mas por sua vez as cidades de: São Francisco, Palmeira D’Oeste, Martinópolis e Aparecida D’Oeste também é feriado.
    OK.

  • Observador

    Tem acabar com feriados não criar.Chega.

  • JOSUÉ FERREIRA DA CRUZ

    JÁ QUE LUTAMOS PELOS DIREITOS IGUAIS,PORQUE NÃO O DIA DA CONCIENCIA BRANCA,AFINAL SOMOS DIFERENTES SÓ POR FORA,POR DENTRO SOMOS TODOS IGUAIS E TIRARMOS ESSE DIA PARA REFLETIRMOS SOBRE NOSSO COMPORTAMENTO HUMANO A RESPEITO DO NOSSO PROXIMO INDEPENDENTE DE COR,RAÇA,CULTURA,POBRE OU RICO,PARA MELHORAR NOSSOS RELACIONAMENTOS,BOM DIA

  • JOSUÉ FERREIRA DA CRUZ

    SINCERAMENTE,EXISTE MOMENTOS QUE PENSO EU QUE NÃO EXISTE CRISE FINANCEIRA,ISSO É APENAS UM MECANISMO PRA QUE SE POSSAM AGIR DE CERTAS MANEIRAS COM MAIS LIBERDADE SEM SER NOTADO,PRECISAMOS TER MAIS DEBATES SOCIAIS PARA NÃO FICARMOS A MERCE DE ASSUNTOS IMPORTANTES,E QUE POR MUITAS VEZES FALTA-NOS CAPACIDADE PARA ENTENDER, A SOCIEDADE PRECISA TER MAIS CONHECIMENTOS DOS ACONTECIMENTOS DO MUNICIPIO.BOM DIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *