A TRIBUNA: PF INDICIA TRÊS SERVIDORES E UM CORRETOR DE SEGUROS POR CONTA DA ‘FARRA NO TESOURO 2’

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete repercute as novidades da operação “Farra no Tesouro 2”. Matéria do repórter Alexandre Ribeiro, o Carioca, diz que a PF decidiu indiciar quatro pessoas. O secretário municipal de Fazenda, o chefe de gabinete da mesma pasta, que era o responsável pela contratação de seguros, e um contador também vinculado à Fazenda são três dos indiciados. O quarto é o corretor de seguros A.B.R. Os três servidores estão sendo acusados de negligência, sendo que o chefe de gabinete responderá, também, por fraude a licitações, mesmo crime imputado ao corretor de seguros.

Destaque, igualmente, para reportagem que denuncia o estado de abandono do almoxarifado municipal, que se transformou em um verdadeiro cemitério de máquinas, caminhões, ônibus e outros veículos. A Prefeitura explicou que está preparando um leilão para se livrar das sucatas guardadas no almoxarifado. E o prefeito Flá Prandi enumerou diversos veículos adquiridos recentemente e garantiu que está renovando a frota municipal.

A aprovação de uma CEI na Câmara para investigar compras feitas pela Prefeitura com dispensa de licitação; a concorrência pública aberta pelo Instituto Municipal de Previdência para vender seis terrenos; o número de feridos em acidentes de trânsito em Jales, que é o menor dos últimos 14 anos; os buracos das ruas de Jales, que continuam causando acidentes e ações de indenização na Justiça; e a operação da polícia da região contra o tráfico de drogas, que prendeu cinco mulheres e um homem, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informações sobre uma decisão da Prefeitura, que, no auge da operação Farra no Tesouro, pagou à ex-tesoureira Érica as verbas indenizatórias referentes à sua demissão. Há quem diga que a Prefeitura deveria ter depositado o dinheiro em juízo, para ajudar a recuperar os prejuízos causados pela ex-servidora. Na página de opinião, artigo da advogada Ana Lígia Massuia sobre as dificuldades enfrentadas por jovens advogados, como ela. No caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio.   

10 comentários

  • A mulher roubou do povo e ainda foi indenizada? Isso é uma vergonha, não tinha nem cargo concursada, será que tinha registro em carteira ou será que alguém tinha o rabo preso,que eu saiba se é uma empresa privada seria demitida por justa causa e sairia com a mão na frente e outra atrás e ainda ficava com o nome sujo, será que o Callado conhece as leis trabalhistas? Misteeeerio

  • Recapeamento Asfáltico

    Cadê a imprensa de Jales para divulgar o recape que estão executando lá na Vila Santa Izabel, IV Centenário e perto da minha casa, no São Lucas?
    Esse lado da cidade ficou abandonado durante muitos anos, e graças a Deus a infraestrutura chegou aqui.
    Será que criticar dá mais ibope do que quando chega a solução?
    E antes que a oposição defeque (seja na câmara ou nos meios de comunicação) a verba foi conquistada pelo prefeito através de emendas nesse mandato, pois a placa informa que é dinheiro do governo federal. Digo isso pq os que torcem pra tudo dar errado falam que é dinheiro de empréstimo do Callado, da Nice, do Parini, do Rato e até do Guisso é perigoso falarem que tem dinheiro chegando agora.

    • JR.

      verdade meu caro(a), a minha mae mora ai no sao lucas e era uma burakeira só!
      agora estão recapeando e ficando bom, nunca fizeram nada pra esse lado da cidade.

      cade o thiago abra, o tupeti e agora parece que o macetao também ????

    • José Carlos

      Uai por que você não se identificou para trazer está notícia, o negócio tá tão feio que até vc se esconde, e outra o prefeito e quem quer que seja não está fazendo mais do que sua obrigação!

  • Kieto&kaladu associados

    Tem que analisar e ver o procedimento correto pois ela não foi julgada e condenada mas mesmo assim é “”legal”” sua indenização ou não
    Com a palavra um conhecedor desta polemica

  • atletas&observadores

    Arnaldo, isto pode?, Evento Verão em Jales, um irmão, um filho, dois filhos, evento familiar, juízes, benefícios familiares, de onde virão as notas fiscais para pagamento pela prefeitura. De olho no lance.

  • Ilda Luiza

    Pois é, o Prefeito de Jales Fla , está com a moral nos calcanhares, pagar indenização à funcionária Erica Bandida e ainda manter o França como chefe do almoxarifado da Prefeitura é não ter visão de nada mesmo!! A indignação vai corroer o povo de Jales.

    • Não é que ele não tenha visão , ele não ele tem e autoridade, tem alguém dentro dessa prefeitura que manda mais que ele, ele e apenas um prefeito figurante. A falta de visão ele teve ao aceitar ser figurante, mas vai se saber o que ele ganha com isso,pq administrar , tá na cara que ele não administra , a verdade está com as raposas que cuidam do galinheiro.

  • Ilda Luiza

    Você não vai publicar meus comentários ??? Porque? Só por que falei verdades??? Seria…. ( R.P.) ???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *