A TRIBUNA: PREFEITO FLÁ ENVIA PARA CÂMARA PROJETOS QUE TRATAM DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete trata dos ruídos causados pela advogada Alzira Mara Azevedo Novaes, ativista da causa dos animais e do meio ambiente. Durante a semana, ela procurou a imprensa para protestar contra a derrubada de árvores na Praça “Euphly Jalles”, que será repaginada pela Prefeitura com ajuda do Ministério do Turismo. Segundo a advogada, um lancheiro com quem conversou disse a ela que a reforma incluiria a erradicação de cerca de 40 árvores da praça. De seu lado, a Prefeitura diz que o projeto prevê a derrubada de algumas poucas árvores.

Destaque, igualmente, para o pedido de socorro de alguns moradores do conjunto habitacional “Honório Amadeu”, onde quase a metade das 99 moradias entregues pela CDHU em fevereiro de 2019 já apresentam sérios problemas. Além disso, os mutuários estão reclamando também do reajuste de 30% no valor das prestações que, em alguns casos, já custam quase R$ 1 mil. O prefeito Flá Prandi disse que já solicitou um recálculo das prestações, enquanto o secretário de Obras, Manoel de Aro, confirmou que pelo menos 32 moradores protocolaram reclamações na Prefeitura, enquanto outros seis ou sete reclamaram diretamente na CDHU. De Aro disse, ainda, que a Prefeitura está notificando a empresa responsável pela obra.

A proposta de reforma da previdência municipal enviada pelo prefeito Flá Prandi para a aprovação dos vereadores, visando alinhar as exigências para aposentadoria e pensão de servidores municipais com as novas regras impostas aos servidores federais; a suspensão da terceira licitação aberta pela Prefeitura para instalação de semáforos em alguns pontos da cidade; as ações promovidas pela Jalespark – a empresa responsável pela Zona Azul – para comemorar o Dia Internacional da Mulher; e a operação do Gaeco contra a falsificação de agrotóxicos, que incluiu cumprimento de mandados em algumas cidades da região, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informações sobre a abertura de duas licitações para tentar resolver dois problemas que, nos últimos tempos, vem gerando muitas reclamações de moradores de Jales. Uma delas visa terceirizar o transporte de pacientes para Rio Preto, Votuporanga e Fernandópolis, com a locação de 01 ônibus, 01 micro-ônibus e 01 van. A outra licitação também visa terceirizar um serviço público: a manutenção dos 8.192 pontos de iluminação pública de Jales, que, em parte, está sob a responsabilidade da Elektro. No caderno social, destaque para a colorida coluna do Douglas Zílio e para a inauguração da filial da Oliver Corretora de Seguros em Jales.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *