A TRIBUNA: VEREADORES DIZEM QUE DEMISSÕES FEITAS POR CALLADO CAUSARÃO O CAOS NA SAÚDE

capa tribuna 11.10.15No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca a visita que o governador Geraldo Alckmin fez a Jales, na manhã de sexta-feira, 09, quando ele assinou dois convênios com a Prefeitura de Jales. Segundo o jornal, um desses convênios – que libera R$ 200 mil para construção um novo local para os ensaios da Orquestra Municipal – já tinha sido anunciado em dezembro de 2013, pela então prefeita Nice Mistilides.

Matéria do repórter Alexandre Ribeiro, o Carioca, informa que a sessão da Câmara, realizada na segunda-feira, 05, votou apenas duas proposições – uma moção e um requerimento – e, mesmo assim, durou exatos 01 hora e 17 minutos. O Carioca informa, também, que o presidente da Câmara, Tiquinho, estaria protelando a realização de um concurso que visa atender recomendação do Ministério Público.

A condenação do médico Luiz Henrique Semeghini, que matou a esposa Simone Maldonado há quinze anos; o acidente que tirou a vida da empresária Thays Pinato; as críticas dos vereadores às demissões promovidas pelo prefeito Pedro Callado na Saúde; e a greve dos bancários são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, comentário sobre os rumores que circularam ontem, após a visita do governador, segundo os quais o diretor do Hospital de Câncer, Henrique Prata, teria sido “esquecido” pelo cerimonial do evento realizado na Praça. Na página de opinião, a crônica do indefectível Marco Antônio Poletto fala sobre um “gênio da raça”, o eterno Chico Buarque de Holanda. E, no caderno social, destaque para a lidíssima coluna do Douglas Zílio.  

36 comentários

  • Saci Pereré

    jalesenses, os 200 mil para a construção de um local adequado,para os ensaios da banda Municipal, que já tinha sido prometido em 2013, vai chegar com a Ambulância ganha pelo vereador puxa saco do Calado a mais de 2 anos, mas a data ninguém sabe , ninguém viu. Nem o prefeito e nem o pessoal do PSDB

  • Vai entender ,a cidade tá o caos e povo se preocupando com banda,ha qto tempo essa banda existe e só hj tem que achar um local?20 mil dá pra recapear qtas ruas?

    • Isso é Jales, no meu coração!

      Se com 500 mil vão recapear 13 míseras ruas (incluindo a pavimentação da 15 e José Bernini) imagina-se com 200 mil?

  • K C Tão

    Na rádio Antena o prefeito Callado disse que são mais de 1.000 servidores públicos atualmente e as perguntas são várias:
    1. Onde estão lotados esses 1.000 servidores públicos concursados, que recebem seus salários pontualmente em dia, pagos com recursos públicos?
    2. Esses tantos servidores devem ser, em boa parcela, concursados para serviços gerais, portanto, é só colocá-los nos devidos lugares.
    3. Os vereadores que tanto reclamam, deveriam auxiliar e parar de fazer política barata de defesa dos fracos e oprimidos. Se não tem dinheiro para pagar os salários tem que demitir mesmo e pronto.

  • anti psdb

    fora callado

  • anonimo

    Meu amigo Douglas, admiro vc pela sua competência, mas acaba de perder pontos comigo.

    Colocar uma matéria dessa, desse tamanho na primeira página do jornal, inauguração de um parquinho?

    Faz com que penso: o é falta de matéria ou dr. Pedro GoGó pagou muito bem para o jornal.

    Douglas, vc como diretor……………..dr. Pedro GoGó

    • anonimo

      Douglas exagerou: GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN ASSINA DOIS
      importantes convênios PARA ASFALTO E CULTURA

      $200.00,00 PARA CONSTRUÇÃO DE UM GALPÃO E
      $500.000,OO PARA A RUA JOSE BERNINI

      PEGOU PESADO KKKK

  • Anônimo

    Que história é essa de empurrar o concurso da câmara com a barriga? Esse Tiquinho é mesmo uma piada! Cadê o Ministério Público?

  • NOIS

    PREFEITO CALADO, o que é mais importante 200 mil, para a construção de um galpão, que pode muito bem ser alugado pela Prefeitura, que vive jogando dinheiro fora, ou 200 ou 500 mil para a Santa Casa de jales, ou mesmo 2 Milhões para recapear, essas crateras que existem em Jales? Pergunte para a dona Analice Fernandes?

  • Anti-Coxinha

    Esse celenterado com pseudonimo “Brasil Livre” é ridículo. Um coxinha chato e cheio de odio. Completamente desinformado. Facistóide irresponsável, vive a divulgar asneiras e babaquices. Leitor da Veja e do Estadão. Eleitor do Aécio. Adora e acredita no Jornal Nacional da Globo. Um quadrúpede perfeito.

  • Eleitor

    Exagero de um vereador irresponsável que não mede o que fala.

  • anonimo

    Para que fazer barracao para banda municipal, porque esse prefeito CALADO, nao desocupa os saloes do municipio que sao emprestados a pessoas de sua turma e nao pagam nada, MANDANDO PAIS DE FAMILIA EMBORA, como na saude, POVO que se fd, cade os promotores dessa cidade e juizes, só porque essa pessoa ex juiz, isso não tem nada ver, recebeu pelo tempo que trabalhou, CADE OS VEREADORES PARA INVESTIGAR ESSES SALOES EMPRESTADOS E O MUNICIPIO PAGANDO ALUGUEL.

  • Fabiana

    Aos incautos que estão a ficar indignados com a construção de uma nova sede para a Orquestra (não é Banda), vai uma pergunta: vocês já foram visitar o local? Apertado e também arriscado (já leram uma postagem feita pelo Cardosinho falando dos perigos do Pontilhão?)
    Todos ali merecem um lugar mais amplo, arejado. O trabalho ali realizado é digno de aplausos, principalmente ao Edivaldo, que além de excelente profissional e professor, transmite valores éticos para nossos filhos. Porque tanta indignação? Certamente quem está a criticar deve trabalhar em salas amplas, arejadas e confortáveis, então, será que nossas crianças e jovens não merecem um lugar melhor também?
    Por isso essa cidade está como está. Lamentável…

  • ANTONIO CARLOS

    Fabiana, aqui ninguém é incautos ou incultos e todos nos jalesenses sabemos que é uma Orquestra ou Banda tanto faz como fez, a nossa indignação é gastar 200 mil com uma construção de uma nova sede das referidas, sendo que Jales, precisa, de recursos para a saúde, para a educação, para a melhoria nas praças, para o recapeamento das ruas da cidade, para a melhoria dos postinhos de atendimentos nos bairros, para a melhoria nas luzes das cidades, que na maioria dos bairros vivem no escuro, para melhor atendimento na Secretária da Saúde, para acertar a situação dos funcionários públicos municipais (não é salário é condição de trabalho)etc…….. e não vemos como prioridade essa construção, pois o prefeito, que empurra tudo com a barriga, poderia muito bem alugar um lugar mais adequado, para esta orquestra ou banda, ou até mesmo
    reformar o pontilhão.
    Se o seu filho ( a ) , passa por algum perigo, arrume um lugar melhor, pois isso para quase a totalidade dos jalesenses e secundário, é só fazer uma pesquisa. Sei que a Orquestra é importante e é um tipo de cultura, que tal então os ensaios na Casa da Cultura.

    • Preclaro Antônio Carlos, perdoe entrar na discussão de vocês, mas, diante das sandices que você escreveu, eu não poderia me eximir de dar minha opinião. A nossa Orquestra merece uma nova sede, não de R$ 200 mil, mas de R$ 400 mil ou mais. E merece instrumentos novos também. Você tem ideia de quantas crianças e adolescentes já passaram pela nossa Orquestra? Crianças e adolescentes que poderiam estar fazendo alguma outra coisa – como fumar maconha em algum canto – mas, no entanto, encontraram na nossa Orquestra a inspiração para aprender algo de útil? Jales precisa de recursos para a Saúde e para a Educação? Esse é o tipo de discurso repetido por pessoas que não tem ideia do que estão falando. Jales, na verdade, precisa de recursos para todas as áreas, inclusive para a Cultura.

      • Fabiana

        Muito obrigada meu amigo Cardosinho!
        Eu, com meu filho de 12 anos sinto – me abençoada em vê-lo envolvido num projeto maravilhoso como esse.
        Quem dera todas as crianças dessa cidade pertencessem a projetos como esse.
        Bem, não é necessário escrever mais nada. Você disse tudo! Obrigada!

  • Macuco

    Alguem sabe responder o que esta funcionando naquele espaço que antes era centro de fisioterapia da Unijales, próximoao recinto da Facip?
    Até onde eu sei por dois anos la ficou fechado e usado para fazer almoço e festa no período da Facip.
    Igual aquele espaço existem outros que ficam fechados sem uso, e o município vai construir mais salão, aumentando assim suas despesas com água, luz e por ai vai….
    Jales, cidade que aumenta despesa e se esquece das receitas, cidade quebrada!.

  • Antonio Carlos

    Cardosinho, o que escrevi não considero sandices apesar de sua opinião as minhas eu não mudo, em momento nenhum eu escrevi que a Orquestra não merece, uma nova sede, o que eu escrevi e você deve aceitar, que em Jales existem prioridades mais essenciais, que essa nova sede.
    E não é a Orquestra que vai tirar as crianças e os adolescentes das ruas e das drogas, o que vai tirar as crianças e adolescentes das ruas e das drogas é principalmente a educação em casa, o respeito aos bons conselhos, o,respeito aos país e a sociedade, principalmente dentro duma sala de aula, pois do contrário teríamos que ter 10 Orquestras por cidades e também não falei que a referida orquestra não é cultura, mas sim não é o primordial, na vida dos cidadãos mas sim a Educação, depois os outros itens. E meu amigo Tem muitos pais que acha que educação se dá nas escolas, ao contrário se dá em casa, através do convívio onde há amor, carinho , respeito.
    E para finalizar, que por achar a Orquestra essencial eu indiquei a Casa da Cultura de Jales, a reforma do Pontilhão ou alugar algum galpão.
    Não sei bem de quem foi a sandice ? Tenho ideia sim do que estou falando, pois pelas minhas mãos já passaram e passam milhares de jovens e adolescente dentro de uma sala de aula, onde cabe 30 e tem 50 .

    • A Educação Municipal de Jales é uma das melhores do país, segundo alguns métodos de pesquisa. Os professores municipais são melhor remunerados que os professores estaduais. A nossa Prefeitura enfrenta problemas com a Folha de Pagamento exatamente porque paga bem ao pessoal da Educação (professores, coordenadores, diretores). Repito, portanto, que esse discurso de que a prioridade é investir na Educação, onde já se investe, normalmente, 27% do orçamento municipal, é coisa de quem não sabe do que está falando. Nossa Orquestra merece ter seu espaço próprio. E o investimento na Cultura é muito bem vindo. No mandato do Parini, o Ministério do Turismo investiu mais de R$ 1,6 milhão em porcarias como Facipes e Arraiás na Praça e eu não vi ninguém reclamando. E, de vez em quando, eu ainda ouço gente que se beneficiou do dinheiro do Ministério do Turismo fazendo discurso no rádio e dizendo que o dinheiro dos impostos tem que ser aplicado em Saúde e Educação.

      • Fabiana

        Cardosinho, pena que pelo blog não posso colocar os ícones de salva de palmas para você.
        Se realmente o Antonio Carlos é um professor, eu confesso, fico assustada, pois um docente não conseguir enxergar o que projetos como o da Orquestra de Jales tem de mais precioso para oferecer às nossas crianças, é algo muito intrigante.
        Concordo com ele apenas quando disse que educação é de pai e mãe. Realmente, isso não se delega a ninguém, não se “terceiriza”. Mas imagine só quantas pessoas que entraram na Orquestra ainda crianças e hoje são seres humanos admiráveis, pois a música tem essa capacidade, esse “poder” mesmo.
        O meu filho mesmo é um. Ele chega contando o que o Maestro fala, o que ele aprende (além da música), e eu fico surpresa. Eles se tornam ali uma extensão do que eu e o pai dele ensinamos em casa.
        Meu sonho seria ver todos os jovens envolvidos em projetos assim, muito melhor que vê-los pelas vielas a consumir entorpecentes, como você mesmo bem explicou.
        Mais uma vez, meu muito obrigada!

  • ANTONIO CARLOS

    Cardosinho, não sei como anda a educação municipal de Jales, mas se vai bem é sinal que o dinheiro esta sendo bem aplicado, e com as pessoas certas nos lugares corretos, por isso minha tese continua a mesma, ou seja não será nenhum barracão para uma Orquestra de excelente qualidade, sendo ou não a melhor do Estado, que fará aumentar ou diminuir a vagabundagem ou os viciados, mas sim a educação de excelente qualidade, lembrando sempre que o inicio de tudo é a família .
    Se a prefeitura esta com problema com a folha de pagamento justamente porque paga bem os professores, que tem que resolver é o chefe do poder Executivo e não o povo. E sei muito bem do que estou falando pois convivo com isso a mais de 20 anos e são em escolas públicas e uma particular. E se no passado o ex-prefeito colocou o dinheiro que vinha para ser investido na Cultura, colocou em outro lugar, isso também não é um problema da população, mas sim do executivo e do legislativo, principalmente para mim que não sou de Facipes e nem de Arraiás na Praça.
    E volto a dizer não sou contra um bom local para a Orquestra ensaiar, pois para isso deve haver outros lugares, como também já disse a própria Casa da Cultura ou a Reforma do Pontilhão.
    Para terminar, o município tocar três escolas do Ensino Fundamental I, com alunos de 6 à 9 anos é uma coisa e o Estado tocar 7 à 8 escolas em Jales do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, entre as idade de 12 à 19 anos é outra coisa bem diferente. O Japão uma potência Mundial, a base é a Educação, porque a própria educação é cultura.
    Sei que tens 4 filhos nunca tocaram em Orquestra e hoje são todos formados e bem colocados, isso tudo dependeu da família estruturada e da Educação em Casa e na Escola com Cultura, mas não só da Orquestra. Quero ver uma cidade ou um pais sem Saúde e Educação.

    • Edivaldo de Paula

      Me desculpem a intromissão Nobre amigo Cardosinho e Fabiana!, mas tive que responder as intempéries do impoluto “educador” Roberto Carlos após algumas mensagens de pais e pessoas de bem em meu celular!

      Nobre colega Antonio Carlos, aparenta que você seja educador.
      Também sou educador e confesso! Fiquei muito preocupado com suas colocações!!!
      Em seus posts cheios de citações discorrendo sobre educação em países, como por exemplo o Japão, me deixaram perplexo de tanta contradição. Será que o senhor utilizou bem os ensinamentos que obteve em sua formação quanto educador? O senhor sabia que o Japão na contemporaneidade é o país que mais utiliza a música em seu projeto educacional, mantendo Bandas e Orquestras de altíssimo nível em todas as suas unidades escolares? Sabia que após a 2ª guerra mundial as bandas foram as primeiras a serem recuperadas? Porque será?
      Chegou a estudar as inteligências múltiplas? Caso não saiba a música é uma entre as sete, (existindo mais duas que não são unanimidade entre educadores). Caso tenha estudado um pouco de Pedagogia já ouviu falar da “Psicologia do Desenvolvimento”? Estudou Filosofia? Se o Nobre “educador” não sabe a Filosofia sempre buscou entender a música. Pitágoras de Samos mostrava seu encantamento com os intervalos musicais e sua relação com as formas puras da Matemática, além de seu efeito sobre a psique humana.
      O Senhor sabia que a atividade da fala esta interligada ao ato de Cantar! Já viu o interesse de um bebê pela música erudita e pela diversificação sonora?
      Sabia que em Jales não existe Casa da Cultura?
      Sabia que nem todos os Jalesenses tem capacidade de estudar seus filhos em escolas particulares e necessitam destes projetos sociais?
      Nobre colega! Enquanto não tivermos um modelo educacional que contemple a cultura de um povo, teremos pessoas mal informadas e que não estão acostumadas a ter uma educação continuada e que preferem o Funk brasileiro como modelo educacional. ( O senhor acha certo nosso jovens terem contato com com algo que denigre o o ser humano?)
      Estou aqui torcendo para que o Senhor não seja professor de história, porque com o sabemos, um povo sem História não dá valor às questões culturais por não conhecê-las.

      Mas vou lhe falar um pouco sobre nossa instituição (a qual acredito que deveria funcionar uma dentro de cada unidade escolar).
      O senhor sabia que entre nossos educandos possuímos alguns alunos altistas e com dislexia, e que seus índices de sociabilidade e desenvolvimento da leitura melhoram a cada dia?
      Convido-o a vir conhecer nosso projeto! Converse com os pais dos nossos alunos! Veja o índice de desenvolvimento de nossas crianças!
      Venha compreender o universo de uma orquestra! Ela serve como modelo para aprendermos a viver em sociedade.
      Dentro de um grupo como esse que temos em nossa amada cidade, todos aprendem que necessitam respeitar as diferenças e que a educação e cultura são indispensáveis para o desenvolvimento humano. Por isso sempre fazemos concertos beneficentes em prol a Santa Casa objetivando ensinarmos nossos alunos a compreenderem seus valores e responsabilidades sociais! Dentro desta casa já saíram ótimos músicos que tocam em orquestras atualmente com salários de R$14.000,00 mensais. (Ganham mais do que nós educadores não?). Temos músico estudando em faculdade nos Estados Unidos! Outros que estudaram na Europa. Daqui já saíram Juizes, médicos, advogados, etc. Mas sabe o mais importante? É que aqui formamos cidadãos! Pessoas de bem! Pessoas que saberão dar valor à sua comunidade, sua cidade, sua Pátria! Pessoas que estarão preparadas para uma educação continuada e conhecedoras de seus direitos e deveres sociais! Pessoas que amam estudar!!
      Ah! Caso tenha alguma dúvida me procure! Estarei à disposição de Vossa Senhoria para maiores esclarecimento e não debates em posts! Isso é um detrimento à forma coloquial de desenvolvimento. O debate saudável sempre dever ser feito em grupo de pensadores cara a cara! É assim que aprendemos e fazemos aqui, por isso estamos evoluindo desde 1954. Por isso somos Campeões Regionais do Mapa Cultural paulista como melhor grupo musical. Contamos hoje com mais de 100 alunos e 65 músicos que dedicam seu tempo à arte musical e sabem que não devem pixar muros, rasgar livros escolares etc. O nosso segredo é simples: muita educação, trabalho incansável e muito amor pela cultura de nosso povo!
      Portanto sua frase “Tanto faz como tanto fez” mostra toda a falta que lhe fez ter estudado música enquanto criança, jovem, etc! Mas há tempo de mudar!!
      Venha nos fazer uma visita! Traga seus filhos e familiares! A orquestra é do Povo Jalesense e as aulas são totalmente gratuitas com material didático atualizado!

      Reflita: “Nada é suficientemente bom.
      Então vamos fazer o que é certo, dedicar o melhor de nossos esforços para atingir o inatingível, desenvolver ao máximo os dons que Deus nos concedeu, e nunca parar de aprender.”
      BEETHOVEN

      Edivaldo de Paula
      Músico Profissional –OMB47.345
      Pedagogo- ULBRA
      Educador Musical-UFSCar
      Curso de Regência -UFRJ
      Concluindo – Gestão Cultural – SENAIC

  • ANTONIO CARLOS

    FABIANA E EDIVALDO DE PAULA, apesar de vossos discurso, minhas ideias não mudam, pois não é um texto bem feito e explicado e conforme sua opinião e também parte da minha correto, dou maior preferência a Educação familiar e a saúde.
    Não pense que seus diplomas vão me assustar, pois também tenho os meus, inclusive mestrado dentro da minha área, mas não os coloco, primeiro que não tenho o intuito de me aparecer e segundo isso não me engrandece em nada na minha vida, pois dou mais valor no conhecimento adquirido nos bancos das salas de aulas , inclusive nas Faculdade , na vivência diária, e no meu ambiente familiar.
    Mas uma vez seu Edivaldo de Paula em nenhum momento eu escrevi que a Orquestra não é Cultura e nem um meio desadequado para os indivíduos, pois em minha época de escola tinha no meu currículo, inclusive aulas de desenho e de Música ( tendo como professor o Sr. Tatinha ( apelido carinhoso que nos lhe demos), e aprendi lá muita coisa, inclusive a tocar violão) Onde? na escola Euphly Jalles. Não pense que por ser da área musical , e com essas palavras, puxando para o seu lado, vais me impressionar, pois não é mais que sua obrigação ter conhecimento do que você faz e estudou e não mudaras meu pensamento (educação e saúde).
    E para sua intelectualidade em retirar palavras de livros de grandes escritores da arte musical e para a Senhora Fabiana, sou sim Professor a mais de 20 anos em escola pública ( onde inclusive tem aulas de Artes), na minha época de estudante toquei por vários anos em fanfarra e para seus conhecimentos são as escolas públicas estaduais, que mais abrange a cultura, pois cultura é tudo aquilo que é transmitido de geração para geração.
    Para finalizar Professor Edivaldo de Paulo e Senhora Fabiana, não queria falar, mas vou, tive e tenho alunos, que frequentam a Orquestra e por algumas vezes quando pequenas levei meus filhos para ouvi-los no coreto da Praça, isso na época ainda do Murilo ( ex jogador de futebol).
    A não estrutura familiar, a não educação, o mal ambiente, os maus colegas, a imaturidade, a falta de preocupação dos país , a falta de vigilância, a irresponsabilidade social, a proibição para não trabalhar com 14, 15, 16 17 anos etc….é que fazem nossos jovens, se tornarem delinquentes.
    E para encerrar o Assunto existe em Jales muito espaços melhores que debaixo do Pontilhão, Casa da Cultura é para isso, ou mesmo alugar um local mais arejado e adequado. Professor espere minha visita.

    • Fabiana

      Para encerrar mesmo essa conversa, deixo aqui apenas duas observações:
      1 – o senhor começou essa discussão, ao criticar minha opinião como mãe e educadora.
      2 – O maestro Edivaldo o aguarda nas dependências da Orquestra, para um debate saudável, e como ele mesmo afirmou: “cara a cara”.
      Isso sim é uma atitude correta. Não é agredindo pessoas que não conhecemos em postagens que vamos mudar o mundo.
      Se o “mundo precisa mudar, a mudança começa na gente”. (trecho de uma música composta por mim em 2008 e cantada na formatura da escola municipal do meu filho mais velho).

  • ANTONIO CARLOS

    EDIVALDO DE PAULA, mestre de música profissional, como não tinha lido todo o seu texto com devida atenção, que merecia e depois de assim o fazer, resolvi, fazer algumas novas colocações sobre o mesmo:-
    Em um dos meus textos ao citar o japão não ficou bem esclarecido que o que quis mostrar era e é a importância vital, que tem o Professor nesse pais, a tal maneira que os mesmos são os único, que não precisam fazer referência ao imperador, então o que eu pretendia era ligar o Professor com a Educação, dois instrumentos principais ( vamos dizer assim ),para a cultura japonesa.
    Quanto ao modelo educacional a ser adotado no país ( Brasil ), isso é um problema que o Senhor deverá discutir com a Presidente e o Governador, juntamente com o Ministro da Educação e o Secretário.
    E para o individuo apreender a viver em sociedade, na melhor que o ambiente familiar saudável de amor, de compreensão, de coleguismo, de respeito , a entender as diferenças sociais, etc…. e isso vem dos pais em primeiro lugar, depois dos professores ou mestre como queira.
    Meu caro intelecto, sou sim formado em História e Geografia, como também em Psicologia, cujos diplomas me davam o direito de lecionar também EMC e OSPB, por isso tenho a capacidade de lhe dizer e provar que até uma boa feijoada é cultura, mas não são pelos meu diplomas que eu me julgo e sim pela minha educação, caráter, bons costumes, ideologias etc….
    Meu caro você mesmo escreveu que a educação e a cultura são essenciais para a vida em sociedade e eu jamais citei que cultura não é importante, pelo contrario. Você haja senhor musico que escola ( educação ), não forma bons cidadãos ? Das minhas classes de aula ( educação ), já saíram também advogados, médicos, juízes de direito, vendedores de roupa, frentistas de postos de gasolina, veterinária etc….
    Em seu comentário disse: O debate saudável sempre deve ser cara a cara e por isso estão evoluídos, hajas tu que eu não sou evoluído, mas sim só você? Que tipo é esse de educação? Debates só podem acontecer cara a cara ( eu não pois tenho rosto ), pode sim ser feito através do blog e é lógico sem ofensas.
    Mesmo assim continuo eu com meus pensamentos e o senhor com os seus, afrente de seu trabalho, que em momento nenhum critiquei, nem o trabalho e nem a pessoa, como o senhor com palavras sabias tentou fazer com minha pessoa. Diplomas são papeis que se envelhecem e rasgam, educação , hombridade e respeito não.
    Não sei se me coloquei erroneamente, mas quando disse tanto faz, como fez, eu não quis tirar o valor da Orquestra, mas sim dizer ,que para mim não existe diferença, pois essa não é minha área e nem meu costume desvalorizar coisas alheias.
    Agora lembre-se da sua colocação muita educação e trabalho, onde colocaste a educação em ultimo lugar ?
    Eu sei que a Orquestra é do povo, pois eu com meus impostos ajudo a paga-la ( pelo menos deveria ser assim ), pois ela é pública e meus impostos estão em dia.
    Analise se esta certo ou errado?

    MEUS AMORES…….MELHOR PARTE DA MINHA INFÂNCIA, PORQUE VOCÊS TIVERAM QUE ME DEIXAR TÃO CEDO ?????? AMOR ETERNO……SAUDADES SEM FIM

  • ANTONIO CARLOS

    EDIVALDO DE PAULA, mestre de música profissional, como não tinha lido todo o seu texto com devida atenção, que merecia e depois de assim o fazer, resolvi, fazer algumas novas colocações sobre o mesmo:-
    Em um dos meus textos ao citar o japão não ficou bem esclarecido que o que quis mostrar era e é a importância vital, que tem o Professor nesse pais, a tal maneira que os mesmos são os único, que não precisam fazer referência ao imperador, então o que eu pretendia era ligar o Professor com a Educação, dois instrumentos principais ( vamos dizer assim ),para a cultura japonesa.
    Quanto ao modelo educacional a ser adotado no país ( Brasil ), isso é um problema que o Senhor deverá discutir com a Presidente e o Governador, juntamente com o Ministro da Educação e o Secretário.
    E para o individuo apreender a viver em sociedade, nada melhor que o ambiente familiar saudável de amor, de compreensão, de coleguismo, de respeito , a entender as diferenças sociais, etc…. e isso vem dos pais em primeiro lugar, depois dos professores ou mestre como queira.
    Meu caro intelecto, sou sim formado em História e Geografia, como também em Psicologia, cujos diplomas me davam o direito de lecionar também EMC e OSPB, por isso tenho a capacidade de lhe dizer e provar que até uma boa feijoada é cultura, mas não são pelos meu diplomas que eu me julgo e sim pela minha educação, caráter, bons costumes, ideologias etc….
    Meu caro você mesmo escreveu que a educação e a cultura são essenciais para a vida em sociedade e eu jamais citei que cultura não é importante, pelo contrario. Você pensa senhor musico que escola ( educação ), não forma bons cidadãos ? Das minhas classes de aula ( educação ), já saíram também advogados, médicos, juízes de direito, vendedores de roupa, frentistas de postos de gasolina, veterinária etc….
    Em seu comentário disse: O debate saudável sempre deve ser cara a cara e por isso estão evoluídos, pensas tu que eu não sou evoluído, mas sim só você? Que tipo é esse de educação? Debates só podem acontecer cara a cara ( eu não pois tenho rosto ), pode sim ser feito através do blog e é lógico sem ofensas.
    Mesmo assim continuo eu com meus pensamentos e o senhor com os seus, afrente de seu trabalho, que em momento nenhum critiquei, nem o trabalho e nem a pessoa, como o senhor com palavras sabias tentou fazer com minha pessoa. Diplomas são papeis que se envelhecem e rasgam, educação , hombridade e respeito não.
    Não sei se me coloquei erroneamente, mas quando disse tanto faz, como fez, eu não quis tirar o valor da Orquestra, mas sim dizer ,que para mim não existe diferença, pois essa não é minha área e nem meu costume é desvalorizar coisas alheias.
    Agora lembre-se da sua colocação muita educação e trabalho, onde colocaste a educação em ultimo lugar ?
    Eu sei que a Orquestra é do povo, pois eu com meus impostos ajudo a paga-la ( pelo menos deveria ser assim ), pois ela é pública e meus impostos estão em dia.
    Por ultimo o senhor deve ter de 40 à 50 alunos, na Orquestra não sei;, eu tenho no total 9 salas de aula, em média de 45 alunos cada, pensa nisso meu caro.
    Finalmente, mais uma vez jamais foi minha intenção criticar a Orquestra e sim o dinheiro destino a construção de um galpão, pois pelas minhas idéias existem outros objetivos prioritário, no momento, não que a Orquestra não seja um objetivo e no meu tempo de escola e também faculdade tive aulas de Artes, Desenho, Música e sei muito bem tocar violão.

  • Daiane

    O Importante é que quem correu atrás quem se esforçou pelo projeto fomos nós e um comentário de uma pessoa insignificante não muda nada pois nós conquistamos isso e você senhor Antonio Carlos não vai mudar nada em nossas vidas.
    Pessoas assim como o senhor sempre vão aparecer.Pra ajudar são poucos mais pra criticar são muitos.
    Pode falar o que for você não tem capacidade de tirar o que nos conquistamos. Aceita que dói menos kkk

  • ANTONIO CARLOS

    Fabiana dei e vou continuar dando minhas opiniões no blog, porque o mesmo é livre, para a participação popular, e consequentemente, sou contra gastar 200 mil numa construção, de um local para a Orquestra, inclusive por causa da crise econômica que passamos. Não sou contra a Orquestra. Não comecei discussão nenhuma dei minha opinião, como outros também o fizeram.
    Irei sim ter uma conversa com o maestro, mas não cara a cara, pois sou um ser humano e tenho rosto e não cara , e mais não agredi ninguém, não venha colocar coisas que não existe, só por ser contra suas idéias.
    E se o mundo precisa mudar, a mudança começa na gente, que tal você começar a aceitar , mas não concordar com as ideias de outras pessoas.
    E por favor Fabiana conta quantos pseudônimos são contra essa ideia, para não vir falando que foi só eu, mas se fosse não teria problema nenhum.

  • ANTONIO CARLOS

    Daiane em nenhum momento eu perguntei, quem correu atras do projeto, mas se foi você agora esta querendo se aparecer. Vai ser candidata a vereadora?
    Minha senhora até agora nem eu e nem ninguém ( pois são mais de 8 pessoas contrárias ), e agora vem com ofensas, apesar dos pensamentos diversos; mas insignificante, mal educada, despreparada, e boca suja é a senhora.
    Nem entender o que esta escrito sabes, pois se soubesse deveria ter vergonha de vir com uma resposta de nível baixo e desqualificado e ao falar que não tenho capacidade, não deve estar falando de mim mas sim de si mesma.
    Desinformada eu não critiquei o projeto e muito menos , quero que ele não de certo, sua burrice é tão grande que a levou a pensar isso. Mas critiquei sim dizendo que existe neste momento coisas mais importantes que esse projeto. Quero ver quando se sentires um mal estar ( não desejo ), ou qualquer um da Orquestra, onde vocês levaram a pessoa para socorrer no UPA, que esta caindo aos pedaços e sem médicos, ou na Santa Casa que precisa de auxilio e do governo e não tem nenhum. Será que se não tivesse parente seu e da Fabiana, estariam , lutando assim com tanta vontade. Por favor coisa me deixa em paz, são minhas ideias e nada me fará mudar. Não deves tocar na Orquestra, pois não tem educação e nem cultura.Até nunca mais.

  • Edivaldo de Paula

    Peço a todos que me ligaram e mandaram mensagens que não respondam a estes posts. Nada disso irá contribuir para nosso desenvolvimento enquanto seres humanos.
    Vocês sabem no que acreditamos e lutamos!
    O importante é que as pessoas de bem, e que entendem que uma sociedade necessita de vários fatores para melhorar e seguir em frente sempre estiveram e estarão nos apoiando. Uma frase de um de meus genitores “Não adianta ter uma mente saudável e um corpo doente ou mente doente e corpo saudável”. Nosso País é novo, e assim sendo, vai demorar para que a maioria da população aprenda a adquirir e consumir Cultura. (Isso é algo que apenas a classe alta brasileira tem o privilégio). Para vocês terem uma idéia! Essa semana em conversa com o Padre Edvagner, que está na Itália em missão de estudos, ele mostrou todo o seu encantamento ao assistir um Concerto com Orquestra e Coral em Roma! Ele definiu em uma palavra: “Celestial”. E todos sabemos que na Europa, apesar de toda a crise que estão passando, as salas de concertos sempre estão lotadas! O que falar dos musicais da Broadway não?
    Portanto caros! Confio e sempre confiei em vocês! Vocês terão essa responsabilidade no futuro! Todos nós somos passageiros nessa viagem da vida! O importante, e o que levaremos, é a caridade e o bem que fazemos às pessoas tanto sociedade como familiares!
    Vamos continuar lutando por nossos ideais e convicções como sempre o fizemos!
    Viver em sociedade é assim! Temos que aprender a separar o joio do trigo! Levem com vocês as boas sementes! Mas nunca desistam de lutar pela caridade, amor ao próximo e pelas coisas que acreditam. Vocês são especiais e Nunca! Jamais! Seja quem for! Vai mudar isso em vocês.
    Reflitam! A música une as pessoas! Quem toca um instrumento com sentimento jamais estará sozinho!! Que a música seja nosso Guia!! Ela já nos uniu!! Essa conquista da Sede é de todos Vocês! Toda Nossa Diretoria, amigos da Prefeitura Municipal que fizeram todo o projeto! Vereadores! Chefes do Executivo e Legislativo e da sociedade civil organizada que nos auxiliaram nesse projeto! Em breve estaremos melhores alocados e com capacidade de expandirmos nosso atendimento às pessoas que não podem ter acesso à cultura musical! Estaremos fazendo o bem a pessoas e mostrando que o mundo está ao alcance de todos! Oferecendo novas possibilidades!!
    Vamos continuar trabalhando, estudando e nos aperfeiçoando! Somente assim poderemos mudar esse País!
    Vocês são minha família!!! Juntos somos fortes!!!! Somos MÚSICOS!!!!!

    Wolfgang Amadeus Mozart

    Eu não ligo para nada do que os outros exaltam ou condenam. Eu simplesmente sigo meus próprios sentimentos.

    Edivaldo de Paula
    OMB47.345-CRSP-SP

  • ANTONIO CARLOS

    Edivaldo de Paula, já perdi minha paciência, mas pela ultima vez , vou responder ao músico, que não ceita de forma nenhuma que seres humanos, tenham idéias diferente das dele de como utilizar os referidos 200 mil , para a construção de um galpão, para a Orquestra de Jales. No referido assunto tiveram 09 opiniões diferentes do referido Maestro sem contar a minha e a Senhora Fabiana, a Senhora Daiana bem como o maestro ( tá bom assim ), resolveram contestar somente as minhas , cujas idéias não tiveram nenhuma falta de educação ( Cultura ), não sei por que? mas eu sempre respondia, que nada tinha contra o projeto, mas achava que o referido dinheiro deveria ter outras destinações, como a saúde educação. Vivo num país livre e democrático, por isso posso e devo, quando achar que preciso das minha opinião ou ideias, mesmo que 99% da população não concorde. Falemos um pouco de cultura e música ( pesquisada um pouco no google ).
    A cultura é comumente associada às formas de manifestação artística e/ou técnica da humanidade, como a música erudita europeia (o termo alemão “Kultur” – “cultura” – se aproxima mais desta definição).Definições de “cultura” foram realizadas por Ralph Linton, Leslie White, Clifford Geertz, Franz Boas, Malinowski e outros cientistas sociais. Em um estudo aprofundado, Alfred Kroeber e Clyde Kluckhohn encontraram, pelo menos, 167 definições diferentes para o termo “cultura”]
    Por ter sido fortemente associada ao conceito de civilização no século XVIII, a cultura, muitas vezes, se confunde com noções de: desenvolvimento, educação, bons costumes, etiqueta e comportamentos de elite. Essa confusão entre cultura e civilização foi comum, sobretudo, na França e na Inglaterra dos séculos XVIII e XIX, onde cultura se referia a um ideal de elite] Ela possibilitou o surgimento da dicotomia (e, eventualmente, hierarquização) entre “cultura erudita” e “cultura popular”, melhor representada nos textos de Matthew Arnold, ainda fortemente presente no imaginário das sociedades ocidentais.
    Continuemos, eu não estou nem um pouco preocupado, com quem te ligou ou mandou mensagens de apoio, isso se for verdade é sinal que tem várias pessoas que pensam, igual a sua pessoa e diferente da minha. Meu caro acho melhor tomar cuidado com as palavras, pois até agora lhe respeitei e também sou um ser humano igual a você e sei principalmente respeitar ideias e ideais diferentemente dos meus, coisa que sua maestria não esta sabendo fazer, por isso se há um desumano aqui não sou eu.
    Como você também sou um individuo de bem e do bem e entendo que em uma sociedade precisa de muitos fatores, para melhorar e surgir respeito, principalmente , aceitando as ideias de outros elementos de uma sociedade que não é igualitária.
    Nunca lhe obriguei concorda com minhas palavras e nem com as outras 9 pessoas que também concordaram com minhas ideias.
    Se teu Genitores, lhe ensinaram que**Não adianta uma mente saudável e um corpo condenado ou mente doente e corpo saudável, isso não lhe serviu como educação, pois você tem um corpo e uma mente doente, pois se julgas, superior, a quem não concorda com você, ou não aceita suas ideias, por isso lhe digo: não julgueis, para que não sejas julgado, porque com o juízo com que julgardes sereis julgado, e com a medida com que tiverdes medido vos hão te medir a vós.
    Aprenda a ser mais humilde e simples e reconhecer, que não é seu trabalho o mais importante em Jales, aprenda com educação e não com ( palavras astutas ), a aceitar que neste mundo e em Jales existem pessoas melhores que nos em todos os sentidos, principalmente em trabalhos humanitários, que o fazem por amor e não por reconhecimento, pois a um ditado que diz: não deixes sua mão direita ver o que fazes a sua esquerda, pois senão que galardão tereis, perante o Pai.>
    Não gosto de me vangloriar e muito menos aparecer, mas a maioria desses papeis, que dissês que tem , não duvido, pois sou suficientemente, capaz e humilde em saber que deves ser capacitado, para tudo isso, menos reconhecer as idéias diferentes das suas, mas esse papeis também tenho e são 5 diplomas, só que de áreas diferentes e pelas minhas mãos não passaram centenas de alunos, mas sim milhares, pois são mais de 20 anos, destinados a juventude.
    Preclaro musico instrumento toco sim e muito bem violão, tive aulas de Educação e Cultura, Desenho e Musica e nos meus papeis constam , como acabei de ver agora 120 hs. aulas de filosofia. Precisa professor, apreender dar valores, para quem aceita e para quem não aceita suas ideias e ler e entender os textos escritos, pois em nenhum deles, jamais critiquei seu trabalho ou de seus alunos.
    Como quer falar em amor ao próximo, em caridade e em miséria sendo o tipo de ser humano que és, quer praticar caridade, vem trabalhar no Avcc, vem fazer sopa aos sábados , para distribuir na vila União, vem trabalhar gratuitamente na Santa Casa de Jales, vem vender rifa para o Lar dos Velhinhos,etc…. isso sim é trabalho voluntário, isso sim é trabalhar contra a fome, miséria, igualdade social.
    Meu caro és muito arrogante, metido e preste atenção o que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca isso é o que contamina o homem e todo aquele que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.
    Para mim não passas de um fanático, antes de ver o que pensas que faz, veja o que realmente os mais humildes fazem, sem querer se aparecer e tenta com palavras inúteis e fúteis, querer tentar me ofender.
    Acorda pro mudo pois nele não existe só sua Orquestra. Cuidado com o palavriado.

  • ANTONIO CARLOS

    Anonimo bom dia, teria para mim um prazer ter sido Professor da Unijales, mas não fui e não sou, pois quando fui convidado tinha outras ideias e outros a fazeres. E estou muito calmo, aceitando qualquer tipo de pensamentos e ideias diferentemente das minhas, a unica coisa que não aceito é tentarem se aparecer as minhas custas, ou seja querendo ser o que não é . Afinal moro em jales a 60 anos e através dos meus pensamentos, conhecimentos, vivência nesta cidade que eu amo, sei o que ela realmente precisa, ao ser governada seja por quem quer que seja,beneficiar toda a população de uma maneira geral, principalmente os mais necessitados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *