ACUSADO DE ATENDER SEM PERMISSÃO, MÉDICO DE JALES É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL

Quem quiser ver a notícia da TV Tem, em vídeo, basta clicar aqui. Abaixo, a notícia veiculada pelo Diário da Região:

A Polícia Federal de Jales prendeu nesta terça-feira, 20, o médico obstetra Emerson Algério de Toledo. Ele é acusado de atender sem permissão pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O médico está proibido pela Justiça de exercer cargo público. Toledo foi denunciado em 2002 pelos crimes de concussão, estelionato, falsidade ideológica e aborto provocado por terceiro, sem consentimento da gestante.

No ano passado ele foi novamente denunciado por cobrar indevidamente cerca de R$ 1,1 mil para realizar a cesariana de uma paciente na Santa Casa de Misericórdia do município de Jales, em 2006.

O Ministério Público Federal de Jales apurou na denúncia de 2002 que gestantes sem condições de pagar pela cesárea tiveram o parto atrasado e, em pelo menos dois casos, os bebês já estavam mortos. Mesmo com a proibição, o médico atuava na Santa Casa de Jales. Ele prestou depoimento e permanece preso na cadeia de Jales.

Obs.: não sei de que forma, mas, apesar de proibido de contratar com o poder público, o médico Emerson Algério Toledo era contratado da Prefeitura de Jales e tinha um cargo no Núcleo Central de Saúde do município. Segundo se comenta, foi ele quem assinou o pedido de internação da prefeita Nice Mistilides naquela história da labirintite.

35 comentários

  • FIDEL X CHE GUEVERA

    Sera que este moço é medico de meus pais?????????

    Olha caso for pena PRISÃO PERPETUA, mas para não

    cometer injustiça vamos investigar.

  • Matilde Kika Kika

    Seguinte, e a Santa Casa, fica impune de tudo isso? Como ela contrata um médico sem CNS, afastado do SUS? Ela sabia disso, deve arcar com as consequências também.

  • Desempregado

    Mais uma improbidade administrativa no lombo da prefeita. Cadê o Matogrosso e sua equipe jurídica?

  • FranCisco Arantes

    Foi o mesmo que atendeu na Santa Casa à mãe e filho que morreram neste fim de semana. Lamentável.

  • funcionário indignada

    Esse médico tbm atendia em Pontalinda, mesmo após a proibição. E as gestantes viviam reclamando.

  • Anônimo

    Tem que pagar por tudo que fez sem piedade ja aguentei muito descaso dele pelo sus sai de la chorando

  • Esse médico não aprende mesmo!
    Aliás, existe uma máfia de médicos instalada nessa cidade, onde o jogo do corporativismo impera; fazendo com que a população seja coagida e induzida, ficando na dependência dos tratamentos particulares.

  • Investigação

    Tudo de ruim que acontece nesta cidade utimamente tem o dedo da governante desta cidade. Como este médico podia estar prestando serviços a PM de Jales, se ele esta impedido de firmar contrato e ainda de emitir um atestado médico para a dignissima? Esta na hora do MP intervir no governo municipal e realizar uma auditoria minuciosa, pois ela provavelmente encontrará muitas irregularidades deste tipo.

  • Anônimo

    O médico não está mais na cadeia,
    agora está internado na Santa Casa,
    será uma internação igual a da Nice?
    Pede que fiquei sabendo, esse médico sempre deu trabalho
    na santa casa.

  • Anônimo

    Jales de novo no contexto nacional com noticias de crime e corrupção

  • Du

    É verdade que ele foi o médico que atendeu na Santa Casa à mãe e ao filho que morreram nesses últimos dias? Se foi, deve ter sido isso que levou a polícia a agir. É complicado. Ele e todos que o contrataram ilegalmente merecem punição exemplar. Foi condenado e continua indo contra a decisão judicial? Se ao menos fosse um médico que tratasse bem a população, competente e querido, mereceria um pouco mais de tolerância.

  • edilson

    A santa casa de Jales deve ser punida também , pois tinha conhecimento dos fatos bem como as prefeituras onde ele prestava serviços , existem bons médicos neste hospital , levei meu filho ano passado com dengue para ser atendido com todos os sintomas de dengue , e um médico plantonista disse que era virose ,se não corresse para hospital não sei o que poderia ter acontecido,em relação a este médico ,ele tem que responder por homicídio.

  • Processem a Nice!!

    A Nice contratou esse médico? Processem ela novamente! Onde estão os vereadores da oposição? Precisam fazer ela e ele devolverem todos os salários com tudo o que a lei determina.

  • anônimo

    O médico não está mais na cadeia,
    está internado na Santa Casa de Jales,
    ele internou a Nice e agora internaram ele… ?????

  • Curiosinho

    Sr. Cardosinho, o senhor saberia informar se esse médico é filho do Dr. Joaquim Toledo, médico já falecido que por muitos anos morou e trabalhou em Jales?

  • Mo

    O Conselho de Medicina tinha era que caçar o diploma deste cara.

  • JOANA AINDA VIRGEM

    O Tribunal de Contas tem de investigar todas
    as secretarias de saúde da região que tem médicos
    que não podem prestarem serviços em prefeituras.

  • Jalesense

    Curiosinho ele é irmão do Fernando toledo (muguega) ex candidato a vereador nas eleições que elegeu o parini.

  • carnavalesco

    Não tem que sobrar para a Santa Casa não….MAS SIM PRA QUEM EFETUOU O CONTRATO COM O MÉDICO…
    Responder com patrimônio particular…e não da nossa Santa Casa…

  • Aline

    Acusar é muito fácil…. Ele pode ter errado com o SUS mas sempre foi um exemplar médico ele tentou de tudo pra salvar a vida de meus gêmeos que nasceram prematuro, eu não era paciente dele e quando cheguei na sta casa ele me recebeu muito bem e fez o seu máximo me explicou coisas que meu excelente obstetra nunca havia me dito num acompanhamento só de 6 meses…. Por tanto digo que dr Emerson é o melhor…. Espero que essa situação se resolva pois o médico que deveria ser preso é aquele que oculta informações de vacinas a suas pacientes … Por um FDP desse perdi um de meus filhos por falta de ética em me informar melhor sobre vacinas….

    • Ronaldo Alves

      Tá internado com escolta policial na Santa Casa. Ainda toma tempo dos policiais que já são poucos. Brincadeira esse país. Tá com alergia da cadeia mesmo. Os outros presos também não teriam esse direito? BRASILSILSILSILS

    • Matilde Kika Kika

      Tbm acho ele um bom médico, quanto a vacinas, cada médico tem seu ponto de vista, ou melhor cada profissional tem o seu. Dúvidas de vacinas devem ser tratadas em sala de vacina, com profissionais de tal atividade.

    • Anônimo

      Quanto voce pagou para esse mercenario

  • Jack Tequila, coca cola e água

    Excelente médico??? KKKKKKKKKKKKKK, essa foi a melhor da semana. Chegou na cadeia, ficou 15 minutos e já deu piti, está internado com escolta. Além de tudo toma o tempo dos policiais que já são poucos. Tá com alergia à cadeia. kkkkkkkk

  • Ronaldo Alves

    Vai falar isso pro marido que perdeu a esposa e o filhinho no fim de semana com um médico que não poderia estar atendendo. É cada uma aqui viu.

  • ao curiosinho

    O Dr. Emerson não é parente do Saudoso Dr. JOAQUIM TOLEDO NÃO. O Dr. Emerson o sobrenome é De Toledo.E do Dr
    Joaquim era somente Toledo.

  • cintia

    Gente respeito todas as opiniões só que o que tá si falando e que fica tentando parto normal pq não tem dinheiro pra paga uma Cesariana então isso não é ética profissional isso é uma vergonha cadê a ética de medico então o que ele merece é cadeia…

    • Matilde Kika Kika

      Pois é cintia, porém o ministério da saúde como todos sabem indicam a cesárea em poucos casos, pois a mesma esta sendo muito realizada, a partir de agora vai ser muito mais fiscalizado isso, o ministerio quer que se realizem muito mais partos normais do que cesárea, que realmente é o correto, melhor pra mãe, melhor pro bebe, melhor pra todos. Quem intende do assunto sabe disso.

  • saudades

    Muitas saudades do dr. Joaquim Toledo. Médico humano. DignO que não exercia a profissão apenas por dinheiro. Como muitos que só fizeram medicina achando que ia ficar ricos. Medicina tem que gostar ser humilde e saber ser humano.

  • df

    A Polícia Federal de Jales prendeu nesta terça-feira, 20, o médico obstetra Emerson Algério de Toledo. Ele é acusado de atender sem permissão pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

    O médico está proibido pela Justiça de exercer cargo público. Toledo foi denunciado em 2002 pelos crimes de concussão, estelionato, falsidade ideológica e aborto provocado por terceiro, sem consentimento da gestante.

    No ano passado ele foi novamente denunciado por cobrar indevidamente cerca de R$ 1,1 mil para realizar a cesariana de uma paciente na Santa Casa de Misericórdia do município de Jales, em 2006.

    O Ministério Público Federal de Jales apurou na denúncia de 2002 que gestantes sem condições de pagar pela cesárea tiveram o parto atrasado e, em pelo menos dois casos, os bebês já estavam mortos. Mesmo com a proibição, o médico atuava na Santa Casa de Jales. Ele prestou depoimento e permanece preso na cadeia de Jales.

    Obs.: não sei de que forma, mas, apesar de proibido de contratar com o poder público, o médico Emerson Algério Toledo era contratado da Prefeitura de Jales e tinha um cargo no Núcleo Central de Saúde do município. Segundo se comenta, foi ele quem assinou o pedido de internação da prefeita Nice Mistilides naquela história da labirintite.

  • visitante

    ESSE MÉDICO TAMBEM TRABALHAVA NO POSTO DE SAUDE DE PONTALINDA E TAMBEM ANDOU APRONTANDO POR LA,EU PESSO A PF QUE VA A FUNDO NESSAS INVESTIGACOES NAO SO EM JALES + TAMBEM EM PONTALINDA E CIDADE VIZINHA TE GARANTO QUE VAO DESCOBRIR MUITAS COISAS INRREGULARES.

  • pescador

    Quando se contrata médicos é feito processo de licitação esses profissionais, na maioria das vezes prestam serviços através de empresas, e aí quem têm que ser punido também é o responsável pela empresa que venceu a licitação.Acho isso.Os contratantes ás vezes não observam ou não pesquisam os profissionais através de sites do Ministério da Saúde e dá nisso aí.É minha opinião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *