ACUSADO DE VENDER ANABOLIZANTES É ABSOLVIDO PELA JUSTIÇA DE JALES

A notícia é do jornal A Tribuna:

O juiz da 5ª Vara Judicial de Jales, Adílson Vagner Ballotti, julgou improcedente a ação criminal ajuizada contra o jovem R.P.A., acusado da prática de venda de anabolizantes de uso proibido, na cidade de Jales. A acusação foi registrada em fevereiro deste ano. Na sentença, do dia 17 de agosto, o magistrado decreta a absolvição de R.P.A., por insuficiência de provas contra o acusado.

Segundo consta da acusação, as investigações incluíram escutas telefônicas autorizadas pela Justiça. Após a interceptação telefônica, policiais militares abordaram o rapaz e encontraram os produtos anabolizantes no porta-luvas de seu veículo.

Na polícia, o suspeito rebateu a acusação da prática de comércio ilegal e alegou que os anabolizantes encontrados em seu veículo se destinavam ao consumo próprio e que teria adquirido os produtos de uma pessoa conhecida como “Rodrigão”. Ele disse, ainda, que guardava os anabolizantes no porta-luvas do veículo, para esconder da mãe e da namorada.

De acordo com o juiz Adílson Ballotti, não foi possível concluir – através dos diálogos gravados durante a escuta telefônica – que o acusado realmente vendeu ou expôs à venda os anabolizantes que mantinha com ele. Para o magistrado, as circunstâncias da abordagem e o teor das provas produzidas pela polícia não estariam comprovando suficientemente que o acusado tinha anabolizantes em depósito para vender.

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *