AEROPORTO DE JALES É INTERDITADO NOVAMENTE PELA ANAC

A Agência Nacional de Aviação Civil, que os íntimos chamam de ANAC, voltou a dirigir seus canhões para o Aeroporto Municipal “Antônio Alonso Rodrigues Garcia”, também chamado de “aeródromo privado de Jales”, que foi novamente interditado pelo órgão.

A novidade não é tão nova assim. Uma portaria assinada no último dia 20 de abril pelo Gerente de Certificação e Segurança Operacional da ANAC, Giovano Palma – e publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 07 – foi quem nos trouxe a má notícia.

A portaria não dá muitas explicações. Ela se limita a tornar pública “a aplicação de medida administrativa cautelar de proibição às operações de pouso e decolagem no aeródromo privado de Jales, localizado no município de Jales-SP”. 

Esta não é a primeira vez que a ANAC invoca com o nosso “movimentado” aeroporto, que já recebeu personalidades como o cantante Zezé Di Camargo e uma de suas filhas. Em março de 2016, a Prefeitura de Jales – sob a administração do prefeito Pedro Callado – foi comunicada através de uma portaria que o aeródromo estava fechado.

À época, comentou-se que o motivo para a interdição seria a proximidade do aeroporto com o lixão e os urubus atraídos por ele. Temia-se que um urubu desavisado pudesse dar de frente com a turbina de um avião e causar uma tragédia.

No ano seguinte, uma nova decisão da ANAC causou mais desassossego ao PIB jalesense. Através de uma portaria – sempre elas! – assinada no início de fevereiro de 2017, a ANAC suspendeu o funcionamento da CMM, a escola de aviação do comandante Manoel Messias, que funcionava no nosso aeroporto.    

Quanto à portaria de abril passado, proibindo pousos e decolagens, nem tudo é má notícia. O documento diz que “a proibição tem caráter provisório, sem prazo determinado, e será mantida até que o Operador de Aeródromo solicite a sua revogação e demonstre o cumprimento das condições definidas na Nota Técnica que fundamentou esta decisão”. Da tal Nota Técnica e suas condições eu não tive notícias.

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *