POLÍCIA DE JALES ABORDA GRUPO QUE USAVA NOME DO HOSPITAL DE CÂNCER PARA VENDER CANETAS

A notícia repercutiu por lá porque Ibaté, a cidade de origem do grupo, fica na região de São Carlos. Deu no portal Rota das Notícias, de São Carlos:

A Polícia Militar de Jales abordou um grupo de pessoas que vendia canetas na região central da cidade.

O grupo era composto por pelo menos duas mulheres e dois homens, mas há relatos de que até um adolescente estaria entre eles.

Todos usavam jalecos brancos. Os homens abordavam as pessoas em frente a agências bancárias e lugares de grande circulação, enquanto a mulher parecia coordenar o grupo e guardar o estoque.

Eles ofereciam, às vezes de forma insistente, as canetas por preços variados (entre R$ 5 e R$ 7) sob o argumento de que seria “para ajudar o Hospital de Câncer”. Inúmeras pessoas confirmam a informação.

A reportagem apurou que eles são funcionários de uma empresa com sede em Ibaté e que ao contrário do argumento que usam para facilitar a venda dos objetos, não têm qualquer relação com o Hospital de Câncer ou alguma entidade associada à instituição na região.

Depois do alerta feito pelo site Jales Notícias, através do Facebook, surgiram inúmeros relatos que confirmam a forma de atuação do grupo.

A Polícia Militar, então, fez a abordagem dos vendedores para averiguação, porém, não foi lavrado o Boletim de Ocorrência porque eles teriam apresentado documentação que comprovaria que estavam atuando em nome da empresa.

A proprietária da empresa, entrou em contato com a reportagem para endossar o que seus funcionários disseram à polícia. Segundo ela, a empresa é legalizada com sede em Ibaté e que repassa 30% do que lucra para a ABACC (Associação Brasileira dos Amigos Portadores do Câncer), com sede em Bebedouro.

As campanhas autorizadas pelo hospital podem ser conferidas no site da entidade https://www.hcancerbarretos.com.br/ onde também é possível fazer doações.

12 comentários

  • é

    Fui abordado também, mas em nenhum momento ela falou “hospital do câncer”… falou somente “você vai estar ajudando PESSOAS COM CÂNCER”

  • Marcia

    Gente, essa multa da Zona Azul precisa ser revista, e depressa. O comentário das pessoas está super negativo. R$ 15,00 reais é abusivo. Prefeito tirando dinheiro da gente de todos os lados, IPTU subiu 400 reais e minha casa está do mesmo tamanho, taxas abusivas, ser um bom administrador é administrar com os recursos escassos que tem, e não tentar aumentar arrecadação todo custo. Administrar com dinheiro em caixa qualquer ralé consegue. Será que não seria melhor economizar com cargos em comissão da Prefeitura, os que mamam e ajudam roubar como o ultimo escândalo… (porque só idiota pra acreditar que o roubo saiu só para uma pessoa, ainda mais saindo da cadeia tão rápido). Até agora só subiu imposto e taxas, te todos os lados, não fez nada que fosse melhor que nenhum anterior. Esse atual Prefeito, aliás, é impossível falar com ele, eu nunca consegui, enquanto com o Anterior era Casa Aberto e muita simpatia, o gabinete era na rua ou em qualquer lugar. Estava no meio do povo, ao passo que parece que nosso atual Prefeito nem em Jales mora mais (se já não tem casa em Fernandópolis ou outro lugar..). Fiz as contas aqui, já conversei com a família e vizinhos, vamos dar prioridade e valorização ao comercio do bairro, por enquanto só compensa sair do bairro pra ir comprar nos mercados com estacionamento próprio. A lista de materiais dos meus filhos, economizaria 21 reais se comprasse no centro (fora gasolina, multa, zona azul), daí comprei duas horas de estacionamento: comprei os materiais com 40 min e fui ao banco, lá a fila me fez atrasar 24 minutos exatamente (se eu saísse da fila pra comprar zona azul perderia minha uma hora e meia de espera), achei que pagaria uns 5 reais de multa por 20 minutos, mas paguei R$ 15 reais de multa. Se somar a gasolina de ir ao centro mais os 15 de multa, mais 6 de zona azul, eu sai no prejuízo, gastei mais comprando no centro do que gastaria comprando no meu bairro, me arrependi. Agora só comprarei no bairro, minhas lojas de roupa vejo no facebook e whatsapp o que quero e a dona trás em casa pra eu provar. Tudo resolvido. Vou valorizar os comércios de perto de casa e ajudar a mantê-los próximos, quebra muito meu galho ter comercio perto de casa. Somando as multas, a zona azul, o risco de bater em alguém e gastar 300 reais com o carro, e a gasolina, ir no centro nunca mais. Só no Proença, sakashita, comboio…. A Farmácia perto de casa já cobre o valor das demais do centro, é só negociar, e de quebra mede a pressão da minha mãe a domicilio de vez em quando. Pelo comentário das pessoas o comercio perderá, é a mesma fala. Não fui sozinha ao centro, minha irma e minha mae foram, e ficaram gastando enquanto me esperavam, da próxima o centro vez perderá 7 clientes, toda a minha casa. Simplesmente porque não compensa ir ao centro se fizermos as contas certinho. É só o habito mesmo.

  • Larissa

    Gente. O que eu fui fazer na cidade hoje. Como estava passando pelo centro resulvi comprar meu contraceptivo porque é R$ 9 reais mais barato do que a farmácia a duas quadras de casa e fazer um cadastro pra ganhar pontos acumulativos e paguei R$ 15.00 reais de multa de zona park. Ou seja, deixei de valorizar e manter e farmacia próximo de casa, que posso precisar a qualquer momento de urgência como ja precisei com meu pai com pressão alta, pra economizar, e acabei gastando 10 reais a mais, ja que a multa e a zona azul ja paga me custou 18 reais. Agora nao poderemos mais nos distrair com vitrine nenhuma. Va compre o que precisa super rápido e volte pra casa, nada de andar, vitrinar, e comprar coisas a mais só por encanto. Vou comprar só no meu bairro agora, nove reais paga a facilidade de ter uma farmacia proxima e sobra muito ainda. Valeu a lição. E aqui tem mercadinho com promoções, açougue, feirinha, loja de roupas, papelaria e calçados. Tem de tudo. E compro fiado pra pagar por mês, nem precisa usar cartão e cheque.

  • Observador

    Larissa se tivesse pago 1,50 área azul se livraria dos 15,00.
    Estacionou pagou acabou o jeitinho brasileiro.
    Agora sim qualquer tem vaga!!!!!!!!Parabéns Jales Park

    • Otávio

      Trabalhar, que é o que faço quando vou ao centro, não é jeitinho brasileiro. E quem acha que planejamento nessa vida corrida da certo: nunca trabalhou na vida. Pagar taxa consciente é diferente desse roubo que está acontecendo. Não vou passear, vou trabalhar, dependo da vontade e disponibilidade dos meus clientes pra fazer meu tempo. Mas pela educação dos comentários não sabem o que é vida corrida, trabalho e nem respeito aos que tem dificuldade de locomoção ou crianças pequenas, pra falar em parar longe do centro. Taxa de 5 reais tá mais que suficiente, ou se fosse uma cidade de primeiro mundo: pagar que tempo que usou a vaga, independente do tempo, isso é o justo. Comentei em outra matéria mas nem vi que já haviam reclamado aqui, e com razão. Há outros meios de encher os cofres Públicos: economia de gastos.

    • O

      Acho que você não leu o comentário. A taxa de 1.50 foi paga, amigo. Inclusive duas vezes. Comentário muito pucha saco o teu. Você é funcionário público ou tem comércio com movimento promovido pelo park? Kkkkk. Disfarça pessoal, se não o puxasaquismo da muito na cara. Kkkkk

  • Ande de bike.

    Amigas, em OUTROS tempos vocês nem iriam conseguir estacionar vossos veículos, até no estacionamento que faz frente para o Bradesco consigo estacionar, agora amiga, você perdeu tempo NA FILA, prá que existe os caixas eletrônicos ?, qualquer operação você realiza no mesmo, até empréstimo.
    Gente, é a modernização, infelizmente as mudanças são necessárias, qualquer grande cidade é esse sistema, inclusive tem cidades que até efetuar a recolha do veículo, o chamado quincho, e um detalhe, se não pode ter carro, ande de bike, faz bem pra saúde, qualquer cardio recomenda.

    • Antonio

      Aí voce vc se engana
      Caixa eletrónico nao é gerente. Nao se negocia nada com caixa eletrônico. E , aliás, tinha 18 pessoas nos caixas eletrônico hoje e pessoas idosas atrasando todos com um ajudante somente. E o que preciseino caixa eletrônico nao me disponibilizou. Só se resolve com caixa eletrônico os pobres e os jovens. Empresarios e mais idade precisam do caixa sim. Empresários precisam toda semana inclusive, se nao quiser se afundar em taxas e cobrancas. E de qualquer maneira há fila, infelizmente. E não, nao há desculpa para uma taxa de 15 reais que nao seja aumentar cofre de prefeitura. E nao há nenhuma desculpa tendenciosa que possa justificar uma taxa exorbitante dessa, mesmo. Nenhum comentário falou em nao pagar, mas 15 reais, convenhamos, prefeito nao consegue gerir a prefeitura e esta tirando dinheiro do nosso bolso. E a população nao vê, so olhar o nível e a educação dos comentários que vemos a inteligência dos nossos cidadãos.

      • Se for HONESTO paga

        O empresário, o pequeno empresário, a pessoa física, tem um gerente específico, ou seja, na minha conta tenho um gerente específico, vários assuntos resolvo com o mesmo via celular.
        E a taxa para quem é HONESTO e quer pagar não é R$ 15 e sim R$ 1,50, agora quem não quer pagar, para os DESONESTOS aí fica mais caro, até mais do que R$ 15 reais.

  • Petrukio da Catarina

    Deixa seu carro longe do. Centro e anda no sol quente tem vários lugares que pode parar sem pagar nada, deixa a área central pra quem quer, pq qdo não tinha área azul no centro vc tbm não parava lá pq nunca existia vaga, então vai te cata e para de reclama

  • Petrukio da Catarina

    Eu ao contrário de vc vou muito mais ou centro da. Cidade hj do que antigamente pois agora tem onde estacionar

  • Se for HONESTO paga

    O empresário, o pequeno empresário, a pessoa física, tem um gerente específico, ou seja, na minha conta tenho um gerente específico, vários assuntos resolvo com o mesmo via celular.
    E a taxa para quem é HONESTO e quer pagar não é R$ 15 e sim R$ 1,50, agora quem não quer pagar, para os DESONESTOS aí fica mais caro, até mais do que R$ 15 reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *