APÓS RECOMENDAÇÃO DO MPF, CORREIOS COMEÇAM A ATENDER BAIRROS DE JALES

Deu no portal do SBT:

Os Correios atenderam recomendação do Ministério Público Federal em Jales e moradores dos bairros de Vila Mariana, Monte Líbano e Jardim Tropical, passaram a receber encomendas e correspondências em casa. As três áreas da cidade de Jales não dispunham dos serviços da estatal. Moradores desses bairros precisavam ir até a agência dos Correios para receber cartas e outras entregas.

No mês janeiro de 2019 o MPF solicitou que a situação fosse regularizada dentro de 60 dias. Os Correios informaram que já realizavam estudos logísticos para implantar o serviço nessas regiões, mas indicou um prazo maior do que o indicado pelo MPF para iniciar o atendimento nos três bairros.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do MPF, no procedimento aberto a respeito, a Superintendência Estadual de Operações São Paulo Interior, órgão dos Correios, afirmou na época que o problema seria solucionado somente em meados de 2019.

O MPF respondeu aos Correios, afirmando que entendia que os serviços poderiam ser iniciados antes do prazo estipulado pela estatal. Além disso, as áreas de Jales, apesar de serem ocupadas há pouco tempo, já cumpriam todos os requisitos estabelecidos na Portaria Interministerial 4.474/2018, o mais recente documento oficial sobre as atividades dos Correios.

A norma citada exige que para um bairro receber entregas dos Correios, o bairro deve ter ruas e os imóveis devem ser identificados corretamente. As vias precisam oferecer condições de acesso e de segurança aos carteiros.

3 comentários

  • Abraham Lincoln

    Não precisaria de intervenção do Ministério Público se os Correios fossem uma empresa privada. Sem monopólio postal e com uma dezena de concorrentes, o mercado se auto regularia em meses; correspondências seriam entregues em qualquer das crateras lunares por preços menores e com maior celeridade. E não faço nenhuma crítica aos funcionários dos correios, a imensa maioria é dedicado e competente; é pena que trabalhem com um modelo já há muito ultrapassado.

  • Javi Queéotário

    Verdade! Que nem tv a cabo e internet banda larga que entrega o que promete. Em qualquer cratera da lua tem, e por um precinho bem baixo…

    • Abraham Lincoln

      Certamente você não lê os contratos que assina. Nos contratos de fornecimento de serviços relativos a internet, há expressa previsão de obrigatoriedade mínima de fornecimento (a abusividade da cláusula pode até ser questionada). E sabe o que é melhor? Você assina se quiser. Você é livre para escolher outra operadora; existem outras operadoras – existe concorrência. Se fosse um serviço estatal monopolizado, sua internet seria discada, queridão, não haveria concorrência, o preço seria alto, você não teria escolha, indenizações conseguidas na justiça não seriam pagas e, na hipótese de ser um governo totalitário, seu conteúdo seria restringido. Você consegue notar a diferença? Liberdade!!!!! Liberdade, camarada. Só fica quem é bom; só sobrevive no meio quem se destaca. O lixo é severamente retirado do mercado pelo próprio mercado. No capitalismo puro, vagabundo não se cria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *